Home Colunistas Canal 1 Numa TV que não ri, a Record chora o dia inteiro

Numa TV que não ri, a Record chora o dia inteiro

TV Tudo!

Para um pouco e olha como a televisão está sem graça. Programa de humor, no pé da letra, existem dois: “A Praça” e a “Escolinha”. Os outros, considerados do mesmo gênero, ou por se acharem mais crânios ou puro preconceito mesmo, tentam fazer algo próximo, mas nada tão declaradamente cômico ou divertido.
Exemplo disso é o “Zorra”. Se acha e se apresenta como tal, mas as piadas colocadas precisam ser acompanhadas de alguma explicação. Ou parar um pouco pra pensar.
A televisão como um todo, e aí não entra este ou aquele canal, praticamente rifou o humor da sua programação e os dois remanescentes, “Praça” e “Escolinha”, apenas seguem o curso do sucesso dos seus criadores Manoel de Nóbrega e Chico Anysio.
E, por acaso, alguém já percebeu que a Record, com a tradição de um dia ter contado com talentos como Golias, Pagano Sobrinho, Zeloni, Jô, Renato Corte Real e o próprio Chico, hoje é uma emissora que não sorri? Que é só choro e desgraça o dia todo? E o único engraçado que restou, Fábio Porchat, está de saída. É triste ou não é?

E outra
O Multishow, com o “Chaves” espalhado na programação, já é quase um SBT de antigamente. E o que sobra é aquela qualidade de humor bem duvidosa de sempre. Está difícil. Mais complicado saber o futuro de alguns canais da TV paga. Por onde pretendem enveredar.

Igualzinho
Um desavisado qualquer, em visita a GGP, estúdio do Gugu, por certo leva um susto. Lá, por causa das gravações da série da Globo, está montado o cenário da Hebe Camargo, como sempre foi. Isso já é uma. E se cruzar com a Andréa Beltrão, montada, num dos corredores, pior ainda.

Festival da Nicole
A partir desta terça-feira, 0h15, para celebrar os mais de 40 anos de carreira da artista, o Canal Brasil inicia a exibição do “Festival Nicole Puzzi”.A estreia será com o clássico “Ariella“, que tem as participações de John Herbert, Herson Capri, Christiane Torloni e Laura Cardoso.

Roleta russa
Antes de qualquer definição para 2019, a direção da Record está colocando no papel o que faturou ou não faturou neste ano.Trabalho que já vem de alguns dias. Entre programas e formatos, quem não navegou no azul, vai ficar de fora.

Última que morre
Há quem jure de pés juntos que toda essa demora da Disney em acertar com a Band, até esnobando as facilidades oferecidas, tem tudo a ver com o SBT.
Por parte dos americanos, de acordo com essas pessoas, ainda existe a esperança de voltar a negociar com Silvio Santos.

O problema é ele
Para todos os fins e oficiais efeitos, a informação que vem do SBT, e isso de gente muito de cima, é que Silvio Santos está feliz com a vitória do SBT sobre a Record nas manhãs. O menor espaço para desenhos, pós-saída da Disney, criou melhores possibilidades de faturamento.

Trolagem
Para os mais chegados do Porchat, galera do seu convívio mais próximo, existe uma explicação, jurada e fundamentada, em alguns desses seus transtornos dos últimos dias. Entre os piores, pegar avião pro Rio e parar em Maceió. É “praga” da Record.

Convocação
No próximo dia 4, haverá um ensaio nos estúdios da Casablanca, no Rio, com todos aqueles que participaram desta edição do “Dancing Brasil”. Um número especial, para exibição no programa de encerramento, dia 5.

Gravando
Ticiane Pinheiro já está inteiramente envolvida nas gravações do “Troca de Casais”, que a Record vai exibir a partir de fevereiro, provavelmente às terças-feiras. Todo em externas. Nada de estúdio.

Cinema
A produtora Biônica Filmes acelera o passo para definir quem viverá a cantora Rita Lee no cinema, em projeto baseado no livro “Rita Lee – Uma Autobiografia”, lançado em 2016. Fizeram testes: Carol Abras, Mel Lisboa, Mariana Ximenes, Mayana Moura, Luisa Arraes, Letícia Colin e Nathália Dill.
As filmagens vão começar no primeiro semestre de 2019 e a ideia é também emendar em uma série para a televisão.

Bate – Rebate
A jornalista Keila Jimenez está com um quadro de celebridades no “Hoje em Dia”, da Record, fazendo toda uma diferença na audiência. É canseira direta nas principais concorrentes.
Nos interiores da Rede TV! já existem ruídos sobre novos ajustes na programação. Alguns que devem acontecer imediatamente e outros no começo do ano que vem.

E, em meio a tantas dúvidas, a maior delas: a Igreja Universal vai parar ou continua. Isto, sim, é que poderá modificar todo o panorama das corridas.

Mais uma da série “você sabia?”: alguém já te contou quem, em 2006, à época com 22 anos, fez teste na Globo e não foi aprovado?

Que, na ocasião, este jovem se interessou pela vaga de apresentador do tempo, no “Hoje”, quando Fabrício Bataglini deixou o jornal?

Acertou quem respondeu Luiz Bacci, hoje no “Cidade Alerta”, da Record, com muito sucesso.

C’est fini
A Rede Massa, afiliada do o Paraná, comemora os bons resultados do jornalístico “Tribuna da Massa” – que vai ao ar em Curitiba e região, das 11h45 às 14 horas. Nos últimos meses, o programa se manteve com folga na segunda posição, à frente do “Balanço Geral” (RIC/Record) e cada vez mais perto da RPC (afiliada da Globo no Paraná).
Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

Canal 1
Flávio Ricco é jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003.
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com