Home Notícias Quentinhas “As pessoas são entulhadas”

“As pessoas são entulhadas”

Leitora diz que travessia entre Itajaí e Navega, nos horários de pico, é igual lata de sardinha: todo mundo espremido

A leitora Regiane Corrêa Such Melo flagrou terça-feira, às 7h40, o ferry-boat socado de gente. Durante a travessia de Navega até a city peixeira, ela ficou encostada numa das grades amarelas só analisando o perrengue. “Um entulhamento de motos e as pessoas se espremendo como dava”, relata.
Regiane reclamava do aperto, do desrespeito à norma e da falta de educação dos funcionários com o povão. O leitor R.P. reclamou, também, da demora na saída do ferri. Segundo ele, semana passada a empresa encheu a balsa até não caber mais gente, e na hora do desembarque, foram mais de 17 minutos de demora.
De acordo com o diretor da empresa de Navegação Santa Catarina, dona das balsas, Diogo Hasse Weidle, geralmente em horários de pico é comum que a embarcação esteja cheia. “Porém, o ferry-boat não excede a capacidade, que é de 300 pessoas, entre 70 motos, 30 bicicletas e o resto pedestres”, sisplica.
Diogo avisa que é normal, como em qualquer outro transporte público, que nos horários de rush tenha muita gente. Segundo ele, as balsas acabam lotando mais quando passa algum navio ou acontece algum perrengue que atrase a saída de uma delas. “Mas nada que prejudique a segurança”. De acordo com o diretor, durante a manhã, quatro embarcações estão disponíveis ao povão. “Geralmente, sai uma a cada 10 minutos”, acrescenta. 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com