Home Colunistas Coluna do Cláudio Humberto “São claros os indícios de desvio de finalidade na apuração da Receita”

“São claros os indícios de desvio de finalidade na apuração da Receita”

Cláudio Humberto

Ministro Alexandre de Moraes (STF) suspende investigação ‘ilegal’ da Receita Federal

Para 41%, o Brasil ‘na direção certa’
Levantamento realizado pelo Congresso Data Room, ferramenta do instituto Ideia Big Data, mostra que a maioria dos brasileiros, 41% dos entrevistados, acredita que o país “está indo na direção certa”. Para 36% o país está “indo na direção errada” e outros 23% não souberam responder. Na avaliação do governo Bolsonaro, 13% acham ótimo, 23% bom, 33% regular, 16% ruim e 15% péssimo. Entre junho e julho a pesquisa aponta queda de 4 pontos percentuais na avaliação positiva.

Equilíbrio
No levantamento, 32% aprovam o presidente Jair Bolsonaro; 34% desaprovam e 34% “não aprovam, nem desaprovam”.

Comparação com Temer
Na comparação entre o governo Bolsonaro e o governo Temer, 46% acreditam que o atual governo é “melhor” e 14% acham “pior”.

Comparação com Lula
Em relação ao governo Lula, 38% dizem que o governo Bolsonaro tem sido melhor e 32% acham pior. Para 24% não é nem melhor, nem pior.

Pesquisa
O Congresso Data Room entrevistou 1512 brasileiros entre 1º e 5 de julho, via Painel Mobile, em todas as regiões. A margem de erro é 4%.

MP aponta conluio
O Ministério Público de Contas do estado de São Paulo concluiu que a empresa B3, que é a Bolsa de Valores de São Paulo, “tem abusado de sua posição monopolista” no mercado de apontamento de registro de contratos de financiamento de automóveis. Segundo o MPC/SP, a B3 “formou cartel” com a empresa Tecnobank, que passou a registrar praticamente 100% de todos os gravames, apesar de existirem treze empresas credenciadas para realizar esse serviço de registro.

Grande negócio
São realizados 150 mil registros de contratos por mês, durante todo o ano, apenas no Estado de São Paulo.

Concorrência
A B3 tem sistema que faz o apontamento do registro do financiamento. B3 e Tecnobank “artificialmente limitaram a concorrência”, diz o MPC.

Monopólio
Para o MPC, o caso deve ser enviado ao Ministério Público do Estado de São Paulo e também ao Cade, que analisa casos de monopólio.

Lembra outro
A falta de informações sobre o assalto de 720kg de ouro no Aeroporto de Guarulhos lembra o roubo das vigas de aço da Perimetral, no Rio, em 2013. Foram seis vigas, algumas de 40 metros de cumprimento, com 110 toneladas. Até hoje a polícia não descobriu os responsáveis.

Grande irmão vem aí
O deputado Fábio Faria (PSD-RN) apresentou projeto de lei para vincular o CPF de uma pessoa ou o CNPJ de empresa às contas de aplicativos na internet. Ele quer “facilitar a responsabilização”. Humm…

Abandono
Após julgar 142 processos administrativos disciplinares parados há até quatro anos, a Controladoria do DF demitiu 110 servidores distritais por “infrações graves”. Desses, 52 foram demitidos por abandono de cargo.

Real mais forte
A Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais reduziu a projeção do dólar para 2019 de R$ 3,80 para R$ 3,78. Caso se concretize, representa valorização de 2,6% do real no ano.

Aposentadorias
A CGU determinou o cancelamento de 89 aposentadorias em 2018. A estimativa é que em 2019 o total seja menor. Até este momento no ano foram canceladas 31 aposentadorias de servidores públicos federais.

Positivo
Pesquisa da Federação das Indústrias do DF mostra que a confiança na indústria local permanece positiva, mas caiu 1,1 ponto entre junho e julho. O índice de confiança do empresário (Icei) registrou 57,8 pontos.

Vantagem?
A empreiteira Camargo Corrêa, uma das mais enroladas na Lava Jato, fechou acordo de leniência com a AGU e CGU para pagar R$ 1,4 bilhão em 20 anos; R$ 70 milhões por ano. Mas em agosto de 2015 havia fechado acordo com o MPF para pagar R$ 700 milhões em sete anos.

Recorde do setor
Na semana passada, o recorde mundial de voos mundiais num único dia foi quebrado, diz o site Flight Radar 24: 230 mil nas 24 horas do dia 25 de julho. Em 2014, a média de voos foi de 102 mil voos por dia.

Pergunta na decisão
Mensagens hackeadas guardadas pelo STF são prova ou garantia?

PODER SEM PUDOR
Unidos só no desastre
O tucano José Serra sempre preferiu o “voo solo”, o que o afastou até de correligionários. Em 1994, quando o Pão havia escolhido o candidato ao governo paulista, ele aceitou carona no helicóptero de Mário Covas, com quem vivia às turras, entre Jaú e a capital. Após algum tempo de voo, entraram em uma área de forte turbulência. O helicóptero sacudia muito e Serra, que tem medo de voar, agarrou a mão mais próxima. Era a de Covas. O então deputado Aloysio Nunes não perdeu a piada: “Só assim para estes dois se darem as mãos…”
Com André Brito e Tiago Vasconcelos
www.diariodopoder.com.br

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com