Home Colunistas Coluna do Cláudio Humberto “É hora de o Congresso Nacional votar”

“É hora de o Congresso Nacional votar”

Cláudio Humberto

Deputado Alex Manente (Cida-SP), autor da PEC da prisão após a segunda instância

‘Coletivas na grade’ são ruins
O presidente Jair Bolsonaro sempre se sai muito mal das declarações à saída do Alvorada, onde mora, ou à chegada no Planalto, onde trabalha, e cumpre o papel de pautar a mídia, mas a um custo elevado. Ele reage mal e de maneira desrespeitosa a repórteres perguntadores, passa a impressão de falar sem refletir, o que é ruim para o presidente, e tenta desqualificar notícias e jornalistas, mas os valoriza. Antes de abrir a boca, precisa lembrar que tudo o que afirma será usado contra ele.

Presidente usa dublê
As “coletivas na grade” são fonte permanente de desgaste. Bolsonaro tem até “dublê” para esse papel: o ótimo porta-voz Otávio Rego Barros.

Só de caso pensado
Se o presidente quer reagir a alguma notícia ou anunciar, esclarecer, festejar, que o faça de maneira correta, tranquila, pensada. Gravada.

‘Quebra-queixo’
Presidente não se sujeita a “quebra-queixo”, ou seja, a entrevistas com uma dezena de microfones roçando as bochechas do entrevistado.

O jogo é outro
O presidente parece se mirar no Bolsonaro candidato: usou as redes sociais com maestria, mas muito agressivo. Presidência é outro jogo.

Moraes segura no STF
O ministro Alexandre Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), proibiu a Rede Tiradentes de rádio e TV, do Amazonas, de citar o líder do o Senado, Eduardo Braga, várias vezes citado da Lava Jato. O senador obteve a censura apesar de os direitos à liberdade de expressão e à informação serem garantidos pela Constituição. Talvez por isso o ministro Moraes não permita que o processo seja julgado.

Violência vetada
Decisões do STF consagram decisões que impedem a decretação de censura prévia aos veículos de comunicação.

Sentado no processo
O processo já começou a ser julgado duas vezes pelo chamado “plenário virtual” do STF, mas estranhamente foi retirado de pauta.

Censores
O temor dos defensores da censura é que o STF respeite o próprio entendimento e anule o ato de violência contra a Rede Tiradentes.

Árvore no pescoço
Além de oportunista, proposta de CPI do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), cujo estado tem 99% da floresta intactos, chove no molhado: pretende “investigar” o que já está sendo investigado.

Maus colonizadores
O ministro Augusto Heleno (GSI) disse ontem durante a reunião com governadores, que, como colonialistas, a França deixou rastro de miséria e destruição. “Eles não podem dar lição em ninguém”, disse.

Treta eleitoral
Carla Zambelli (PSL-SP) questiona a ausência de Joice Hasselmann (PSL-SP), líder do governo, em três manifestações pró-Bolsonaro. “O que está havendo?”, provocou. É o post com recorde de comentários.

Na maior rede
O deputado Marco Feliciano (Pode-SP), aquele da boca que é um tesouro, tem 4,3 milhões de seguidores no Facebook. O campeão no Congresso. O senador Marcos do Val (PPS-ES) tem 3,9 milhões.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com