Entrevistão

O tradicional Entrevistão da edição do finde do nosso DIARINHO de todos os dias é com o pré-candidato a prefeito do PMDB peixeiro, o barbudinho Volnei Morastoni. Os pré-candidatos, João Paulo Tavares Bastos Gama (PP) e Anna Carolina (PSDB), já foram sabatinados. Vale uma bizolhada.

Judas?
Há quem diga que na política de Itajaí, existem Pôncio Pilatos e Judas. Quem será o Judas que teria se vendido por trinta moedas de ouro? É bom lembrar a celebre frase: “A politica ama a traição, mas não perdoa os traidores…”

Bombardeiro
Parece que um bombardeiro da força aérea sobrevoou Piçarras. Vários os estragos na ex-capital do Jet Sky. Um deles foi à convenção do PRB que apoia o prefeito Leonel “Viajão” Martins. São muitas brigas na agremiação que está rachada.

Num quer
A maioria seria contra o prefeito e a coisa parou na delegacia e culminou na interrupção da convenção no dia 26. O maior desafeto de Leonel, o ex-tucano professor Francisco, atualmente no PRB, não quer parceria com o PSDB aqui e nem na China.

Explosões
Uma bomba a paralisação da obra de acesso ao bairro Conceição, em Piçarras. Promessa de campanha do prefeito Leonel Martins, o trabalho iniciado há dias foi interrompido pela dona Justa da capital do tecido e da pronta-entrega, Brusque.

Povo sofre
Para a promotoria, as licitações vencidas em Santa Catarina pelas empresas: Múltiplos e Triangulo Engenharia são suspeitas de fraude. Castigados, os moradores reclamam que se a obra tivesse começado ano passado, ou antes, haveria tempo suficiente para sanar problemas como este. E o povo sofre…

Bomba humana
O PSD do vice-prefeito piçarrense Flávio Tironi estaria em alerta. A condenação do seu ex-presidente da Câmara, Sergio Luiz Maia, há 76 anos em regime fechado e seu filho há 38 anos, teria deixado gente do governo em pavorosa. O medo seria por conta da delação premiada.

Uiii!!!
Os bocudos soltam que Serginho saberia de muita coisa. Poderia dedurar muito grandão do governo da ex-capital do Jet Sky para aliviar sua pena. A força tarefa situacionista estaria tratando o caso com delicadeza. A sentença saiu esta semana (quarta).

Ai, ai, ai que dor!
Linguarudos de plantão detonam que uma delação premiada de um empresário em um ruidoso processo na dona Justa, pode atingir em cheio um pré-candidato a prefeito da região. Depende da analise do promotor e do vazar do perrengue.

Ritmo
Enquanto as alianças eleitorais seguem a todo vapor, o pré-candidato da Maravilha, Fabrício Oliveira (PSB), segue em ritmo olímpico na passagem pelos bairros. Fabrício já percorreu sete dos 14 bairros da city praiana. Só nesta semana foram três bairros a receber a visita da equipe das “Novas Ideais”, Nações, Nova Esperança e Estaleirinho.

Corrida
A equipe das Novas Ideias já passou por mais de oito mil casas, levantando inclusive as demandas locais de cada região da cidade, se quiserem alcançar o Fabrício vão ter que correr, literalmente. Diz um puxa de plantão, que até tradutor em Libras (Língua Brasileira de Sinais), tem participado de todos os eventos públicos do Fabrício, fazendo a palavra “inclusão”, valer na prática e na teoria.

Equipamentos
O governador com cara de padreco, Raimundo Colombo (PSD), acompanhado do secretário de Estado do Turismo, Cultura e Esporte, Filipe Mello, visitou nesta sexta-feira, as obras do Centro de Eventos da Maravilha do Atlântico.

Estrebuchou
Na oportunidade, autorizou mais R$ 23 milhões para licitar a compra de equipamentos, mobiliário e climatização. O espaço recebeu investimentos dos governos federal, estadual e municipal, até o momento, no valor de R$ 89 milhões e está previsto para atender a população a partir de 2017.

Turismo
Colombo destacou que 12% do PIB em Santa Catarina vêm do turismo e para manter a atividade é importante desenvolver algumas estratégias. “O nosso processo de desenvolvimento do turismo precisa necessariamente investir na baixa temporada. E esse centro de eventos vai permitir que o Estado seja sede de eventos de grande porte, já que será o maior do Sul do Brasil. Vai ter um impacto muito positivo na economia da região e sobretudo no potencial turístico melhor aproveitado”.

JC
JC é colunista político do Diarinho, o jornal que todo mundo lê, até quem diz que não. A missão do socadinho escriba é disseminar a discórdia, provocar o tumulto e causar o transtorno, para o bem da coletividade.
Compartilhe: