Home Colunistas Coluna Fato&Comentário Konder Reis: paradigma de homem público

Konder Reis: paradigma de homem público

por  Edison d`Avila – historiador 

Na terça-feira da semana passada, dia 12 de junho, faleceu em Itajaí, sua terra natal, o ex-governador Dr. Antônio Carlos Konder Reis, anos 93 de idade. Seu falecimento consternou toda Santa Catarina e suscitou em todos os quadrantes da terra catarinense manifestações de sentido pesar e de justas homenagens ao político sério e ao administrador público exemplar.
Formado na escola política em que homens públicos faziam da atividade política tão somente e, acima de tudo, uma missão a serviço da causa pública, Konder Reis jamais permitiu servir-se da atividade política para benefícios pessoais.
Élio Gaspari, jornalista e historiador, expendeu sobre ele este elogioso julgamento: “Antônio Carlos Konder Reis, ex-governador de Santa Catarina, é homem de poucos bens e nenhum arranhão biográfico. Difere dos farsantes porque não propala suas virtudes, nem faz política mordendo carcaças alheias. A honestidade não pode ser programa de governo. É um atributo pessoal do político, parte integrante de sua personalidade e de seu projeto.”
Embora politicamente composto com os governos militares, Konder Reis tinha ojeriza à violência e à injustiça. Mais de uma vez, contrapôs-se a atos arbitrários de militares e dos órgãos de segurança. Por exemplo, em 1975, em plena Operação Barriga Verde, forte ação repressora contra adversários do regime militar em Santa Catarina, ao saber que seu conterrâneo Sírio Arnoldo Vicente, presidente do Sindicato dos Bancários de Itajaí, havia sido preso e levado a Curitiba, escreveu carta pessoal ao então presidente Ernesto Geisel, negando que Sírio fosse comunista, afirmando que ele era tão somente um ativo líder sindical. E pedia ao general Geisel que envidasse esforços para que logo fosse posto em liberdade. Sabe-se que Sírio Arnaldo Vicente, à época, militava no MDB, partido adversário de Konder Reis, governador de Santa Catarina.
A vida exemplar do Dr. Antônio Carlos Konder Reis é penhor seguro de que a política é sim uma atividade séria, em que se busca o bem público e nunca os interesses pessoais. Que homens públicos exemplares, incorruptíveis podem existir entre nós, basta que se saiba fazer sempre escolhas democráticas certas, de mulheres e homens sérios, justos, equilibrados, honestos.
Que o Dr. Antônio Carlos Konder Reis seja um paradigma de político e administrador público, neste momento de decisão política que se vai viver!

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com