SINAL DE PARE

Associações de mobilidade urbana e de defesa do consumidor vão entrar com pedido de liminar na Justiça para suspender o aumento dos limites de velocidade nas marginais Tietê e Pinheiros. A gestão João Doria (PSDB) vai adotar a medida em 25 de janeiro.
VAMOS CONVERSAR
O principal desejo do grupo, que inclui as ONGs Ciclocidade e Cidadeapé e o Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), é que, antes da alteração, a prefeitura seja obrigada a fazer audiências públicas. “É exigência da lei que qualquer mudança dessa magnitude seja debatida com a população”, diz a advogada Juliana Maggi, que cuida do processo e quer apresentá-lo no início do ano.
CADA UM, CADA UM
Argumento semelhante – o de que a diminuição das velocidades foi feita pelo prefeito Fernando Haddad (PT) sem consultar a população – é usado por quem defende a volta dos limites mais altos. Os ativistas afirmam, no entanto, que o programa de redução começou com o ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD) e seguiu a lei.
MAIS CRÍTICAS
O grupo reclama ainda que o futuro prefeito não apresentou estudos balizando o projeto Marginal Segura e que ciclistas foram ignorados. A assessoria de Doria, por meio de nota, afirma que o programa será implementado “com reforço na segurança para os usuários da via, em especial pedestres, motociclistas e ciclistas”.
NOS CONFORMES
E a gestão Doria diz que a transferência do Pacaembu para a iniciativa privada vai respeitar a exigência do Condephaat (órgão estadual do patrimônio) de manutenção do “caráter público” do estádio. Segundo a equipe do tucano, o local não será “privatizado, mas sim concedido por prazo determinado”. E a operação, além de preservar as características arquitetônicas, terá que garantir a utilização pela população e o acesso a todas as áreas.
FAUNA E FLORA
Uma operação contra criminosos encabeçada pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente de São Paulo aplicou mais de R$ 3 milhões em multas. Segundo a Polícia Militar Ambiental, que fez as abordagens em três dias deste mês, também foram apreendidos 251 kg de pesca considerada ilegal e 56 animais em poder de traficantes. Os agentes ainda prenderam duas pessoas por porte ilegal de arma.
ACERTANDO A MÃO
O diretor Andrucha Waddington, que está lançando a comédia “Os Penetras 2”, diz que chegou a ter preconceito com o gênero. “Tive certa dificuldade. Até o lançamento [do primeiro filme da franquia, em 2012] eu só havia feito dramas. E achava que, se errasse a mão, poderia ficar um filme bobo, o que na verdade refletia certo preconceito”, diz o diretor de longas como “Lope” e “Casa de Areia”.
DO RIO PRA NY
Um vídeo do artista carioca Alexandre Mazza será exibido nos telões da Times Square, em Nova York, em março do ano que vem. Chamada “Se For pra Ser Amor, Que Marque a Ama”, a obra foi escolhida após Mazza ganhar um prêmio em um concurso do festival americano Moving Image. Em agosto do ano passado, personagens da dupla paulistana OsGemeos foram mostrados no local, que é cartão-postal da cidade.
PROGRAMA ERUDITO
O maestro Renato Misiuk (à esq.), a soprano Carmen Monarcha e o tenor Thiago Arancam gravaram uma apresentação de ópera para o “Domingão do Faustão” que vai ao ar na Globo no domingo de Natal.
O trio tem o projeto de levar a música erudita a programas populares e quer repetir o número em outros canais. Eles saíram animados do palco, com os aplausos da plateia.
Carmen, que é uma das solistas do conjunto do violinista holandês André Rieu, e Arancam, que acaba de participar da montagem de “Fosca” no Theatro Municipal de SP, se juntaram na apresentação ao Allegro Coral & Orquestra, sob a regência de Misiuk.

Mônica Bergamo
Jornalista, assina coluna com informações sobre diversas áreas, entre elas, política, moda e coluna social.
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com