DE UM A DEZ

O presidente Michel Temer segue avaliando nomes para o Ministério da Justiça. Nos dois últimos dias, em conversas em seu gabinete e em SP, o presidente afirmou estar sensível ao pleito de parlamentares de Minas Gerais, que querem indicar um conterrâneo para o cargo com o argumento de que o Estado está mal representado no governo.
QUEIJO MINAS
Temer fez elogios a um mineiro, Carlos Velloso, 81, ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) que até o senador Aécio Neves (PSDB-MG) já tinha indicado para o cargo ainda quando o governo era interino. Mas há dúvidas se ele suportaria um “fardo tão pesado”, nas palavras de um conselheiro de Temer.
QUEIJO MINAS 2
Parlamentares mineiros indicaram um colega, o deputado Rodrigo Pacheco, do PMDB, para o cargo.
MAIS UM
No meio da semana, Temer disse que a escolha seria “pessoal” e consultou líderes de partido sobre o nome do advogado Antonio Cláudio Mariz de Oliveira, seu amigo de velha data.
TEORIAS MARGINAIS
O estudo apresentado pela gestão João Doria ao Ministério Público para justificar o aumento de velocidade das marginais foi feito no ano passado por um consultor particular, e não pela CET (Companhia de Engenharia de Tráfego). O órgão apenas avalizou o documento em janeiro, quando já era subordinado à atual gestão.
FAZ-TUDO
O consultor contratado foi o engenheiro Sebastião Ricardo, posteriormente nomeado diretor de planejamento da CET por Doria. Essa é justamente a área que valida estudos. Ou seja, funcionários chefiados por Ricardo estiveram entre os responsáveis por aprovar o projeto que ele mesmo havia elaborado quando estava fora do órgão.
SINAL VERMELHO
O documento recebeu críticas de especialistas como o engenheiro Sergio Ejzenberg, que inclusive foi contra a decisão de Fernando Haddad de reduzir as velocidades.
NA LINHA
Em nota, a CET diz que a atuação de Sebastião Ricardo foi regular e que é natural que especialistas que ajudaram na transição ocupem cargos no governo. Afirma que a validação do estudo contou com a participação de 37 técnicos e foi assinada por outros dirigentes da CET. E defende a metodologia do estudo, que “consta nos mais variados relatórios de órgãos internacionais”.
VASSOURINHA
O empresário Marcos Arbaitman confirmou ao prefeito João Doria sua presença no mutirão de limpeza marcado para este sábado (11) nas avenidas São Luís e Ipiranga, no centro. Arbaitman, que também é do Conselho Municipal de Gestão do Turismo, bancou a revitalização de canteiros na São Luís e tem planos de patrocinar a reforma da praça Dom José Gaspar.
ESTÁ SÓ COMEÇANDO
A empresária Ana de Sá, o estilista Alexandre Won e a publicitária Duda Derani estiveram no ensaio para o Carnaval do bloco Gueri-Gueri, na quarta (8), no Traço de União. O advogado Joel Thomaz Bastos, a arquiteta Daniela Kurc e a empresária Aninha Gonzalez também passaram por lá.

O cônsul-geral de Portugal em São Paulo, Paulo Lourenço, e sua mulher, Mafalda, receberam na terça (7) o prefeito João Doria em jantar nos Jardins. Também compareceram o secretário municipal de Relações Internacionais, Julio Serson, o empresário Miguel Setas, o embaixador Affonso Massot e o advogado Fernando Prado Ferreira.

Mônica Bergamo
Jornalista, assina coluna com informações sobre diversas áreas, entre elas, política, moda e coluna social.
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com