Home Colunistas O mundo gira Educação e servidão

Educação e servidão

Os empréstimos contraídos para pagar os estudos superiores representam, logo após o crédito à habitação, a maior fatia da dívida nos EUA. No total, são 1,4 bilhões de dólares devidos aos bancos, um valor superior a dívida somada de todos os cartões de crédito dos EUA e com mais zeros do que o total do crédito naquele país.
Durante décadas, a especulação financeira apostou na dívida dos estudantes como se na roleta jogasse: desde 2007, o “crédito à educação” passou de um para cinco por cento do PIB dos EUA.
Recordemos que o custo de uma licenciatura nos EUA ronda os 80 mil dólares – no Brasil não é diferente – e que, em média, os antigos estudantes demoram 20 anos para liquidar este crédito. Simultaneamente incapaz de deter o crescimento das dívidas dos trabalhadores e a diminuição dos salários que permitem pagar essas dívidas, o capitalismo viu-se impotente para resolver o que, mais do que uma crise, é a essência da sua própria natureza.
Em 19 estados, a panaceia encontrada foi a redescoberta de um tipo de opressão feudal: os devedores dos bancos são proibidos de trabalhar. Nestes estados, o não cumprimento de uma dívida pode causar a revogação permanente de qualquer licença profissional e até do direito de dirigir.
Em alguns destes estados, como o Tennessee, os credores podem até executar a licença profissional e assenhorear-se permanentemente dela, numa reedição moderna da servidão da gleba.
Em todos os casos, os trabalhadores que em consequência dos baixos salários, de doença, de desemprego fiquem inadimplentes, podem ser proibidos de vender a sua força de trabalho e, aí sim, incapazes de pagar a dívida.
É a transformação da educação num instrumento de opressão.
Para os que insistem em copiar o modelo de vida dos EUA fica esse alerta, aliás o nosso ensino privado já é cópia, totalmente mercantilizado e inacessível à esmagadora maioria da população brasileira.

valdir izidoro silveira
Valdir Izidoro Silveira é engenheiro agronômo, jornalista e especialista em Planejamento e Desenvolvimento Regional-ILPES/CEPAL/ONU-IPARDES-PR.
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com