Home Colunistas Coluna do Janio Péssimos resultados

Péssimos resultados

Não há dúvidas que a nossa região tem muitos garotos promissores no futebol. Porém, o começo de competição estadual para os clubes de Itajaí e Camboriú tem sido de péssimos resultados. Nesta temporada a Federação Catarinense de Futebol tornou obrigatórias disputas das categorias sub-17 (juvenil) e sub-15 (infantil), retirando do calendário o Estadual sub-20, o que escancarou a dificuldade de preparar os garotos mais novos de três clubes profissionais da região. É claro que nestas categorias os resultados são o que menos importa, mas ainda assim servem de termômetro para o trabalho desenvolvido. Para equipes que pensam a médio e longo prazo, o sub-15 e o sub-17 são fundamentais.

Marcílio leva de 10
Neste final de semana, o sub-17 do Marcílio Dias chegou ao cúmulo de levar 10 a 0 do Tubarão, fora de casa, pela Série B. Já o sub-15 foi ao Sul do Estado e sofreu uma goleada de 4 a 1. No caso do Marinheiro, o principal agravante é a falta de planejamento da sua diretoria, que montou uma equipe sub-20 recheada de jogadores de fora para a Copa SC. Está gastando dinheiro sem necessidade, e deixou de lado as bases inferiores. Os times foram montados às pressas para competir, o que isenta professores e atletas de culpa nas derrotas. Porém, o Marcílio é o grande clube desta Série B, tem uma camisa de peso e não pode ser humilhado desta forma.

Denunciado no TJD
O Marcílio Dias já foi denunciado no TJD por não ter inscrito 23 jogadores do sub-15 antes do início da competição. O julgamento será nesta terça-feira, na FCF. Na Copa SC, pela mesma irregularidade, o clube recebeu multa de R$ 2200.

Litoral/Barroso muito mal
As goleadas nas competições da FCF não são exclusividade do Marinheiro. O Litoral/Barroso, que tem despontado como uma equipe organizada e planejada, já levou duas goleadas no sub-17: 6 a 0 para o Hercílio Luz e 7 a 0 para o Barra. No sub-15 os resultados são parecidos: 6 a 0 para o Hercílio e 5 a 0 para o Barra. Recentemente o clube anunciou uma parceria com o Coritiba para implantar métodos da base paranaense com seus atletas, além de inaugurar a R9 Academy em sua estrutura. Enquanto isso, os times montados com garotos da região e que estavam treinando há algum tempo não conseguiram bons resultados.

Camboriú com dificuldades
O Camboriú sempre se orgulhou do seu trabalho de base. Porém, neste ano, os resultados no sub-15 e sub-17 são ruins. Jogando no Catarinense da Série A, o que torna o nível muito mais alto, o Tricolor da Baixada também não tem imposto dificuldades aos adversários. No infantil foram derrotas para Metropolitano (4 a 2), Chapecoense (4 a 2) e Avaí (6 a 1). No juvenil, um empate em 0 a 0 contra o Metrô e duas derrotas por goleada: 6 a 0 para a Chape e 5 a 0 para o Avaí.

Coluna do Janio
Coordenador de esportes da Rádio Univali na empresa Universidade do Vale do Itajaí.
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com