Home Colunistas Por dentro da vela Brasileiros na Star Sailors League

Brasileiros na Star Sailors League

Olá, leitores do DIARINHO! Nassau, nas Bahamas, receberá um dos eventos mais fortes da vela mundial: a Star Sailors League Finals de 2017. Os melhores atletas da categoria mais vitoriosa da vela brasileira se reúnem sempre em dezembro para regatas acirradas e técnicas. É uma reunião de campeões olímpicos, mundiais e da Volvo Ocean Race. O Brasil entra sim como favorito com oito velejadores na raia entre os dias 5 e 9 de dezembro, na Baía de Montagu. Ao todo são 50 velejadores de todo planeta.
E nesses oito craques temos 14 medalhistas olímpicos brasileiros: Robert Scheidt (5), Torben Grael (5), Bruno Prada (2) e Lars Grael (2). O segredo desse sucesso passa, no entanto, longe da Olimpíada. Fora do calendário dos Jogos – a última participação da Star foi em Londres-2012, a categoria não caiu no ostracismo e cresceu. Considerada a mais técnica, a Star tem um calendário ativo no Brasil, principalmente nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e no Distrito Federal. Os resultados obtidos pelos brazucas são acima da média.
Recentemente, Torben Grael e Arthur Lopes venceram o Europeu de Star e na semana passada, Marcelo Bellotti e Maurício Bueno ganharam o Sul-Americano. A Star Sailors League Finals de 2017 tem premiação total de 200 mil dólares.
Pra fechar, o assunto é Volvo Ocean Race. A regata, que se prepara para a sua terceira etapa, já tem seus favoritos claros às duas primeiras. Com elencos mais entrosados e cheios de campeões olímpicos regateiros, o espanhol MAPFRE aparece na liderança depois de vencer a perna dois. Mas os espanhóis, que fizeram a melhor pré-temporada de todos os sete veleiros que correm a Volvo Ocean Race, têm dois (e se apertar muito três) concorrentes de peso pela inédita taça.
Os chineses do Dongfeng Race Team, com o francês Charles Caudrelier, e o dinamarquês Vestas 11th Hour Racing, vencedor da etapa 1, estão colados na tabela de classificação. O Team Brunel, de Bouwwe Bekking e do golden boy Peter Burling, aquele mesmo que levou o Emirates Team New Zealand à coroa da America’s Cup, segue em quarto. Os barcos voltam pra água dia 10 de dezembro com a largada da terceira etapa entre a Cidade do Cabo e a australiana Melbourne.
Até a próxima!!!!

Flávio Perez
Flávio Perez é jornalista esportivo e gestor de esportes.
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com