Home Notícias Quentinhas Artista Mauro Caelum morre aos 57 anos

Artista Mauro Caelum morre aos 57 anos

Mauro deixou lastro de arte e poesia por onde passou

Dayane Bazzo
geral@diarinho.com.br

Caelum é uma palavra em latim que significa céu. Não foi à toa que Mauro Sérgio Santos, 57 anos, adotou como assinatura depois de se descobrir artesão, artista plástico, poeta e escritor. O céu era para onde o artista transcendia ao realizar sua arte. Ontem pela manhã, ele se transferiu de vez para o Caelum, ao falecer num leito do hospital Marieta Konder Bornhausen. Itajaí perdeu uma das grandes expressões contemporâneas de sua arte.
A morte cerebral do artista foi confirmada às 8h30. Mauro Caelum estava internado desde sábado com suspeita de um tumor no cérebro. Mauro Filho, 27, contou ao DIARINHO que o pai começou a passar mal em casa na sexta-feira à noite. No sábado ele foi internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Marieta.
Para surpresa de todos, depois de uma tomografia e vários exames, foi comprovado o tumor cerebral. O câncer já estava em estado avançado e Mauro não resistiu. Ele não sabia da doença.
A família decidiu doar os órgãos do artista. Mas foi preciso aguardar o resultado da biópsia do tumor, para saber se era maligno ou benigno e, só aí, fazer a retirada dos órgãos. “Meu pai foi grande e sua grandeza continua nesse momento”, disse Mauro Filho, em uma rede social.
Por isso, a liberação do corpo demorou e o velório deve começar somente hoje pela manhã, no cemitério Municipal do bairro Fazenda. O enterro, segundo pessoas ligadas à família, estaria marcado para as 16h.
Mauro Caelum já tinha passado por problemas de saúde. Há cerca de dois anos, ficou sete dias em coma após sofrer uma parada cardíaca.

“Viver por viver é oco, é pouco”
Mauro nasceu em Tijucas, mas morava em Itajaí desde quando se conheceu por gente. Itajaiense de coração e de alma, se tornou um dos artistas plásticos mais importantes da cidade e da região. Durante muitos anos transformou o lixo em arte. Também escreveu livros e poemas.

Toda a casa era seu ateliê
Sua casa não é uma simples morada. É um ateliê. A residência na rua José Tedeo, no bairro São Judas, se transformou também em galeria, e era onde Mauro criava sua arte e recebia os amigos. Quem entra por lá, encontra nas paredes, nos móveis e por todo o canto, poemas e frases do artista. “Viver por viver é oco, é pouco”, ensina um dos poemas.
Mauro dizia que seu trabalho era arte da transformação. Papelão, plástico, entre outros materiais, eram utilizados como matéria prima para suas peças. Além de arte ele queria conscientizar sobre o cuidado com o meio ambiente. Assim se tornou artesão. Pegava uma embalagem descartada e fazia com que ela renascesse com uma nova missão.
Mauro escreveu o livro “Caelum: filosofia, arte e meio ambiente”, além de uma outra obra exclusivamente de poesias. Há mais de um ano criou o “Sonhar Pode”, uma intervenção artística espalhada por toda a cidade.
Mauro deixa a esposa, Sandra Regina Sestrem Santos e o filho Mauro Sérgio Santos Filho. Os amigos e fãs também ficam órfãos do artista.
Parte do trabalho de Mauro Caelum pode ser conhecido na Casa da Cultura Dide Brandão, onde acontece a exposição “Meus traços são veias que bombeiam um coração reciclado”. A mostra abriu dia 6 de setembro e segue até esta sexta-feira.

Intervenção artística espalhada por Itajaí
“Sonhar pode”. A frase está espalhada por toda Itajaí. Está em muros, paredes, trapiches, madeiras velhas, caixas de telefonia. Muita gente já deve ter passado por ela sem se dar conta do significado ou do por que ela está ali. A frase, criada por Mauro, acompanha um símbolo, um tipo de cruz, usado como uma assinatura.
O ator e artista plástico Sebastião Paulo do Aragão Oliveira, o Seba, conta que o amigo Mauro pegava a zica aos domingos pela manhã e saía pela cidade distribuindo sua arte.
Para Seba, Mauro estava deixando para trás o trabalho como artesão e se dedicava a uma nova arte, mais conceitual. “Ele já tinha outras visões sobre o que fazia, estava profundamente transformado e tinha consciência que logo a gente ia sair de Itajaí e alçar novos voos”, comenta. “O ‘Sonhar pode’ é a grande e profunda vontade dele desses novos horizontes”, avalia.
Com o “Sonhar pode”, o artista queria também deixar a mensagem de que as pessas não devem desistir dos sonhos que têm.
O símbolo usado por Mauro, que é a junção de uma estrela e uma cruz de cabeça para baixo, significa o nascimento e a morte. “Ele falava que o importa é o que tu faz entre a vida e a morte”, ressalta Seba.
A expressão #sonharpode e “Sonhar Pode” se espalhou desde segunda-feira pelo Facebook nos perfis de artistas, intelectuais e conhecidos de Mauro. Uma corrente em homenagem ao artista.

Poemas que viraram música
A arte de Mauro também virou música. No final do ano passado, a banda Chico Preto e a Dita Cuja lançou o álbum “Cabeça no Céu” e uma das faixas, a música Vida de Rei, foi composta a partir de frases do artista plástico e poeta.
Chico Preto, que além de amigo é vizinho de porta de Mauro, conta que foi até a casa do artista para falar sobre a ideia de usar a sua arte na capa do CD. Assim que chegou se deparou com as várias frases e poemas escritos nas paredes e teve a ideia de compor uma música.
Chico Preto ainda lembra da reação do artista. “No dia que saí do estúdio com o CD na mão, parei no portão da casa e ele parecia uma criança. Chamou a esposa, todo mundo pra ver. Sempre falava que uma das grandes alegrias da sua vida foi essa homenagem que fizemos”, recorda-se.
De tão contente com o resultado, Mauro pediu para que Chico Preto fizesse uma música sobre o “Sonhar Pode”, que ainda está nos projetos da banda. “Era um grande artista, um grande parceiro e deixou uma mensagem muito positiva”, ressalta o cantor.
O também músico Vê Domingos comenta que Mauro estava fascinado com a ideia de escrever poemas para transformar em letras de música e pretendia explorar este universo. “Ele era admirável desde a singularidade da sua arte, até pela luta como artista. Tinha tanto para crescer”, solta o músico, completando: “É lamentável a vida aprontar isso com a a gente”.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com