Home Colunistas Memórias & Fatos Italiano na presidência da Casa

Italiano na presidência da Casa

FBMD01000ac2030000c40d0000271e000023210000f22200002d32000007470000d0490000a54e0000f6510000567f0000

Na última sessão que encerrou o ano legislativo de Penha, o vereador Everaldo Dal Posso – o popular Italiano – foi eleito por unanimidade presidente da Câmara Municipal para o ano de 2019. Ele foi o vereador mais votado e faz jus ao seu trabalho que é abrangente em todo o município. Sua popularidade é notória e observa-se que ele continua atuando como se ainda fosse candidato. A partir do dia 3 de janeiro ele promete estar de plantão na Casa do Povo em dois expedientes – pela manhã e à tarde, atendendo os munícipes em suas reivindicações. Italiano é incansável. Os trabalhos legislativos para o novo ano começam no dia 17 de janeiro. Italiano atua no Parque Beto Carrero World, desde o seu começo, no papel do Rei Leandro III do Teatro Scalibur.
Paranaense do interior, é pessoa de hábitos simples, percorre o município quase sempre a pé, sentindo de perto os problemas da comunidade. Tem acesso em todos os lares sendo amigo de todas as famílias. Há 27 anos mora na Penha, tendo grande amor pelo lugar que o acolheu. Reside em Armação, mas seu reduto eleitoral é todo o município. Pode ser em São Nicolau, São Cristóvão ou Santa Lídia; Cohab, Nossa Senhora de Fátima, Mariscal ou Centro; Gravatá, Prainha de São Miguel ou Vila Olaria; Armação, Praia Grande ou Praia de Armação, ele é presença marcante. No seu papel de Rei Leandro III, ele abrilhanta festa infantil, aniversário e outros eventos. Pelo Natal se veste de Papai Noel e visita as famílias. Everaldo Dal Posso é amigo de todos e tem participação ativa nos meios sociais, políticos e esportivos do município de Penha. Em qualquer lugar que tenha gente reunida ele chega e cumprimenta um a um. Que Deus o conserve sempre assim e lhe dê muita saúde, serenidade e vida para continuar praticando tanto bem.

Memórias & Fatos
Cláudio Bersi de Souza é um escritor, romancista, historiador e cronista brasileiro. Considerado o mais prolífico autor de Penha, Bersi começou a publicar nos anos 1980, após uma carreira como marinheiro em embarcações pesqueiras. Seu primeiro livro foi lançado em 1984, "Um beijo na Tempestade". A esses se seguiram "Uma Luz na Solidão" (1988), "Muralhas de Água" (1992), "Penha: A história para Todos" (1995), "Pirajá" (1999) e "Piçarras de Todos os Tempos" (2000).
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com