Home Notícias Quentinhas Ataque a carro-forte foi em apenas 20 segundos

Ataque a carro-forte foi em apenas 20 segundos

Vídeo mostra toda a ação dos assaltantes que fugiram com malote de R$ 62 mil

Vinte segundos. Este foi o tempo que um bando de assaltantes levou para roubar o malote com R$ 62 mil do Banco do Brasil, na avenida Reinaldo Schmithausen, no bairro Cordeiros, em Itajaí, na tarde de terça-feira.
Imagens das câmeras de monitoramento mostram o exato momento que os quatro bandidos atacam os funcionários da Prosegur. Durante o assalto, dois vigilantes foram baleados e um terceiro se feriu ao cair e bater a cabeça no chão.
O carro-forte estava estacionado em frente ao banco. Um dos vigilantes fazia a segurança na porta enquanto outros dois, um deles segurando o malote, saíam da agência. As câmeras flagraram quando os quatro assaltantes encapuzados chegam pela rua Gercino José Correa, na esquina com a avenida Reinaldo Schmithausen, e atiraram em direção aos funcionários da Prosegur.
O vigilante revida e corre para se esconder. O funcionário que estava com o malote tropeça e bate a cabeça. O malote cai das mãos dele e um dos assaltantes aproveita e rouba a dinheirama. Outro vigilante permanece abaixado no pé da escada e só se levanta quando o grupo está fugindo.
Em seguida, a imagem registra o Hyundai IX35, placa MMA 2458 (Blumenau), fugindo em direção à BR-101. Testemunhas contaram que eram cinco bandidos. Quatro que atacaram o carro-forte e um que ficou no veículo de fuga.
Durante o ataque, dois funcionários da empresa de segurança foram baleados. Um deles levou um tiro no braço direito. O outro sofreu um disparo na mão e outro de raspão na perna. Eles foram levados ao hospital Marieta Konder Bornhausen.
Abandonaram carro
Pouco tempo depois, eles abandonaram o carro na rua Jaime Fernandes Vieira, no Salseiros. Os bandidos entraram em um HB20 Hatch prata. O veículo abandonado foi apreendido.
De acordo com a PM, munições de calibre nove milímetros e 12 milímetros foram retiradas do carro-forte.
Como a troca de tiros foi intensa, foram encontradas marcas de disparos na fachada do banco, no corrimão e nas paredes da agência. Duas portas de vidro foram quebradas e outra ficou estilhaçada. Um tiro chegou a atingir a parede de uma casa no outro lado da rua.
O caso está sendo investigado pelo delegado Gustavo Reis, da divisão de Investigação Criminal (DIC) de Itajaí.
A Prosegur informou que os funcionários baleados continuam internados no hospital, mas já estão se recuperando. A empresa não quis repassar informações sobre o assalto e nem se o esquema de segurança será reforçado.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com