Home Colunistas Coluna do JC Distribuição de remédios

Distribuição de remédios

O prefeito barbudinho, Volnei Morastoni, acompanhou o primeiro dia de distribuição de ivermectina no Centro de Eventos. Mais de três mil foram atrás do medicamento

Pedindo voto
Integrantes do Podemos da Dubai Maravilha entraram com ação contra o ex-prefeito, Edson Periquito (MDB), que nas redes sociais anda pedindo voto antecipadamente para o próximo pleito. Pirica, que agora tem programa no feicebuque, tem falado mais do que deve.

Na justa
Por conta disso, o ex-prefeito Pirica vai ter que dar explicações sobre a ação. Os fabricistas que entraram com ação são cargos comissionados da prefa. Veni Monteiro, atual presidente do Phodemos, ops, Podemos, Giovan Maciel, e o advogado Nilson Bittencourt.
Bateram boca
Ontem, numa rádio da city praiana, Nilson e o advogado de Periquito, Eduardo Ribeiro, bateram boca acerca da ação. Segundo Eduardo, Pirica estava pedindo votos para deputado, mesmo tendo eleição para prefeito neste ano…
Tom alto
O advogado Nilson Bittencourt, afirma, categoricamente, que a Ata Notarial da ação mostra Periquito pedinchando votos de maneira antecipada para a eleição para prefeito. A briga jurídica na Dubai neste ano promete ser quente.
Foi mas nunca foi
Outra entrevista que surpreendeu na Dubai foi a do ex-comandante da PM local, agora da PRE, Evaldo Hoffmann. Evaldo disse ao repórter que nunca foi candidato a prefeito. Ué? Como é que É? Até poucos dias atrás Evaldo figurava e dava entrevistas como pré-candidato…
Correu
Nas ruas estreitas do centrão da praia mais polêmica do sul do mundo, a fala de Evaldo caiu como piada. O ex-comandante ainda disse que tava magoado porque foi “saído” do comando do batalhão local e jogado pra Floripa, ficando inviável assim a sua candidatura. Outra coisa foi a dona patroa que teria proibido de concorrer ao pleito.
Então tá né?
Após denúncias pelo presidente do Progressistas peixeiro, o polido João Paulo Tavares de que o ex-presidente da sigla, vereador entisicado Fernando Pegorini teria deixado dívida milionária para sigla e já comprovado com documentação farta que não passavam de inverdades a notícia ainda rende…
Narrados
Depois de exposta a verdade sobre os fatos, progressistas se reuniram on-line, na noite da última segunda-feira, com intuito de discutir os fatos que foram narrados pela coluna, com manifestação do agora presidente do PSL peixeiro.
Água bateu na bunda
Acontece que a fala infeliz de João Paulo na coluna, na última sexta-feira, tem repercutido muito mal. Estão vindo assuntos para incomodar os progressistas como avalanche, como por exemplo a empresa Duna Produções.
Não poderão
A Duna voltou a cobrar judicialmente a dívida de campanha de 2016 por João Paulo, e caso não seja honrado o pagamento até a data de homologação de candidaturas, os candidatos a vereador e à majoritária do Partido Progressista não poderão se candidatar nas eleições de 2020. Ai, ai, ai que dor!
Pedágio
Na mesma reunião o polido João Paulo cobrou dos pré-candidatos um pedágio de 100 (cem reais mensais), pasmem, para pagar a sua dívida de campanha de 2016 se quiser ser candidato…Meu Pai eterno!
Cabreiros
Essa atitude foi o que levou muito pré-candidato a ficar insatisfeito e cabreiro na reunião do Progressistas peixeiro. Oh dor… Para aqueles que continuam alfinetando que a dívida não foi herdada da campanha de João Paulo e que a coluna tá trazendo inverdades, segue documento na íntegra que está publicado no blog.
Prazo
O vereador galo da barra, Asinil Medeiros (PL), escapou da cassação na casa do povo da Dubai Maravilha, porque a comissão de ética, que nunca fez nada, perdeu o prazo para abrir o processo de cassação no plenário. A denúncia contra Medeiros acabou arquivada.
Passaram a mão
Dois vereadores do mesmo partido do vereador Asinil votam na comissão: Pedro Francez que queria mais prazo e Juliethe Nitz, que votou pela absolvição do colega, condenado na dona justa por mais de dois anos de prisão, em regime aberto, por venda de alteração no plano diretor da city praiana. O vereador Elizeu Pereira (MDB) também votou pela absolvição do galo, digo, do colega.
Legal
Incrível que a casa do povo da Dubai ficou fechada por algum tempo e teria que ter o prazo ampliado da comissão para apresentar a bronca, ops, denúncia ao plenário, mas preferiram o arquivamento, segundo entendimento jurídico do legislativo.
De leve
O entendimento foi seguido pelo presidente Omar Tomalih (Podemos) que já privilegiou, digo, protegeu o colega Moacir Schimdt (PSDB), de ser cassado, ao não permitir que a denúncia fosse lida em plenário, dentro do prazo legal. O corporativismo impera na casa do povo, vamos ver se o eleitor também vai absolver ou condenar essa turma nas urnas.
Amadores…
Muita gente baixou a cabeça em uma reunião política peixeira, ontem, quando o ex-vereador e eterna biruta de aeroporto, Tito Arruda, ficou sabendo que alguns afirmaram que não liam o nosso DIARINHO de todos os dias. Tito comprou seis exemplares e levou pra reunião, lascando que quem que fazer, entender e realizar na política, tem que ler o jornal e a coluna deste pançudo bocudo. Merci pela parte que nos toca.

JC
JC é colunista político do Diarinho, o jornal que todo mundo lê, até quem diz que não. A missão do socadinho escriba é disseminar a discórdia, provocar o tumulto e causar o transtorno, para o bem da coletividade.
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com