Home Notícias Quentinhas Apresentador faturou metade da grana da Exporural

Apresentador faturou metade da grana da Exporural

Vereadores suspeitam de fraude, já que há oito anos o mesmo animador vence licitação

O famoso apresentador de rodeios César Paraná, 40 anos, tá no centro de uma polêmica. O repasse de quase metade do orçamento da Exporural para a empresa do animador, feito pela prefeitura de Camboriú, chamou a atenção dos vereadores de oposição. A festa rural, que aconteceu entre os dias 8 e 10 de abril durante as comemorações do aniversário da cidade, tem ainda suspeita de fraude na licitação. Alguns parlamentares pretendem denunciar o caso ao Ministério Público.
A 8ª edição da Exporural tinha um orçamento previsto de R$ 500 mil. A grana saiu dos cofres da prefeitura, incluindo um repasse do governo do estado. A maioria do dinheiro veio da fundação Cultural da cidade. Os recursos foram gastos com diversas atrações, além da montagem do palco e toda a infraestrutura da festa. Também foram contratados pela prefeitura os shows nacionais com o Grupo Tradição, Leo Rodriguez, Camila & Haniel, Carlos & Jader e Joaquim e Manoel.
O ponto alto da festa foi o rodeio-show da equipe de César Paraná. A empresa do narrador, a P3 Eventos e Espetáculos, recebeu R$ 214 mil pra isso. Esse dinheiro todo representa quase 50% de todo o orçamento da festa. Foi isso que chamou a atenção de alguns vereadores e também do povão, que começou a questionar nas redes sociais o custo da festa.
Jane Stefenn (Rede) é vereadora de oposição em Camboriú. Ela está investigando o caso. Segundo Jane, o argumento da prefeitura é que o valor pago à equipe de César Paraná não é apenas para o narrador embalar o rodeio com sua voz marcante, mas também para montar toda a estrutura do evento. “Essa é a justificativa deles (da prefeitura) para o valor”, completa.

Rodeio recebe tudo
Para a vereadora, no entanto, além de ser muita grana para um rodeio, a prefeitura errou em deixar de lado tantos outros eventos culturais da cidade, que foram cancelados por falta de verba. Tudo pra gastar com a Exporural.
Pelo que apurou, o governo do estado repassou R$ 220 mil para a fundação Cultural da cidade. A cabreirice de Jane é que o orçamento da fundação acabou sendo ‘queimado’ na Exporural e, com isso, ficam de fora do calendário de eventos de Camboriú datas importantes, como a Virada Cultural, o festival de Cultura e o desfile cívico. “Eles dizem que esse dinheiro é obrigado a ser gasto com cultura, mas poderiam ter feito a Parada Cultural e outros eventos que são obrigatórios por lei no município”, alfineta.
A vereadora também recebeu denúncias de que a licitação para contratar a equipe de César Paraná foi fraudulenta. “O mais estranho é que ele sempre ganha, desde que começou a festa ele é contratado”, questiona. Segundo Jane, ela e outros parlamentares estão juntando toda a documentação da suposta fraude para fazer uma denúncia ao Ministério Público.  

Prefeitura diz que empresa organizou evento
Milton Antônio da Silva, o Miltinho, presidente da fundação Cultural de Camboriú afirma que o valor de R$ 214 mil não foi só para o narrador famosão fazer as firulas na hora do rodeio. “Paga toda a estrutura do rodeio, como as arquibancadas”, ressalta. Miltinho confirma que o narrador participou de todas as edições da Exporural.
O chefão da fundação Cultural garante que não houve rolo na escolha e contratação da empresa P3 Eventos e Espetáculos, de César Paraná. “Outras empresas participaram da licitação, mas a empresa de César Paraná foi a que apresentou o menor valor”, garante.
Ele não soube informar o valor destinado aos outros shows que aconteceram na Exporural e nem o total gasto com a festa. “Ainda não temos todo o valor contabilizado, mas não passa muito dos R$ 500 mil”, diz.
Sobre a verba repassada pelo governo do estado, que a vereadora Jane argumenta que poderia ser usada para outros eventos culturais, Milton explica que o dinheiro era para o custeio exclusivo da festa. “Nós (da fundação Cultural) fomos buscar o dinheiro com o governo. Ou eu gasto ou eu devolvo”, pondera.
Miltinho também garante que as outras festividades que acontecem durante o ano em Camboriú não serão prejudicadas. “Não estamos gastando única e exclusivamente na Exporural. Temos os Gideões, a Festa do Divino… Estamos desenvolvendo dentro da normalidade. A fundação está cumprindo as programações”, conclui.

Quem é o apresentador César Paraná
César Paraná é um dos mais famosos apresentadores de rodeio do Brasil. Já animou, inclusive, o clássico rodeio de Barretos, em São Paulo, que tem status internacional.
Ele já foi garçom, radialista e repórter das TVs Record e Barriga Verde.
Em 2003, como já vinha apresentando alguns rodeios paralelamente à profissão de jornalista, resolveu abrir uma empresa de eventos junto com os irmãos. Desde então, foca a carreira de animador de rodeios e de empresário do ramo.
César foi o organizador da estrutura e o apresentador das oito edições da Exporural, da prefeitura de Camboriú. O último contrato entre o apresentador e a prefeitura foi feito pela empresa P3 Eventos e Espetáculos LTDA EPP, que tem sede em Chapecó e foi formada em 2013.
O animador mora há 23 anos em Santa Catarina. Em 2012, foi homenageado pela Assembleia Legislativa. Recebeu a medalha de Comenda do Legislativo Catarinense. A justifica para a comenda foi a de reconhecimento por seu trabalho no estado nos mais de 20 anos de carreira.
Também foi candidato a deputado estadual por Santa Catarina em 2014 pelo partido Trabalhista Cristão (PTC). Recebeu 8617 votos. Foi o centésimo colocado na disputa para a assembleia Legislativa.
Ontem, o DIARINHO tentou contato por telefone com César Paraná. No início da tarde uma pessoa que atendeu a ligação disse que o apresentador estava em reunião com um prefeito e, por conta disso, não poderia atender a reportagem. O DIARINHO fez outras ligações no final da tarde e início da noite mas não conseguiu falar com César.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com