Home Colunistas Coluna do Cláudio Humberto “Há bandidos, farsantes encaminhando mensagens em meu nome”

“Há bandidos, farsantes encaminhando mensagens em meu nome”

“Há bandidos, farsantes encaminhando mensagens em meu nome”

Cláudio Humberto

Líder do governo, deputada Joice Hasselmann
denuncia que seu celular foi ‘hackeado’

Prisão ‘especial’ de Lula já custou R$ 4,7 milhões
Petista condenado por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex, Lula está preso desde 7 de abril de 2018, sob condições especiais, numa sala que era o alojamento de policiais na sede da Polícia Federal, em Curitiba (PR). São 472 dias. A PF estima que o custo para manter o petista preso é de R$ 10 mil por dia, ou seja, já foram R$ 4,7 milhões até o momento. Até o fim do próximo mês o total gasto no petista condenado atinge a marca de R$5 milhões.

Preso, mas nem tanto
O petista tem direito a banheiro com água quente e televisão numa sala de 15 m2. E ainda pode conceder “entrevistas” a veículos e jornalistas.

Ninguém aguenta
Em ofício ainda em abril de 2018 à Justiça Federal, a PF pediu a transferência de Lula a outro presídio em razão dos custos elevados.

Moral?
Para o Ministério Público Lula não pode ser enviado a outra prisão pois não há como garantir a “segurança física ou moral” do petista.

Custo 120x maior
O custo médio de um preso aos cofres públicos no Brasil é de R$ 2,5 mil por mês. Lula custa ao contribuinte cerca de R$ 300 mil por mês.

Auxílio ou imóvel
Entre os 81 senadores no exercício do mandato, apenas 15 não são beneficiados com auxílio moradia de R$ 5,5 mil por mês e tampouco ocupam um imóvel funcional. A prática é “novidade” na Casa: 14 dos senadores foram eleitos (ou reeleitos) em 2018. Apenas Álvaro Dias (Pode-PR) conquistou o mandato em 2014 e está no grupo daqueles que não ocupam imóvel funcional e também não levam o auxílio. O senador Paulo Paim (RS) é o único da bancada do grupo.

Moradores de Brasília
Os três senadores do DF, Izalci Lucas (PSDB), Leila Barros (PSB) e Reguffe (sem partido) não ocupam imóvel, nem recebem auxílio.

São poucos
Alessandro Vieira (Cid-SE), Chico Rodrigues (DEM-RR), Confúcio (MDB-RO), Girão (Pode-CE) e Esperidião Amin (PP-SC) estão na lista.

Lista curta
Siqueira Campos (DEM-TO), Kajuru (PSB-GO), Bittar (MDB-AC), Oriovisto (Pode-PR) e Renilde Bulhões (Pros-AL) completam a lista.

No vermelho até 2022
Desde 2014 as contas do governo federal estão no vermelho, e a proposta da Lei de Diretrizes Orçamentária prevê rombo de mais de R$ 124 bilhões para 2020. A situação deve permanecer negativa até 2022.

De olho no rombo
Apesar do novo contingenciamento de R$ 1,4 bilhão anunciado ontem, até maio deste ano o rombo fiscal registrado pelo governo federal foi de R$ 17,4 bilhões, diz o Tesouro. A meta de déficit é de R$ 139 bilhões.

Bolsonaro duas rodas
O presidente Bolsonaro foi recebido com aplausos e gritos de “mito” no Brasília Capital Moto Week, um dos maiores eventos do tipo do mundo. Ele é motociclista, mas optou por andar a pé no meio da multidão.

Eleição na conta
Segundo o parecer do relator da Leia de Diretrizes Orçamentárias, Cacá Leão, parte dos recursos destinados às emendas de bancada poderá “amparar o custeio” das eleições municipais em 2020.

Balanço do Congresso
O Senado contabilizou 131 projetos aprovados no primeiro semestre de 2019. Foram aprovados 90 propostas pelo plenário da Casa e 41 foram aprovadas nas comissões. Na Câmara foram 177 propostas aprovadas; 60 no Plenário e 117 em caráter conclusivo nas comissões da Casa.

Mensagens vazadas
Em 2015, o aplicativo Telegram realizou o Crypto Contest, torneio de criptografia com prêmio de US$ 300 mil aberto a qualquer um que invadisse o sistema. Apesar de muito criticado, ninguém teve sucesso.

PIB per capita
Entre 1994 e 2016, o PIB per capita cresceu consistentemente, sem cair. Foi de R$ 2,2 mil em 1994, primeiro do Plano Real, para R$ 30,4 mil em 2016. Os dados são da Fundação Getúlio Vargas e do IBGE.

Palestra e luta
A OAB-DF com apoio da Caixa de Assistência dos Advogados promove nesta terça-feira (23) palestras sobre “A mulher negra e a década afrodescendente da luta por direitos”, no plenário José Eduardo Grossi.

Pensando bem…
…contingenciamento ainda não virou corte.

PODER SEM PUDOR
Reserva capilar
O então ministro Luiz Furlan (Desenvolvimento) apareceu na antessala do petista Lula, certa vez, e encontrou o então presidente da Infraero, José Carlos Pereira, coçando a calva avançada. E foi logo pilheriando:
“E aí, perdendo os últimos fios de cabelo com a crise nos aeroportos?”
O brigadeiro pareceu não ter apreciado a piada: “Na verdade, ministro, eu estou perdendo só os penúltimos…”
Com André Brito e Tiago Vasconcelos
www.diariodopoder.com.br

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com