Home Colunistas Coluna Roberto Azevedo PSL não saiu da mira de Bolsonaro

PSL não saiu da mira de Bolsonaro

O presidente Jair Bolso­naro não foca o trabalho de seus advogados, lidera­dos pelo competente Admar Gonzaga, ex-ministro do TSE e de família catarinense, na recuperação dos fundos Par­tidário e Eleitoral ou no tem­po de rádio e TV, quando da cisão do grupo político e o PSL. O próprio Admar Gonzaga explica que, neste momento, o assunto não faz parte do “mais alto nível de preocu­pação” dos que gravitam o presidente e do próprio Bol­sonaro, mas sim a prioridade de provar a falta de transpa­rência da utilização de verba pública por Luciano Bivar e os demais integrantes da cú­pula nacional pesselista.

A ideia, a partir de uma auditoria, é provar que as graves suspeitas de mal uso de recursos consistem em fraude, cuja conclusão será levada ao Ministério Público Eleitoral e ao Tribunal Supe­rior Eleitoral para a devidas providências, explica Gon­zaga.

 O advogado de Bolsona­ro, que o conhece há mais de 28 anos, lembra que, antes de ser presidente da República, os 28 anos de deputado fede­ral foram marcados pela inde­pendência. Gonzaga ponde­ra que, embora tenha sempre recebido o aceno de diretó­rios para concorrer, Bolsona­ro, que ingressará na oitava sigla, nunca precisou dessas estruturas, e o jeito de fazer política diferente ganhou ou­tro viés com a utilização das redes sociais.

A reação

Em Brasília e em Florianó­polis corre solto que Bivar não jogará a toalha tão facilmente e pretende transformar o PSL na sigla mais transparente do país, com a publicação das contas no site da sigla e nas re­des sociais. Bivar, que articu­la a fusão com o DEM e outras siglas, entre elas especula-se o PRTB (do vice Hamilton Mou­rão) para formar um partido ainda maior, contratará uma empresa de compliance para implementar as medidas.

Hiato

Deputados estaduais e fe­derais e vereadores, que pre­tendam concorrer no ano que vem, devem ter cuidado ao se desfiliarem agora com a pers­pectiva de ingressar na Alian­ça Pelo Brasil, o que originaria o pedido de perda do mandato pelo PSL ou por qualquer ou­tro partido. Se der tudo confor­me o esperado, a nova sigla/ movimento de Jair Bolsona­ro, a oitava na carreira políti­ca dele, tem tudo para que o registro junto ao TSE seja con­cedido muito em cima do laço, início de abril do ano que vem, quando também vence o pra­zo para filiações. Aí, estará li­berado para a troca.

Contrassenso

O mesmo presidente Jair Bolsonaro que, volta e meia, critica o voto eletrônico, a urna na realidade, quer co­letar assinaturas, as 500 mil para criar a APB via aplicati­vo de smartphone. Ou seja, para votar não pode, para an­gariar nome, endereço, CPF e número da carteira de identi­dade, vale.

Aliás

Bolsonaro e outros tantos, inclusive na esquerda como no PDT, sempre bateram no voto eletrônico que os elegeu. O presidente cometeu até um deslize ao fazer uma analogia entre a urna eletrônica e o voto na Bolívia, que elegeu o já ex­-presidente Evo Morales, só que no país andino-amazônico o voto é no papel, o que nunca evitou fraude em lugar algum.

Dentro da lei

Muita gente se questionou o porquê do deputado Julio Garcia (PSD), presidente li­cenciado da Assembleia, estar sem motorista quando sofreu o acidente na BR-282, em La­ges, quase em frente à Fazen­da Boqueirão, na última sexta (9). Julio agiu de acordo com a lei e foi a um evento particu­lar, o aniversário de uma das filhas, sem utilizar a estrutura do cargo de chefe do Legisla­tivo ou de deputado.

Além da Oktoberfest

Tem um gosto especial para o ex-ciclista e atleta de muitas conquistas Marcelo Greuel, se­cretário de Turismo e Lazer de Blumenau, divulgar o próximo grande evento nacional a cida­de sediará. É a etapa nacional dos Jogos Escolares da Juven­tude, que será aberta no sába­do, no Galegão, realização do Comitê Olímpico Brasileiro, patrocinado pela Coca-Cola, com parceria do Grupo Globo e da Ajinomoto, e apoio prefei­tura, Fesporte e Ministério da Cidadania.

Bem pertinho

O Ministério da Cidadania também é um dos realizado­res, via Lei de incentivo à Cul­tura, do evento Magia de Natal 2019, que será aberto na vés­pera do feriado da Proclama­ção da República, às 20h, em Blumenau. O espetáculo de lu­zes e cores será na Vila Germâ­nica, vizinha do Ginásio Gale­gão, no Bairro da Velha.

Sem feriado

A nova direção estadual do Partido dos Trabalhadores toma posse nesta sexta (15), isso mesmo, em pleno feriado, no Plenarinho da Assembleia Le­gislativa. Comandada pelo ex­-deputado federal e prefeito de Blumenau Décio Lima, a nova direção realizará a primeira reunião em um evento que co­meça às 9h e tem término pre­visto para as 18h, centrada na eleição de 2020 e na prepara­ção da legenda para o embate de 2022.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com