Home Notícias Quentinhas Abandono de animais aumenta 30% em Balneário

Abandono de animais aumenta 30% em Balneário

Ong tá tomando medidas para tentar brecar a malvadeza

Os crimes de abandono e de maus tratos a animais aumentam muito nesse período de fim de ano em Balneário Camboriú. Para tentar diminuir a sacanagem, a ong Viva Bicho bolou estratégias. Além de fazer denúncias à polícia, a entidade promete trabalhar com as portas fechadas para tentar evitar que cães e gatos sejam largados na sede.
A presidente da ONG, Pamela Israelson, explica que no fim de ano o índice de abandono aumenta em até 30% em relação aos outros meses do ano. Segundo ela, isso acontece porque as pessoas vão viajar e não querem se responsabilizar pelo bichinho. Os donos acabam jogando os animais na rua.
Há também gente que se muda de casa ou apartamento e deixa o cachorro amarrado na casa vazia. A ONG, que está superlotada, abriga 1200 animais em um espaço construído para abrigar no máximo 700 cães e gatos.
Para tentar evitar que as famílias se desfaçam do animal de estimação, a ONG vai trabalhar com as portas fechadas durante a temporada. A direção acredita que, sem ter onde largar os peludos, as pessoas pensem melhor antes de abandonar o animal.
Pamela reconhece, contudo, que tem gente que simplesmente larga o animal na rua ou em terrenos baldios. “Se a gente não acolhe, eles jogam na rua, é uma situação bem complicada”, lamenta.

Bichos judiados
A ONG recebe mensalmente cerca de 30 denúncias sobre maus tratos aos animais. A metade das queixas é confirmada.
Pamela conta que todas as denúncias são apuradas e que na maioria das vezes o dono do bichinho só precisa de orientação. “Nós orientamos, notificamos e fiscalizamos com visitas regulares, porque a nossa intenção não é tirar o animal da pessoa. Mas se houver maus tratos, o animal será recolhido”, continua.
Abandonar ou maltratar animais é crime e pode render até um ano de prisão para quem for reincidente. Quem flagrar uma situação de maus-tratos ou abandono, a orientação é tentar fotografar ou filmar e encaminhar a denúncia à ONG Viva Bicho pelo telefone 3263-1020, pelo site (vivabicho.org) ou pelo Facebook (facebook.com/ongvivabicho). Os casos são levados à polícia.

Dois cães tavam largados na sujeira
Esta semana dois cães foram flagrados em situação crítica em uma casa, no bairro das Nações, em Balneário. Os animais estavam em um espaço pequeno, sem comida e água, e em meio a muito cocô e xixi.
O caso rolou na quarta-feira, por volta das 16h. Pamela conta que a ONG recebeu a denúncia e encaminhou à secretaria do Meio Ambiente. Fiscais do Meio Ambiente e do centro de Controle de Pragas Urbanas (CCPU), junto com a PM, foram até a casa, na rua Indonésia, e confirmaram a situação.
Dois cães, com cerca de dois anos, estavam em um espaço cercado, em meio à sujeira. No local havia um sofá velho e uma pia, onde os cachorros pulavam de um lado pro outro, pois o chão estava repleto de cocô.
Segundo Pamela, os animais estavam mal cuidados, mas, a princípio, não estão doentes. Eles serão castrados, tosados e irão para adoção. A CCPU informou que o proprietário da casa foi notificado e a moradora, que mora de aluguel no espaço, já providenciou a limpeza do local. A senhora alega que sofre de depressão e tem problemas nos ossos, por isso, não tinha mais condições de cuidar dos animais.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com