Home Colunistas Coluna do Cláudio Humberto “O que faz a gente mudar? A realidade”

“O que faz a gente mudar? A realidade”

“O que faz a gente mudar? A realidade”

Cláudio Humberto

Presidente Jair Bolsonaro sobre ter sido contra a reforma da Previdência

Alcolumbre se mostra tão ‘malvado’ quanto Maia
O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, tenta mostrar que não é apenas Rodrigo Maia, o presidente da Câmara, quem deve ser temido. Tudo porque “demandas” que enviou ao governo ainda não foram atendidas, segundo fonte do Planalto. Entre várias atitudes hostis ao governo, ele se sentou sobre a indicação de diplomatas para chefiar 18 embaixadas praticamente acéfalas, inclusive Washington. Até agora, apenas três foram sabatinados. Alcolumbre não explica sua atitude.

Parece brincadeira
É a primeira vez que um governo recém-eleito, cinco meses após a posse, ainda não consegue nomear embaixadores que escolheu.

Batendo o pé
Alcolumbre quer o diplomata Pedro Bório chefiando a embaixada em Washington. O governo tem outros planos, mas ele não aceita isso.

Morde-e-assopra
O estilo Alcolumbre: mostrou que pode ser aliado, ao aprovar a reforma administrativa por 74×4, ou adversário, deixando caducar duas MPs.

Surdez conveniente
O presidente do Senado não explica a hostilidade ao Itamaraty e nem a assessoria se arrisca a isso. Mas os recados ao Planalto não cessam.

Onyx ao PSL
O presidente nacional do PSL, deputado Luciano Bivar (PE), afirmou a esta coluna que tem um sonho: receber a filiação do atual ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, hoje no Democratas. Bivar reagiu com elegância à fala do ministro sobre o sonho de levar o presidente Jair Bolsonaro ao DEM, que em sua convenção voltou a se declarar “independente” em relação ao governo que lhe deu três ministérios.

Brincadeirinha
O ministro Onyx disse que apenas brincava, quando disse sonhar com a filiação do presidente ao DEM.

Ciscando pra fora
Se estivesse falando sério, o articulador político do governo estaria criando problemas com o próprio partido do presidente.

Reforço de peso
O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, também do DEM, é outro que flerta com o partido de Bolsonaro.

Começou o jogo
Eleito ontem presidente nacional do PSDB, o ex-ministro Bruno Araújo representa João Dória no comando. Será o principal articulador da campanha do governador paulista ao Palácio do Planalto em 2022.

Saída de cena
Um poço de mágoas com o próprio fracasso, o ex-governador Geraldo Alckmin deixou o comando do PSDB cuspindo marimbondos. Sob sua presidência, os tucanos viraram espécie em extinção.

Suíça é aqui
Alagoas já não deve ter problemas a resolver: governador Renan Filho licenciou-se do cargo. Assessores afirmam em off que ele foi a Madri ver o jogo Liverpool x Totenham, final da Champions League.

Relatório a caminho
Passou de 180 o número de emendas à reforma da Previdência na comissão especial da Câmara. O relator da proposta, Samuel Moreira (PSDB), entregará seu parecer em duas semanas, no máximo.

Novo articulador
O ministro Paulo Guedes (Economia) tem se esforçado para compensar a desarticulação do governo no Congresso, inclusive chamando o Centrão para conversar.

Vitória Personalit
Parlamentares do Partido Novo apoiaram a medida provisória que altera os prazos de adequação ao Código Florestal. A oposição derrotada provoca chamando-o de “PSL Personnalité”.

Fim da agonia
Foi absolvido o ex-presidente da Funasa Rodrigo Dias, barrado na Anvisa por causa de processo da Lei Maria da Penha. Ele comemorou: “O importante foi o reconhecimento de minha inocência.”

Crime inafiançável
O deputado Célio Studart (PV-CE) quer tornar inafiançável o crime de maus-tratos aos animais, em projeto que muda a Lei de Crimes Ambientais. Hoje os agressores, quando pegos, saem impunes.

Pensando bem…
…se depender de alguns “especialistas” em patinetes elétricos, todo mundo vai andar a pé.

PODER SEM PUDOR
Objetividade
Ernani Sátiro era governador da Paraíba e ia receber um prefeito do interior. Advertido pelo chefe de gabinete de que era preciso ir direto ao assunto porque o governador era muito objetivo, o prefeito foi logo dizendo:
– Vim tratar de dois assuntos. Eu sei que o senhor é objetivo e prático…
O governador Ernani Sátiro o interrompeu:
– Muito bem, amigo velho, diga então qual o segundo assunto.

Com André Brito e Tiago Vasconcelos
www.diariodopoder.com.br

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com