Home Colunistas Canal 1 TVs do Grupo Globo observam crescimento 
de audiência

TVs do Grupo Globo observam crescimento 
de audiência

C’est fini

TV Tudo!

O aumento do consumo da televisão, como efeito natural da quarentena que nos foi imposta, continua acontecendo e de uma forma distribuída.
Todos os canais Globo, por exemplo, observaram crescimento na última semana. Destaque, claro, para a TV Globo que elevou em 19% a sua audiência. E a surpresa: tal resultado foi impulsionado pelas crianças, à tarde, público na faixa dos 4 aos 11 anos de idade. No Globoplay subiu mais de 20% o número de usuários por dia assistindo aos seus conteúdos, com destaque para o consumo “ao vivo”.
Também no canal de notícias GloboNews, com a cobertura quase que em tempo integral da crise do coronavírus, foi de 82% o crescimento da sua audiência, liderando o ranking da TV paga todos os dias.
E até o Multishow, durante a exibição do “BBB 20”, chegou ao segundo lugar em todo o meio TV, atrás somente da TV Globo.
Um quadro que ainda poderá apresentar surpresas no decorrer dos próximos tempos.

E aí?
Depois de todas as TVs, entre mais e menos importantes, espera-se que a direção da TV Gazeta também tome providências em relação à sua programação. Por enquanto, ou até a última sexta-feira, tudo continuou normalmente.

Chegou a conta
A verdade é que quase todas as outras TVs, mesmo em um cenário bem complicado como o de agora, mas com o jornalismo operante, continuam em condições de atuar no mercado. A Gazeta praticamente não. Além do “Jornal da Gazeta”, das 19h às 20 horas, diariamente, não existe mais nada.

Cruz e espada
Vai daí que, sem jornalismo ou com ele reduzido da forma que foi, todo o seu apoio comercial vem do entretenimento.
É uma situação extremamente complicada. Como parar com tudo agora?

Iniciativa
Considerando o atual panorama, a TV Gazeta decidiu colocar no ar o “Plantão da Saúde – Coronavírus”.
Todos os dias, seis da tarde, no horário do “Gazeta Esportiva”.

Sofá
Marco Pigossi conseguiu concluir as gravações de duas produções para a Netflix – “Cidade Invisível” e “Alto Mar” – bem antes de a pandemia parar tudo. Agora, vai aguardar os lançamentos.

Toca o barco
A equipe de autores de “Gênesis”, próxima novela bíblica da Record, foi orientada a seguir normalmente com o trabalho de texto. São grandes inclusive as possibilidades de a trama entrar no ar inteiramente escrita.

Olhares
Além do compacto de “Novo Mundo”, na faixa das 18h, a Globo terá “Nos Tempos do Imperador”. Já no cinema, possivelmente ainda este ano, entrará em cartaz “A Travessia de Pedro”, com Cauã Reymond. Será bem interessante acompanhar esses diferentes trabalhos relacionados à nossa história.

Mudanças
Sérgio Aguiar deixou de apresentar o último boletim do “Jornal da Record” e tem entrado mais cedo no ar, além de colaborar na edição principal do informativo.
Lucio Sturm deve ficar em definitivo no “JR” de fim de noite.

Não mexe
Após a suspensão do “Se Joga”, as equipes do programa foram orientadas a ficar em casa e se preocupar apenas com a saúde.
Não houve pedido para trabalhar em alterações no formato.

C’est fini
O canal Fox Sports, segundo o seu pessoal, deverá reduzir drasticamente sua carga “ao vivo”. Tudo como parte de um esforço para diminuir ainda mais a circulação na sede do Rio de Janeiro e preservar a saúde dos colaboradores. O “Debate Final”, na semana passada, teve apenas um apresentador no estúdio e cinco comentaristas entrando no ar, de suas casas. Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

Canal 1
Flávio Ricco é jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003.
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com