Home Colunistas Coluna do Janio Começou a reação

Começou a reação

Começou a reação
Diante do fraquíssimo Porto, o Marcílio Dias não precisou fazer grandes esforços para golear por 5 a 0 na noite de sábado. Mesmo que o adversário não tenha apresentado resistência (isso que o Porto jogou mais de um tempo com um jogador a mais) o rubro-anil mostrou que agora tem time para chegar entre os dois primeiros. Com exceção de Neguete, que foi infantil ao ser expulso com o placar já em 3 a 0, todo o time atuou muito bem. Destaque para Tony, autor de três gols, que apresentou um futebol bastante evoluído em relação a sua passagem pelo Cílio em 2013, quando era um dos artilheiros daquele time.

Grande jogo em Brusque
Quem foi a Brusque na tarde de sábado viu um grande jogo entre Barra e Barroso. O empate em 1 a 1 manteve a liderança para o time de Itajaí. Mesmo com o gramado em péssimas condições, as duas equipes mostraram boa qualidade técnica e tática. O Barroso saiu atrás no placar, mas depois do belíssimo gol de João Leandro, teve chances até para virar a partida. Ainda assim, o ponto somado na casa de um adversário direto pelo acesso é para ser comemorado pelo time do técnico Renê Marques.

Itajaí campeã do returno
O Atlético Itajaí foi a Imbituba na manhã de domingo e não deu chances aos donos da casa, vencendo por 3 a 1 e garantido o título do returno da Série C. Com isso, a equipe itajaiense vai para a decisão da competição contra o Fluminense de Joinville. O campeão ganha uma vaga na Série B do próximo ano. As partidas devem ocorrer nos dois próximos finais de semana, com o primeiro jogo com mando do Atlético Itajaí.

Marcílio Dias fora do Profut
Na última sexta-feira o presidente do Marcílio Dias, José Carlos dos Santos, deu entrevista à rádio Univali FM comemorando a adesão do Marinheiro ao Profut. Porém, infelizmente, a informação repassada pelo presidente está equivocada. O clube tinha até o dia 29 de julho para efetuar o pagamento da primeira parcela do financiamento da sua dívida com os descontos oferecidos pela União, mas não conseguiu. O pagamento da parcela – algo em torno de R$ 11 mil – só aconteceu mais de uma semana depois do prazo.

Falha desta diretoria
De acordo com o diretor da Receita Federal em Itajaí, José Faustino Pereira dos Santos, o pagamento até o dia 29 era requisito da Lei para qualquer clube do Brasil pleitear a adesão ao Profut (restando ainda a verificação da documentação para que o certificado seja emitido). Como pagou fora do prazo, o Marinheiro terá que pedir a restituição, mas também corre o risco que o valor seja abatido das dívidas do rubro-anil, sem qualquer desconto ou benefício. Outra saída é esperar que um novo prazo seja aberto para adesões ao Profut (o que pode não acontecer). Foram quatro meses para se inscrever no programa do Governo Federal e a diretoria do Marcílio Dias, mais uma vez, falhou. É lamentável.

Coluna do Janio
Coordenador de esportes da Rádio Univali na empresa Universidade do Vale do Itajaí.
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com