Home Colunistas Coluna do Cláudio Humberto “Ter essa liberdade de fala é essencial”

“Ter essa liberdade de fala é essencial”

Cláudio Humberto

Deputada estadual Janaína Paschoal, negando candidatura à prefeitura

‘Herói anti-Bolsonaro’
Por ter sido afastado das funções em Fernando de Noronha, José Martins da Silva Júnior, vulgo “Zé Martins”, foi vitimizado por setores da mídia e ambientalistas que se opõem a Jair Bolsonaro, mas não é flor que se cheire. Há sete anos, ele já acumulava 18 denúncias graves na Justiça, envolvendo crimes até de roubos e furtos, mas sempre foi prestigiado nos governos do PT. Porém, para alguns jornais, é o oceanógrafo “transferido contra sua vontade” para o sertão nordestino.

Invasão do alheio
Denúncia contra Zé Martins, investigada pela Polícia Federal, aponta até suposta invasão de casas em Noronha na ausência dos moradores.

ICMBio investiga
Auditoria do Instituto Chico Mendes (ICMBio) também investiga Zé Martins e sua ONG Golfinho Rotador. E o dinheiro público envolvido.

Atitude abusiva
Zé Martins, que agora virou “vítima”, é acusado de agir como se fosse um policial, aplicando abordagens e multas abusivas contra cidadãos.

Estranhas doações
Durante anos, até 2012, empresa de cruzeiros marítimos que parava em Noronha fazia “doações” anuais de R$ 50 mil à ONG de Zé Martins.

Aumento salarial
Deputados e senadores ganham hoje R$ 33,7 mil, mesma remuneração anterior dos ministros do Supremo. Mas, como no STF ganha-se agora R$ 39,3 mil, eles querem o aumento “como manda a Constituição”, segundo alegam. Também lembram que não têm aumento desde 2014. Por isso, foi retomada a articulação para incluir a equiparação na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), com gastos do governo para 2020.

Acima da inflação
Os ministros do Supremo passaram a ganhar R$ 39,3 mil no fim do ano passado, um aumento de 16%. Procurador-geral da República também.

Efeito cascata
Aumentos salariais para ministros do STF geram um efeito cascata, já que os salários dos magistrados das demais instâncias são vinculados.

Impacto
Segundo consultorias da Câmara e Senado em 2018, o impacto anual nas contas públicas deve ser de R$ 4 bilhões com o efeito cascata.

Notícia importante
A inauguração da primeira usina geradora de energia solar flutuante, em Sobradinho (BA), com a presença do presidente Jair Bolsonaro, é uma das notícias mais positivas para o Brasil, nos últimos tempos. Mas dificilmente merecerá o destaque merecido. Por ser notícia positiva.

Rombo diminuiu
Houve redução expressiva de 32,2% do déficit primário, nas contas do governo, segundo o Ministério da Economia O rombo nas contas públicas caiu de R$ 16,4 bilhões em 2018 para R$ 11,5 bilhões.

Ele se sente ‘leve’
Antonio Palocci sai da prisão domiciliar para o regime aberto. Só precisa ficar em casa das 20h e às 7h, durante a semana. Quem o conhece diz que após confessar crimes de corrupção que testemunhou ou dos quais participou com Lula, já não carrega peso na consciência.

Para o que der e vier
O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, reconheça-se, tem coragem de beijar cobra na boca. Ele circula em Brasília sem seguranças, inclusive em restaurantes muito movimentados.

Nada justifica
Para 84% dos participantes de enquete do site Diário do Poder sobre o roubo de mensagens trocadas entre Sérgio Moro e procuradores, “não há justificativa para invasões de celulares de autoridades”.

Cortes na carne
Ex-presidente da Petrobras, Pedro Parente viajou a Brasília só para almoçar na churrascaria Fogo de Chão com o secretário do comércio dos EUA, Wilbur Ross. Parente preside a gigante de alimentos BRF, e deu ao americano uma “aula” sobre os cortes da carne brasileira.

PSB, 72
Ala da UDN, a “Esquerda Democrática” se transformou em Partido Socialista Brasileiro (PSB) há 72 anos, em 6 de agosto de 1947. Naquela época defendia bandeiras bem diferentes, como o divórcio.

Sujo e mal lavado
Tanto a Queiroz Galvão, quanto a Odebrecht, duas das principais figuras da Lava Jato, questionaram a participação da Camargo Corrêa durante o processo de licitação de um trecho do metrô de Salvador.

Pensando bem…
….a área do meio-ambiente, nos governos do PT, era mais poluída do que se imaginava.

PODER SEM PUDOR
Imune a vigarices
A mais manhosa de todas as raposas políticas mineiras, José Maria Alkmin (PSD), certa vez foi abordado por um eleitor assim: “Sabe, deputado, minha mulher acaba de dar à luz e eu não tenho um tostão para pagar o médico nem para comprar umas roupinhas. Aí, eu pensei em procurar o senhor e…”
Alkmin interrompeu a conversa mole: “Meu filho, se você teve nove meses para se preparar e agora está desprevenido, imagine eu, que fiquei sabendo agora…”

Com André Brito e Tiago Vasconcelos
www.diariodopoder.com.br

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com