Home Notícias Quentinhas “UMA SEMANA PORNOGRÁFICA!”

“UMA SEMANA PORNOGRÁFICA!”

Deputado Esperidião Amin (PP), sobre os dias que antecederam a pré-convenção do PMDB de Santa Catarina

Ano eleitoral é assim mesmo. Ninguém entende direito o que está acontecendo. Talvez uma meia dúzia saiba mais ou menos o que está querendo fazer, mas acho que nem esses podem dizer, com certeza, que bicho vai dar. Nem quando.

No final de semana o PMDB que, segundo alguns, governa de fato o estado, resolveu que vai continuar como está. Time que está ganhando não se mexe. E eles devem estar ganhando muito. Vão tentar reeleger o padreco de fala mansa.

LHS, a velha raposa, mostrou que ainda manda no galinheiro. E os garnizés mais agitados acabaram meio depenados. Agora estão nos seus cantos, esperando que até 2018 LHS canse de tanta coligação e resolva dar-lhes uma chance. Por via das dúvidas já puxaram as cadeiras, pra esperar.

Cansados do PSDB, desta vez querem atrair o PP. Mas, como o PMDB não é fácil, ao mesmo tempo em que tira o partido pra dançar, fica dando canelada. A ponto do deputado Esperidião Amin se irritar. E meio que chamar pra briga.

Numa entrevista à repórter Rosane Felthaus, da RBS, Amin descascou os peemedebistas:

“… foi uma semana muito pornográfica. Achei que os malfeitores estavam muito assanhados. Há uma dívida de R$ 15 bilhões, um número simbólico, que o povo vai ter que pagar. Os malfeitores que fizeram essa dívida passaram a semana arrotando impropérios contra o meu partido. Eles não fizeram campanha a favor da Raimundo Colombo (…). Eles disseram ‘fiquem com o Raimundo que nós vamos mandar no Raimundo’. Veja bem. Fizeram uma campanha arrotando desaforo, impropérios sobre o Partido Progressista, e arrotando mandonismo sobre o governador.”

É neste clima de cordialidade e congraçamento que as conversas daqui pra frente se darão, sempre buscando cooptar todos, para que “oposição” continue sendo apenas uma vaga lembrança e uma palavra cada vez mais sem sentido na nossa obscena e sempre lucrativa política de compadrio.

O João Raimundo já tem uma sopa de letrinhas no fogo: PSD, PMDB, PSB, PR, PSC, PTB, PV e PRB. E LHS e seus cavaleiros da centenária ordem de “Todos no Mesmo Barco”, também conhecida com “Chega Mais Que Tem Teta Pra Todos”, ainda negociam árduamente para atrair PP e PSDB. Nos sonhos mais profundos, também gostariam de incluir o PT.

Mas o fato é que nem tudo é possível já no primeiro turno. O impossível provavelmente vai ficar para depois. O PSDB deve sair com candidato próprio. E se o PP for rejeitado, cairá nos braços do PT. A gente até pode não entender. Mas eles, claro, sempre acabam se entendendo.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com