Home Colunistas Coluna Existir e Resistir Novembro, falando de consciência negra

Novembro, falando de consciência negra

Novembro, falando de consciência negra
Ter consciência negra significa que somos diferentes, temos mais melanina na pele, cabelos crespos, lábios grossos e nariz achatado! Ter Consciência Negra significa que ser negro não é defeito!
Ter Consciência Negra significa que somos discriminados duas vezes, porque somos pobres e porque somos negros e quando mulheres ainda mais uma vez por sermos mulheres negras.
Ter Consciência Negra significa compreender que não se trata de passar da posição de exploradas e exploradores e sim lutar junto com os demais oprimidos para fundar uma sociedade sem explorados e exploradores.
Uma sociedade onde todas tenhamos na prática iguais direitos e deveres.
Ter Consciência Negra significa sobretudo sentir a emoção que vem de choque em nosso peito, da tristeza de tanto sofrer, com o desejo térreo de alcançar a igualdade para que se faça justiça ao nosso povo.
Ter consciência Negra significa compreender que para ter consciência negra, não basta ser negro e sim que além disso tenha necessidade de lutar pelo nosso povo que poucas vezes foram marcados pelo sofrimento.
E só assim haverá um povo, um rosto, haverá uma identidade.
Conceição Pereira – Setorial de Cultura Afro
Brechtiana – Nei Lopes
Primeiro,
Eles usurparam a matemática
A medicina, a arquitetura
A filosofia, a religiosidade, a arte
Dizendo tê-las criado
À sua imagem e semelhança.
Depois,
Eles separaram faraós e pirâmides
Do contexto africano –
Pois africanos não seriam capazes
De tanto inventiva e tanto avanço.
Não satisfeitos, disseram
Que nossos ancestrais tinham vindo de longe
De uma Ásia estranha
Para invadir a África
Desalojar os autóctones
Bosquímanos e hotentotes.
E escreveram a História a seu modo.
Chamando nações de “tribos”
Reis de “régulos”
Línguas de “dialetos”.
Aí,
Lançaram a culpa na escravidão
Na ambição das próprias vítimas
E debitaram o racismo
Na nossa pobre conta.
Então,
Reservaram para nós
Os lugares mais sórdidos
As ocupações mais degradantes
Os papéis mais sujos
E nos disseram:
– Riam! Dancem! Toquem!
Cantem! Corram! Joguem!
E nós rimos, dançamos, tocamos
Cantamos, corremos, jogamos.
Agora, chega!

(Poétnica, p. 31-32) Literafro

Novembro, falando de consciência negraTer consciência negra significa que somos diferentes, temos mais melanina na pele, cabelos crespos, lábios grossos e nariz achatado! Ter Consciência Negra significa que ser negro não é defeito!Ter Consciência Negra significa que somos discriminados duas vezes, porque somos pobres e porque somos negros e quando mulheres ainda mais uma vez por sermos mulh[...]Assine o Diarinho
Conteúdo ilimitado do site por apenas
R$ 0,53 por dia no plano anual.
Se já possui cadastro ou é assinante faça o login
Acesso a 10 matérias por mês.
Faça o cadastro e tenha acesso a
10 matérias por mês.
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com