Home Colunistas Coluna do Cláudio Humberto “Em São Paulo, o governador não fará pose de Rambo”

“Em São Paulo, o governador não fará pose de Rambo”

“Em São Paulo, o governador não fará pose de Rambo”

Cláudio Humberto

João Doria, governador de São Paulo, alfinetando o colega do Rio, Wilson Witzel

Reforma poderá suspender o recesso de julho
A tramitação da reforma da Previdência pode ganhar fôlego extra caso prospere a proposta do deputado José Nelto (GO) de suspender o recesso parlamentar de julho, que paralisaria o debate e a tramitação da proposta por 30 trinta dias. De acordo com o líder do Podemos, a ideia é garantir a análise da reforma sem interrupções ao menos na Câmara. Para ele, a Previdência é importante demais, muito mais que o recesso.

Dependência direta
Deputados e senadores só podem sair para o recesso após aprovarem a LDO, e o Orçamento depende do texto final da reforma.

Ajuda do governo
Para José Nelto, a batalha será árdua com ou sem recesso e precisa do governo, que “tem atrapalhado mais do que ajudado na reforma”.

Naquele tempo, talvez
O recesso é coisa dos tempos em que parlamentares eram obrigados a fazer longas viagem de navio ou a cavalo para curtir férias em casa.

Não faz mais sentido
Sem razão de existir, com deputados indo e voltando para casa toda semana, o recesso de meio de ano devia ser suspenso em definitivo.

Brasil entra em campo na Otan
O presidente americano, Donald Trump, fez um gesto de simpatia ao presidente Jair Bolsonaro, enviando ao Congresso de lá mensagem em que oficializa a intenção de fazer do Brasil “um grande aliado” fora da área de abrangência da Otan (Operação do Tratado do Atlântico Norte), como havia prometido durante visita oficial de Bolsonaro, há um mês. Faltou só materializar a promessa de apoiar o Brasil na OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico).

Fica como está
Apesar da descrença de setores da oposição e da imprensa, não há motivos para desacreditar nos acertos de Trump com Bolsonaro.

Errado
Jornais dizem que os EUA “não cumpriram barganha” após não incluir o Brasil agora no acordo que põe a Argentina na OCDE. Errado.

Outro acordo
A não-inclusão do Brasil no acordo dos EUA com a Argentina para a Oão inviabiliza o apoio americano no futuro. Falta materializar.

A reforma ou o dilúvio
O governo trabalha com duas realidades completamente diferentes para economia. Para o secretário da Previdência, Rogério Marinho, a economia pode crescer 2,9% com a reforma aprovada. Sem ela, 0,8%.

E o Brasil, só pagando
Bolsonaro e Mario Benítez (Paraguai) assinam acordo nesta sexta (10) em Foz do Iguaçu, no Marco das Três Fronteiras, para o lançamento da pedra fundamental da segunda ponte. Bancada pelo Brasil.

‘Tapioca’ na corda bamba
Está na pauta do TSE, nesta quinta (9), o julgamento de recurso de José Carlos Orosco (PDT-SP), cujo registro de candidatura a deputado federal foi indeferida. Se Orosco vencer, terá os votos considerados e tomará posse no lugar do ex-ministro Orlando “Tapioca” Silva (PCdoB).

É a democracia
Provocado a criticar o decreto sobre porte de arma, Rodrigo Maia descarta qualquer mal-estar com Jair Bolsonaro. “Se a Câmara entender que há excesso, vamos questionar, isso é da democracia”.

Senso de humor
Soou como jogada de “truco” a decisão do presidente Bolsonaro de incluir jornalistas entre as categorias profissionais que terão acesso facilitado ao porte de arma.

Assim é mole
Distribuidoras de combustível, que (ainda) atuam como atravessadoras, não sabem o que é crise. A BR Distribuidora aumentou o lucro líquido em 93%. Como as congêneres, sem produzir uma gota de nada.

Bom para todos
É uma vitória do direito de escolha dos cidadãos a decisão do STF que considera inconstitucionais leis municipais proibindo Uber e aplicativos similares. Além disso, é o exercício do direito à livre iniciativa.

Parece que foi ontem
Para os saudosistas da época de ouro do futebol, quando o Brasil era o melhor do mundo, as semifinais da Champions Leangue, na Europa, lembram as grandes disputas Botafogo x Santos nos anos 1960.

Pensando bem…
…os ingleses fizeram “brexit” no futebol: expulsaram os demais times do continente para fazerem a final sensacional da Champions League.

PODER SEM PUDOR
Cabeça chata
Baixinho, atarracado e quase sem pescoço, o marechal cearense Humberto de Alencar Castello Branco tinha seus momentos de bom humor. Certa vez, reagiu assim à pilha de processos levada a ele pelos ministros Octávio Bulhões e Roberto Campos:
– Os senhores sabem por que eu tenho cabeça chata? É de tanto os senhores baterem nela e me pedirem: ‘Assina logo isso aí, presidente’…

Com André Brito e Tiago Vasconcelos
www.diariodopoder.com.br

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com