Tá citado

Tá citado
“Certifico que nesta data, o Sr. Claudir Maciel (…) compareceu perante este cartório sendo então CITADO…”. Incrível, mas é verdade. O ex-vereador enviou a imagem de sua visita ao fórum para ser citado no processo iniciado com a Operação 30 Graus. Agora falta só o cara da frase “tenho um negocinho bom”. Fácil de achar.

Aproveita
Vi uma foto, aqueles selfies tradicionais de políticos, marcando a entrega de uma grana para o Dona Ruth, uma emenda parlamentar do deputado Marco Tebaldi de um milhão de reais. Aproveitem os sorrisos para com essa grande substituir aquelas bandeiras que estão um trapo só e substituir todas as 27 luminárias queimadas.

Toma jeito!
As atitudes do presidente da Câmara de BC só nos dá uma certeza. Ele não será reeleito. Sem jogo de cintura para negociar, o guloso quer tudo prá si. Nomeou os primeiros escalões e ainda colocou os bagrões nas comissões para receber um extrazinho. Este pagamento é irregular conforme o decreto 7714, de 2015. Ou seja, eles podem participar de comissões, mas não receber. Robertinho teria sido alertado pela corregedoria da Câmara, mas teria feiro vista grossa. Taca o pau.

Guloso
A Câmara licitou a terceirização das recepcionistas. A empresa Orbenk é a vencedora. Eis que a primeira das recepcionistas teria sido encaminhada para o gabinete do presidente, o que seria um desvio do propósito da licitação. Aí Robertinho leva pau na imprensa e reclama que não gostam dele.

Ainda
E as faltas continuam sendo trocadas por bancos de horas… incrível isso.

Estranho
O delegado Osnei Valdir de Oliveira foi transferido do comando do a cidade. A saída do delegado acontece justamente – ou coincidentemente – dias depois de anunciado que a PM armou contra uo episódio que aconteceu em um supermercado da cidade, denunciado por porte ilegal de arma. A denúncia partiu da própria PM, conforme conclusão de inquérito do DIC.

Sem diálogo
A relação entre as polícias em BC permanece a mesma. A PM vive uma crise permanente com a Civil e a GM. Os bastidores fervem e os responsáveis sempre na espreita.

Perdeu
A prefa perdeu uma verba de 120 mil reais do Sebrae por pura babação. A verba seria direcionada para atividades de cinema e teria que ter uma contrapartida da comunidade. Fizeram reunião no teatro, chamaram o prefeito pra foto, levantaram a bola de uma Film Comission que na prática não existe e esqueceram do essencial, ou seja, garantir a verba.

A mais nova…
… ideia do governo manifestada pelo diretor da secretaria de Obras, João Tatá Miguel, é padronizar as cores dos barcos de pesca que adornam nossa avenida Atlântica. Sugiro a cor padrão para essa ideia de jerico: cinza.

Quebrada?
Os próceres do governo vivem dizendo que não tem dinheiro. Não sei se é verdade ou retórica, mas o fato é que agora se manifestam pelo aumento dos impostos. Que falta de originalidade. Começam o governo abanando para uma grande reforma administrativa e acabam o ano falando em aumento de impostos e silenciando sobre alternativas menos antipáticas.

E outra…
… falar agora no décimo mês de governo sobre a herança maldita do ex-governo é um pouco tardio. Quando era para denunciar, no início do governo, o bom mocismo quis que não. Agora soa como desculpa para a incapacidade de gerenciamento da cidade.

Foguetes
Há pessoas que não entenderam a iniciativa da vereadora Juliethe Nitz de propor a proibição da barulheira dos fogos de artifício da virada do ano. Até pessoas esclarecidas que acham que a vereadora poderia ter oferecido uma alternativa. Eu entendi. São fogos sem barulho. Simples. Mas me sugeriram algo mais modernoso que atrairia turistas para a cidade: os hologramas. Quem não conhece, pesquise.

Coluna do Bola
É editor da revista Photos e Imagens e já assinou a coluna Canard, do jornal Página 3.
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com