A vida pela vida

O empresário Paulo Puc Hering e o cartunista CAO Hering logo saberão de quem eu vou falar. Quem dedicou a vida pela vida dos seus pacientes foi o Dr. Paulo Mayerle, popularmente conhecido, como Dr. Maya. Tio Paulo assim era chamado carinhosamente pelos irmãos Hering – o amigo número um de seu pai Bernardo Hering. O médico Dr. Paulo Pedro Mayerle é natural de Joinville, mas foi exercer suas atividades em Blumenau integrando o corpo Clínico do Hospital Santa Isabel quando ali começou em 1940. Durante sua trajetória passou por todos os postos chegando à direção daquele nosocômio. Embora clínico geral, sua especialidade era cirurgia, fazendo verdadeiros milagres naquela época em que a medicina não dispunha dos recursos tecnológicos que existem hoje. Dr. Maya trabalhou 57 anos no Hospital Santa Isabel, terminando sua trajetória em 1997 ao findar ali seus dias. Quando manifestei a ideia de escrever sua biografia, recebi apoio irrestrito de todos os seus colegas médicos, especialmente do Dr. Luiz Carlos Lins que muito me auxiliou nas informações sobre a vida profissional do Dr. Maya. Ele esquecia de si mesmo e da família para dedicar-se ao atendimento no hospital. Assim escrevi o livro DR. MAYERLE – A VIDA PELA VIDA. O lançamento foi no Tabajara Tênis Clube, em Blumenau. Uma grandiosa festa promovida pelo Corpo Clínico do Hospital Santa Isabel sob a direção do médico Dr. Orlando Praum. A título de apresentação e prefácio participaram do livro: Cao Hering, Dr. Walmor Erwin Belz, Dr. Joarez Nogara e Dr. Luiz Carlos Lins.
Armação de Itapocorói foi a primeira praia preferida dos blumenauenses. Historicamente sabe-se que o primeiro turista que construiu casa de veraneio ali foi o senhor Paul Hering, em 1920. Em parceria com Bernardo Hering, sobrinho do pioneiro, o Dr. Paulo Mayerle, no começo da década de 1950 passou a ser veranista com casa própria em Armação. Conhecia todos os pescadores locais e os visitava espontaneamente nos dias de descanso. Ganhava muito peixe e camarão em reconhecimento à terna atenção que dava a todos. Dona Ingrid, a amável companheira, era muito simpática às pessoas amigas de seu marido. Os filhos Daniela e Fernando divertiam-se no mar e nas areias de Armação. Dr. Mayerle um homem que não se repete.

Memórias & Fatos
Cláudio Bersi de Souza é um escritor, romancista, historiador e cronista brasileiro. Considerado o mais prolífico autor de Penha, Bersi começou a publicar nos anos 1980, após uma carreira como marinheiro em embarcações pesqueiras. Seu primeiro livro foi lançado em 1984, "Um beijo na Tempestade". A esses se seguiram "Uma Luz na Solidão" (1988), "Muralhas de Água" (1992), "Penha: A história para Todos" (1995), "Pirajá" (1999) e "Piçarras de Todos os Tempos" (2000).
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com