Inaceitável

O deputado estadual verdolengo, Ivan Naatz, conversou de pertinho com o presidente do Ibama, Eduardo Bim

“Inaceitável”, essa foi a conclusão da manifestação do deputado e líder do governo, Maurício Eskudlark (PL), quanto a diferença de preço entre a compra do “helicóptero de ouro” doado à PM e o preço pelo qual foi comprado no acordo judicial firmado, entre Ministério Público, construtoras e a prefa da Dubai brasileira. A manifestação de Eskudlark foi no plenário da leleia, terça-feira.

Investigação
O deputado Eskudlark pediu um inquérito para apuração da grave denúncia, publicada inicialmente pelo nosso DIARINHO de cada dia. Após a publicação da reportagem investigativa, o caso ganhou o estado e tem sido noticiado em dezenas de veículos.

Espanto
O deputado salientou o fato da apresentação de apenas um orçamento para a compra do avião de rosca pela PM, então comandada na região pelo Cel. Evaldo Hoffmann. Ele comentou o espanto de empresários da construção civil que fizeram o repasse da grana para a compra da aeronave.

Vai longe
Ao que tudo indica, a investigação sobre o ocorrido é inevitável. O assunto já bateu na porta do governo do Estado, que é cliente da empresa e negocia somas vultuosas nos últimos anos. A empresa Helisul, que comprou e vendeu a aeronave, deve, pelo menos, explicações sobre a transação, assim como os diretamente envolvidos na indicação da compra, até aqui muito mal explicada. Ai qui dor!

Frota nova
Sobre a nota enviada aos veículos de imprensa pela vereadora Jane Stefenn (Rede), a assessoria do prefeito de Camboriú, Elcio Bisturi Kuhnen (MDB), diz que a vereadora faz “sensacionalismo ao divulgar fotos de veículos que são sucatas e vão à leilão”.

Investiu
Também garante que a atual administração é uma das que mais investiu na renovação da frota. São mais de 30 veículos adquiridos desde 2017. Entre os veículos estão máquinas, tratores, ambulâncias, ônibus, micro-ônibus, motos, carros de passeio, viatura, mini escavadeira hidráulica, caminhões caçambas e carroceria.

Modernosa
Entre as carangas, por exemplo, está uma viatura da defesa Civil impiçada, adquirida com recursos próprios da prefa, que é uma das mais modernas do Estado. É uma caminhonete Ranger 4×4 que conta inclusive com guincho.

Itajaí
Ainda sobre a questão do Transporte público coletivo, a piramidal casa do povo aprovou requerimento do vereador líder dos Progressistas, Fernando Pegorini, que trata sobre a inatividade do conselho municipal de transportes da city peixeira.

Todos concordaram
A base do governo parecia acuada na última sessão com a verdadeira dor de cabeça que estão tendo com a matéria transporte coletivo. E não é por menos, o próprio governo encaminhou para a piramidal casa do povo declaração de que o conselho municipal de transportes está inativo, deixando a base sem qualquer argumentação. Jesuiissssss!

Caceteia
Pegorini caceteia que o governo teria deixado o conselho à deriva há dois anos, e quem sempre definiu os itinerários foi o conselho, deixando o governo de cumprir a lei 2670/91, que foi a que instituiu o conselho municipal.

Debulha
Pegorini ainda debulha que o atual governo descumpre a lei 6.808/2017 que institui o Plamobi que assegura em seu art. 20, inciso IV, o direito dos usuários a participar do planejamento, fiscalização e avaliação da política de mobilidade.

Desespero
Os linguarudos lascam que depois da sacudida que a oposição deu nas últimas semanas, o governo tem de forma desesperada tentado minimizar os estragos mostrando em seguida reunião com equipe da secretaria de Urbanismo e agora com requerimento de inatividade do conselho municipal, lançando até o aplicativo Itajaí decide.

Definindo
O vereador ainda levantou dados com a Labtrans de que na antiga empresa tínhamos 70 itinerários e com atual temos 32, ou seja menos da metade. Uiii. A pergunta que fica no ar é: quem está definindo os itinerários? Meu Pai eterno!

Herbário
É de se começar a dar razão aos diretores do Herbário Barbosa Rodrigues, que fica no centrão de Itajaí, numa casa bonitona que ninguém visita. Isso porque a ameaça de permuta daquele espaço já vai completando uns bons 10 anos, e nem poder público, nem a iniciativa privada fazem nada pra viabilizar economicamente a instituição tão importante para a ciência mundial.

Em 2009
Lá nos idos de 2009 já havia esse papo de vender o terreno e trocar por área construída, e vereadores da época como o futebolista Níkolas Reis (Podemos) e o entisicado e irrequieto Luiz Carlos Pissetti (PSB) se posicionaram contra.

Intervenção
Na época a dupla pediu a intervenção do município e a criação de programas que pudessem garantir uma graninha pra instituição, em troca da preservação do patrimônio arquitetônico e da utilização do Herbário pela comunidade, especialmente pela molecada do ensino fundamental. O socadinho escriba, também, se mostrou contrário.

Centenário
Mas chegado o ano do centenário do nascimento do Padre Raulino Reitz, fundador do Herbário, e que vai acontecer agora no dia 19 desse mês de setembro, nada de ninguém se coçar para envolver o Herbário que está ali desde 1942 com a comunidade, através de convênios ou outras ações do tipo.

Falta dindim
Nem nos projetos de revitalização do centro apresentados pela prefa peixeira, que incluem a avenida Marcos Konder, o casarão está inserido. O Herbário sobrevive aos trancos e barrancos pelo esforço dos abnegados. Instituição cuja importância do acervo e a publicação de uma das revistas científicas mais importantes do mundo na área da botânica, precisa ter uma solução.

Sobreviver
Aquele pessoal precisa sobreviver, então esse escriba que era e ainda é contra a venda daquele espaço, hoje, no entanto, compreende as razões explanadas da turma. Se é pra escolher, que sobreviva a instituição.

Agora…
Os linguarudos de plantão assopram sobre quatro milhões de reais de compensação pela construção da fábrica da BMW em Araquari, que estariam depositados em uma conta só rendendo juros e, que seria revertida ao Morro do Baú que foi criado pelo padre Raulino e que pertence ao Herbário. Já faz seis anos. Essa dinheirama pode ser usada pra revitalizar e manter a instituição. Ou não?

“Gritando muito e trabalhando pouco”
O ex-prefeito de Itapema, Rodrigo Bolinha (PSDB), em contato com o socadinho escriba diz que é pré-candidato a prefeito e que fez 44% dos votos no último pleito. Diz que tem refletido e observado o governo da prefeita Nilza Simas (PSD), “gritando muito e trabalhado pouco” e que é um “Governo Fake News”. Bolinha diz que faltam ações e políticas públicas. Eitcha!

Articulação com Governo Federal
O deputado estadual verdolengo, Ivan Naatz, tá participando de uma reunião de integração entre as comissões de Meio Ambiente e Turismo da Alesc e da Assembleia do Amazonas, em Manaus. Ivan se encontrou com o ministro da Casa Civil da Presidência da República, Onyx Lorenzoni, que lidera uma comitiva presidencial à Amazônia para discutir o combate ao desmatamento e às queimadas ilegais.

JC
JC é colunista político do Diarinho, o jornal que todo mundo lê, até quem diz que não. A missão do socadinho escriba é disseminar a discórdia, provocar o tumulto e causar o transtorno, para o bem da coletividade.
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com