Home Colunistas Coluna do JC Joceli Responde

Joceli Responde

Secretário Nacional da Pesca, Jorge Seif, estará na leleia, hoje, pra falar sobre a polêmica lei gaúcha das 12 milhas. Ele conversou com o Ministro do STF, Celso de Mello

O vereador Joceli Nazari (Cidadania), em contato com a coluna, se mani­festou sobre as notas de ontem. Joceli afirma que carcou fora da cooperati­va dos médicos e diz que nunca sentou pra con­versar de pertinho com a secretária de Saúde da Dubai brasileira. Leia no Blog do JC – www.diari­nho.com.br/blogdojc.

 Viajou

Acredito que faltou inter­pretação de texto por parte da excelência excelentíssima. Em momento algum foi dito na co­luna que o vereador teria con­versado com a secretária de Saúde. O que a coluna coloca é que apesar de ter ‘saído’ da cooperativa oficialmente, ainda estaria de fato atuando.

Tem

Apesar do vereador negar, teve um processo com dispensa de licitação número 106/2017 de prestação de serviço médi­co emergencial realizado com o município pela cooperativa. Isso foi no dia 1 de dezembro de 2017, com dispensa de licita­ção. Enquanto o mesmo já sen­tava os glúteos na cadeira da casa do povo da Dubai.

Evidente

Deste contrato emergencial de quase 750 mil reales, no fi­nal de 2017, já teriam sido pa­gos 583 mil pra cooperativa dos médicos. Aparentemente, o ve­reador sempre manteve víncu­los com a cooperativa, compro­vado com a nota da prefa de Cunha Porã, onde o parlamen­tar senta na mesa e aparece pra fotos (espie no blog).

Lei proíbe

Aí que mora o problema. Teve um contrato novo em 2017 enquanto Joceli já era ve­reador e com forte ligação com a empresa. Reafirmo. Não é que houve algo errado no ne­gócio em si, o problema é que a lei proíbe essa relação. Sim­ples assim.

Cumprir tabela

O presidente da casa do povo da terra da pedrada e ex­-do tiro ao vereador, Zeca Si­mas (DEM), nas eleições de 2016, colocou a filha e a cunha­da como candidatas pelo De­mocratas para cumprir com o percentual de mulheres. O pro­blema é que a filha e a cunhada não fizeram campanha e nem votaram nelas mesmas. Não tem um mísero voto na urna.

Laranjas?

Os linguarudos de plantão alardeiam que isso foi um ab­surdo e questionam que a dona justa eleitoral tenha deixado passar batido tal situação. Es­sas línguas (Oh, raça!), cace­teiam que seriam candidaturas laranjas. Sério?!

Não estariam

E que se tivessem sido can­celadas por conta dessa supos­ta irregularidade, os vereadores Zeca Simas, Inalda do Carmo e Betinho do Carvão do DEM não estariam com os glúteos nas ca­deiras estofadas na nossa ama­da câmara de Camboriú. Qui coisa, meu povo!

Pesca

Secretário Nacional da Pes­ca, Jorge Seif, estará na leleia, hoje, atendendo convite do de­putado estadual, Felipe Estevão (PSL). Vai relatar aos parlamen­tares sobre a conversa com o ministro Celso de Mello e a po­lêmica lei gaúcha das 12 milhas do Rio Grande do Sul que pre­judica pescadores catarinenses.

Zarparam

O ex-secretário do DEM, Je­fferson Santarém; o ex-verea­dor que não fala com ninguém, Rafa da Padaria, e a Elenice Lana que é irmã da falecido ex-presidente da casa do povo peixeira, Luiz Gonzaga Agos­tinho, entre outras lideranças, deixaram o Democratas. A ale­gação é que o partido perdeu o ideal em Itajaí. O grupo procu­ra outra caminho a seguir.

Comilança e falação

Jefferson e o médico cardio­logista Eriberto fundaram um grupo, sob o lema: “Grupo de poucas palavras que reúne al­gumas lideranças políticas/ci­vis no intuito de organizar jan­tares mensais/bimestrais a fim de promover fraternamente o debate de ideias. Cosalinda!

Misturado

Os regabofes que tiveram a primeira edição no chique­toso endereço do pré-candida­to a vereador, Matheus Prove­si, teriam reunido partidários do Novo, PP, PSL e PSD, en­tre outros menos lembrados. Matheus cedeu o espaço e foi o primeiro a falar. Ele não dei­xaria passar batido, até porque luta pra estar na piramidal no ano que vem. Independente de sigla.

Carta de intenções

Defendem que diferente de outro grupo político na city pei­xeira que, também, anda pro­movendo engordamento, ops, jantares, esse comensais pro­movem pautas, independente­mente de partidos (garantem). Diz que fomentam discussões, com o intuito de escrevinhar uma carta de intenções com reinvindicações pros futuros candidatos a prefeito de Itajaí.

Bateu um rango

Quem bateu um rango no jantar, entre outros, foi o ex-au­ditor fiscal estadual, João Bom Vivan que junto com o médico Eriberto, o empresário Dolor da Silva já estiveram por mais de uma vez em partidos e até em candidaturas a prefeito.

Pé-frio?

Mas, infelizmente, ou são enganados e defenestrados das siglas ou saem desgostosos. A raça da língua frouxa diz que o Vivan e o Eriberto são meio que pé-frio na política. Não emplacam, caceteiam… Arre­da, raça de infelizes, vocês não vão pro céu…

Medir a febre

A eleição para o conselho tutelar no próximo domingo deve medir a febre entre situa­ção e oposição nas citys da re­gião. Desde que me conheço por gente que a disputa pra um cargo no conselheiro tutelar é quase que uma prévia da elei­ção municipal. Até porque os candidatos têm apoio de polí­ticos e siglas. Além dos conse­lheiros serem candidatos a ve­reador. E num é?

JC
JC é colunista político do Diarinho, o jornal que todo mundo lê, até quem diz que não. A missão do socadinho escriba é disseminar a discórdia, provocar o tumulto e causar o transtorno, para o bem da coletividade.
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com