Home Colunistas Coluna do Cláudio Humberto “Seria um absurdo completo”

“Seria um absurdo completo”

“Seria um absurdo completo”

Cláudio Humberto

Chanceler Ernesto Araújo avalia uma eventual prisão de Juan Guaidó, na Venezuela

‘Caixa-preta’ da Odebrecht
Durante visita ao Brasil, o presidente interino Juan Guaidó deixou clara a intenção de passar a limpo a corrupção da Odebrecht na Venezuela. Ele disse que o seu país foi o segundo com mais obras da empreiteira, atrás apenas do Brasil, e sugeriu “intercâmbio de informações” sobre negociatas da empreiteira. Segundo ele, a Venezuela sofre com corrupção produto do “desmonte do Estado de Direito e os ataques à imprensa e indústria privada”, exceto às empresas ligadas à ditadura.

Bilhões do BNDES
A Odebrecht levou mais de US$ 4 bilhões do BNDES para tocar obras na Venezuela, de linha do metrô de Caracas a irrigação no interior.

Obras inacabadas
Segundo a ONG Transparência Venezuela, das 33 obras contratadas pelo governo com a Odebrecht, apenas nove foram concluídas.

Resposta padrão
Sobre o esquema, a Odebrecht tem “reconhecido seus erros” e garante colaborar “com a Justiça no Brasil e nos países onde atua”.

Andrade na roda
A Odebrecht foi citada por Guaidó, mas a Andrade Gutierrez levou R$ 5 bilhões do BNDES em uma siderúrgica e um estaleiro na Venezuela.

Parlamentares aumentarão salário
Senado e Câmara dos Deputados estão indóceis pelo aumento salarial de 16,3%, que os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) se deram. Loucos para usufruir do “efeito cascata” bilionário, deputados e senadores, que hoje recebem R$ 33,7 mil, passarão a R$ 39,3mil por mês para continuar ganhando igual a ministros do STF. A conversa “não pode haver disparidade” etc voltará com força após o Carnaval.

Reajuste automático
Apesar do rombo nas contas públicas e da discussão da reforma da Previdência, há proposta para incluir a equiparação na Constituição.

Todos querem
A PEC que iguala salários de ministros do STF, deputados, senadores e presidente já teve 20 pedidos para inclusão na pauta de votações.

Disco quebrado
A proposta do ex-deputado Nelson Marquezelli (PTB-SP) cita “isonomia”, “equilíbrio” e “harmonia” para justificar a bolada no bolso.

Súplica
Em sua campanha para a presidência da Câmara, o deputado Fábio Ramalho (MDB-MG) suplicava a equiparação dos salários com o STF: “É preciso dar ao parlamentar uma melhor qualidade de vida”.

Segredos mantidos
Adélio Bispo, ativista de esquerda que tentou matar Bolsonaro, venceu outra: a pedido da OAB, o Tribunal Regional Federal da 1ª Região blindou os advogados do bandido de investigação da polícia Federal.

Sucesso e fracasso
No carnaval de Brasília se esgotaram as máscaras de Jair Bolsonaro e Sérgio Moro. Comerciantes não querem máscaras de Jean Wilis, o ex-deputado que abandonou o mandato para falar mal do Brasil lá fora.

Intolerância ao abuso
Mais jovem deputado, Emanuel Pinheiro Neto (PTB-MT), 24 anos, mal chegou e já propôs projeto que aperfeiçoa a Lei Maria da Penha. Prevê busca e apreensão de armas e tornozeleira eletrônica no agressor.

Inimigo da natureza
Um dos países que mais poluem o planeta, e que até mata baleias, a Noruega também é o que mais produz lixo eletrônico por habitante. São 29kg por ano. Nos Estados Unidos, 9º da lista, são 19 kg por habitante.

Pergunta na folia
Vai aparecer algum político corajoso pulando Carnaval na rua?

PODER SEM PUDOR
Bom de conversa
Muito querido entre políticos e jornalistas, o ex-embaixador José Aparecido de Oliveira jamais negava uma boa conversa, mas, de vez em quando, era traído pela memória. Certa vez, recebeu um grupo de repórteres:
– Mas que enorme prazer. Há quanto tempo não nos vemos!
– Nós conversamos em Brasília semana passada – lembrou um deles.
– Mas para mim é muito tempo! – corrigiu o hábil Aparecido – É uma prova de que gosto mais de vocês do que vocês de mim!

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com