Linguarudos de plantão assopram nos sensíveis ouvidos do socadinho escriba que o vice-prefeito da Maravilha do Atlântico, Carlos Humberto, pode deixar o Partido da República e se filiar no PSB do prefeito Fabrício Oliveira. Hummmm…

A nomeação da licenciada em letras para chefe de gabinete do prefeito barbudinho Volnei Morastoni (PMDB), Raquel Gastaldi, causou uma baita de uma saia justa no cenário político da city. Gaspar Laus e Wilson Rebello Jr eram fortes candidatos, mas o barbudinho resolveu colocar uma pitbull na antessala.

Desprestígio
Gaspar Laus tem sido leal aos barbudinhos, ocupou cargos públicos de importância e foi essencial em toda a operação política que levou os Morastonis ao paço da Vila Operária e pra piramidal. Uma fechada de portas dessa envergadura coloca Gaspar numa situação politicamente vexatória. Beira a ingratidão.

Tempestades
Alguns entendidos do riscad, afirmam que o barbudinho deu um tiro no pé e investiu pesado para o aprofundamento do isolamento político de seu gabinete. A chefia de gabinete é a sala de visitas da cidade, onde tudo que é político deve ser articulado e planejado por alguém com desenvoltura e traquejo. Escrever cartinhas não convence as bancadas e nem agrega apoio político ao governo.

Soldado ferido
Gaspar Laus poderia contribuir e muito com sua qualificação política, simpatia e conhecimento jurídico. Suas habilidades cairiam muito bem em um momento em que tanto o PMDB quanto o governo dão adoçam o reconhecimento popular. Agora é aguardar para ver as consequências desse ato que parece impensado politicamente.

Insustentável
A briga é de foice no escuro no PPS peixeiro. O atual presidente, Jorge de Andrade, deve ser defenestrado do cargo, como a coluna já noticiou. Jorge teria perdido força entre seus pares e fala-se no nome do ex-candidato, Eduardo Assis, entre os aventados pra assumir a presidência da agremiação partidária.

Cadeia
Foram desenterradas situações nebulosas em uma autarquia da região. Quem bizolhou a coisa, disse que era fedida e poderia levar os ex-gestores pra cadeia, em um governo anterior. O problema é que quem assumiu a bagaça estaria fazendo tão ou pior que os anteriores. Hummmm…

Só falta…
O clima tá pesado na Fundação de Educação Profissional e Administração Pública de Itajaí (FEAPI). A tchurma do PMDB da Beth Bittencourt, que é a toda poderosa do IPI e do PDT do ZÉ Calo da TVBE, tá se estranhando. Se não segurar vai acabar rolando dedada no zoio, puxão de cabelo e mordidas diversas entre a mulherada.

Parou no gabinete
Um dos problemas, segundo as bocas de tramela, é a constância que a mana da Beth, em flagrante nepotismo, anda batendo de frente com a superintendente da FEAPI, Daniela Barbetta. O forrobodó medonho deixou a fundação e foi parar lá no gabinete do prefeito Volnei. Credoemcruz!

Pracabá!
O PDT do Marcelo Saldré, ops, Sodré, vai realizar uma reunião da sigla na casa do presidente, ops, sociedade da Vila, no próximo sábado. Até aí tudo bem. O problema, segundo a raça de linguarudo brizolista, é que a vice-primeira dama, a pomposa, Kátia Sodré, vai comemorar níver na reunião. Parabéns!

Presentes?
Brizolistas encabreirados dizem que, diretoras e secretárias de escolas, estariam sendo ‘convocadas’ pra marcar presença e levar um presente pra patroa do Marcelo. E se levassem um alimento não perecível pra entregar pra uma entidade, sem ser ‘obrigado’, era bacana.

O prefeito barbudinho, Volnei Morastoni (PMDB), ficou todo prosa com a camiseta da Liga Itajaiense de Desportos

O Ministério Público denunciou à dona justa quatro vereadores, dois ex-vereadores e um advogado. A denúncia é por conta da Operação 30 Graus, do Gaeco, que investigou a chamada ‘venda de facilidades’ na casa do povo, alterando o Plano Diretor pra permitir obras agressivas ao meio ambiente. Os nomes não foram divulgados oficialmente, mas já tem excelência excelentíssima pronta pra jogar todos na Comissão de Ética, além de pedinchar a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI). O que acredito desnecessário, frente a tudo que se levantou pelos competentes agentes do GAECO sobre a nebulosa atuação dos edis. Com certeza, vereadores que tem cargos de ‘mando de campo’, devem ser afastados de suas funções, no mínimo, quando os nomes se tornarem públicos. É lamentável que ainda tenhamos políticos do naipe do “toma lá dá cá”.

Incoerência
Bocas de tarrafa não entendem qual o projeto do PDT de Itajaí. Desde que vazaram os áudios do todo poderoso presidente vitalício dos seguidores dos preceitos brizolistas, Marcelo Saldré, ops, Sodré, e da vice-primeira dama ameaçando cargos comissionados para não aderirem à greve geral contra as reformas do governo do presidente com cara de mordomo de vampiro, Michel Temer (PMDB), ficaram confusas as metas do partido na city.

Projeto de emprego?
Fica estranho mesmo quando caminhamos para um debate de projeto Brasil, diante de tanta sujeira, o egar a diretriz nacional de se opor ao projeto Temer que segundo os brizolistas cassa direitos e prejudica a classe trabalhadora do país. Os mais bocudos lascam que os pedetistas de Itajaí querem é emprego e não mudar o país ou defender os trabalhadores. Para isso eles deveriam ir para a fila do Sine.

Conflito
Vai ficar complicado se Sodré for mesmo candidato a deputado federal pela região, pois o seu prefeito é da turma do Temer. Ciro Gomes vem para tratorar o projeto nacional do manda-brasa. Na chapa proporcional para federal será latente o debate que Ciro vem ensaindo. Haja jogo de cintura para defender o que se esconde aqui.

Prefeito do esporte
O prefeito barbudinho de Itajaí, Volnei Morastoni (PMDB), desde que assumiu a prefa peixeira também está dando atenção ao esporte. Ontem, ele recebeu dirigentes das equipes de futebol amador da city pra reforçar a parceria do município com os clubes que disputam o tradicional campeonato da Liga Itajaiense de Desportos (LID). Volnei ganhou até uma camiseta personalizada do pessoal da LID.

Torneio viabilizado
O prefeito barbudinho ressaltou que uma parceria entre a iniciativa privada e a Fundação Municipal de Esporte e Lazer (FMEL) deve garantir a bufunfa necessária pras despesas das equipes da cidade na disputa do tradicional campeonato.

Dia do Desafio
Volnei também vai vestir a camisa do Dia do Desafio no próximo dia 31. A campanha incentiva a prática regular de atividades físicas em benefício da saúde. Inclusive já foi desafiado por dirigentes da FMEL a participar de uma maratona. Será que vai encarar?

Quem será?
Com a ida praticamente sacramentada do competente Celso Goulart pra secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão e a provável não vinda de Gaspar Laus para o governo, tá chovendo candidato pra vaga de Chefe de Gabinete do prefeito Volnei Morastoni.

Fogueira de vaidades
É gente que tá fora querendo entrar e gente graúda se digladiando, falando mal dos outros candidatos pelos corredores, na luta pelo espaço. A vaidade é um grande problema, especialmente no serviço público. Esperamos que o prefeito faça uma boa escolha entre tantos pretendentes.

Novo reitor
O secretário de Administração da prefa peixeira, Vilson Sandrini, vem realizando um bom trabalho na pasta. Contudo, deve retornar à procuradoria da Univali. Sandrini, inclusive, tem sido citado como um dos nomes fortes para ser o próximo reitor da maior universidade barriga-verde.

Tem que benzer
A situação na piramidal casa do povo tá complicada. O líder do governo, o barbudinho júnior, Thiago Morastoni (PMDB), pediu licença por 15 dias pra tratar de problemas na coluna (há quem diga que estaria com depressão por conta da pressão). Fabrício Marinho pediu pra deixar o cargo de vice-líder. E o vereador teacher, Acácio da Rocha (PSDB), que deveria reassumir na terça, também pediu licença alegando estar dodói.

“Ser líder não é ser baba-ovo”
O líder no governo na casa do povo da Maravilha do Atlântico, Marcelo Achutti, o Quero-Quero (PP), garante que tá tinindo em suas ações no legislativo e que não tem deixado de pontuar situações que considera problemáticas no governo como no caso da autarquia de água e esgoto, o Emasa.

Pode ser
Com relação a críticas que fez na tribuna criticando o governo dos altos da Dinamarca, Achutti debulha que: “Ser líder não é ser baba-ovo”. Por fim, diz que está construindo uma possível candidatura a deputado federal em 2018 e garantiu com todas as letras que não será mais candidato a vereador.

Hummmm…
Achutti afirma que tá trabalhando e se sente preparado para estar na majoritária nas próximas eleições, daí sua convicção de não ser mais postulante à cadeira estofadinha da casa do povo da Maravilha do Atlântico. Lógico, que tem muita água pra banhar as areias da praia, contudo, soa estranho o líder do prefeito na câmara, sendo que naturalmente o alcaide deve buscar a reeleição. Ah, é de vice…

O socadinho escriba bateu um rango com o vereador Edson Lapa, o Bonzinho, e o presidente do PR, Fábio Rezes, o Fabinho, ontem

O socadinho escriba bateu um rango, ontem, com o vereador Edson Lapa, o Bonzinho, e o presidente do PR, superintendente da Fundação Municipal de Esportes e Lazer peixeira, Fabio Rezes, o Fabinho. O objetivo do encontro regado à carne que não é Friboi foi apresentar ao colunista o trabalho que o vereador Lapa vem desenvolvendo na piramidal.

Cartão Reforma
A bola da vez é um requerimento ao prefeito para que cadastre o município como ente apoiador do programa Cartão Reforma, do Governo Federal. Assim, as pessoas de baixa renda vão poder ganhar (é dado, não é empréstimo) até R$ 9 mil para reformar ou ampliar suas casas.

Propositivo
Lapa sugeriu a Nota Fiscal Premiada; fiscalizador, foi pra cima do Deter cobrar explicações sobre o Ferry Boat; cobrou prestação de contas de deputados, senadores, governador e presidente; cobrou do governo do estado explicações sobre o não envio de policiais para Itajaí; e outras tantas proposições.

O “desmentido” sobre o PMDB
Já sobre a possibilidade de voltar para o PMDB e fazer dobradinha com o líder do governo no legislativo, o barbudinho Thiago Morastoni, Lapa diz que é possível, mas que tudo vai depender de como as coisas caminharem.

Já foi PMDB
Lapa sempre foi do PMDB, integrava a JPMDB e tudo. Desfilou-se e foi pro PR, no limite do prazo da lei para candidatar-se a vereador. Questionado se poderá ser candidato em 2018, diz que se o partido entender que é melhor para o grupo e para a cidade, ele acena positivamente.

Sobre o PR
Já o presidente do PR, o Fabinho, questionado se as águas estão tranquilas no PR, afirma que aparentemente sim, e que a vereadora Dulce Amaral caminha isolada. Que ela quis ser líder do partido e foi; quis ser vice-presidente e foi; não diz, mas quer ser presidente do partido e será no que depender de alguns.

Dialogar
Contudo, Fabinho diz que ela precisa dialogar internamente, e não puxar por uma nova intervenção ou trazer nomes de fora como Osvaldo Gern e ou Manoel Rodrigues Conceição, o Nelinho, lembrando que são ambos competentes, mas sem um trabalho partidário de peso nas costas. É preciso respeitar quem está no partido.

Jorge Andrade e Fábio Rezes
Pós-eleição, os presidentes do PPS e do PR conversaram, e como a pasta do esporte estaria com o PPS, Jorge acenou em apoiar Fabinho na FMEL, se este se comprometesse em “levar” para o partido os vereadores Edson Lapa e Dulce Amaral. O vereador Lapa não teria participado do papo.

Poderá
Outra questão é que o vereador Lapa jamais prometeu ir para o PPS, mas deixou as portas abertas, pois está insatisfeito no PR, desde a intervenção da executiva estadual na eleição. Lapa sempre repetiu que poderá ir pro PPS, se houver um acerto com o seu grupo político, o grupo do outro partido e também o governo. Até porque Lapa mantém laços de amizade com o secretário da Fazenda, Erico Laurentino, e o prefeito Volnei Morastoni há anos.

Tem que cobrar!
Em tempos de escândalos e crise política em todo o país, os prefeitos precisam trabalhar e cobrar do Estado e União o repasse de verbas e o cumprimento de contratos. É o que tá fazendo o prefeito Volnei Morastoni (PMDB), que ontem recebeu o secretário da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR), Edson Periquito, e o secretário executivo de Assuntos Estratégicos do Governo do Estado, César Souza Junior.

PTB peixeiro, comandado por Beto Prazeres, promoveu regabofe pra unir filiados, com a presença do presidente estadual da sigla, Renato Hinning

O bloco oposicionista da casa do povo peixeira deve ter ficado desapontado com o acordo entre servidores e o governo municipal, que pôs fim aos estado de greve em Itajaí. O diálogo, a transparência e a força de vontade do prefeito barbudinho, Volnei Morastoni (PMDB), afastaram a possibilidade de greve, que daria um ótimo palanque pros bocudos da piramidal.

Proposta justa
É claro que os servidores estavam preocupados com a grana, pediam até um reajuste de 10%, mas nas condições de crise em todo o país, onde ninguém está podendo esbanjar, os 4,57% do IPCA pra um período de 12 meses tá de ótimo tamanho. Na real, o que os barnabés queriam era ser ouvidos, discutirem o atual cenário econômico de Itajaí e chegarem num acordo.

Oposição pira
Os linguarudos puxas do governo alertam que, pra tristeza dos adversários políticos, mais uma vez o governo Volnei soube contornar um momento de tensão. O primeiro sucesso foi o da operação montada com a greve da Coletivo, que deixou sem palavras quem só abre a boca pra reclamar do governo.

Circo pegar fogo
No fundo, no fundo, tinha gente torcendo pro circo pegar fogo dinovo. Agora, vão ter que engolir mais uma gestão de crise eficiente. Volnei soube atender os servidores sem comprometer os cofres públicos e, consequentemente, o andamento da máquina pública.

Todo mundo ganha
Nessa história, todo mundo sai feliz. Os servidores com os salários engordados, o governo com uma equipe mais motivada e com o caixa controlado e a população que não vai sofrer as consequências da greve.

Faltou
Na nota de ontem, ao citar alguns contemplados nas eleições de 2014 por financiamentos da JBS, esqueci que o barbudinho júnior, o vereador Thiago Morastoni, foi candidato a vice-governador pela chapa com Claudio Vignatti e que a mesma recebeu 260 mil reais do homem do gado.

Tudo junto
O Partido Trabalhista Brasileiro peixeiro realizou, no último sábado, um regabofe noturno que foi comandado pelo presidente da executiva provisória, Beto Prazeres. Além de mais de 200 pessoas, o presidente estadual da sigla, Renato Hinning, também deu as caras. A sigla estaria filiando cinco ex-vereadores.

Prepotência
Servidores mais antigos da prefa da Maravilha do Atlântico, experientes, acostumados a ver passar prefeitos pelos Altos da Dinamarca, não escondem que se não houver mudanças imediatas de comportamento dos novos abobrões, o prefeito Fabrício Oliveira (PSB) encontrará muitas dificuldades de relacionamento com a categoria.

Descontentes
Os barnabés lascam que a prepotência acompanhou a chegada de muitos jovens do primeiro escalão. Um dos nomes mais citados nas reclamações é o da diretora Geral da Fazenda, secretária direta do alcaide durante a campanha.

Funservir e BCPrevi
O Ministério Público precisa ficar de zoio atento nas duas autarquias, debulham linguarudos de plantão. São muitos os comentários sobre irregularidades. São muitos os gastos com próteses, ou seja, cirurgias de estética. Coisa feia. Isso seria apenas uma das irregularidades, detonam as bocas de tramela.

Sai da rede ou vaza!
Um comissionado que adorava incendiar a rede social e mais prejudicava o governo do que ajudava, ganhou um ultimato: ou largava mão de escrever asneira no Facebook ou teria que largar a boquinha. Com medo de perder o arrego, o barulhento concordou com a censura. Dizem os linguarudos que o silêncio tem sido muito mais comemorado entre os correligionários do que entre seus opositores.

Manifestaram-se
O vereador peixeiro Nikolas Reis (PDT) fez nota explicou sobre a doação da gigante JBS de R$ 1242 na sua conta, quando foi candidato a deputado estadual em 2014. O ex-vereador e presidente estadual do Solidariedade, Osvaldo da Mancha Branca Mafra, também se manifestou sobre a doação de mais de R$ 99 mil, na disputa à federal, em 2014. Leia as notas no Blog do site impiçado do DIARINHO: www.diarinho.com.br/blogdojc

Dança
A chamada dança das cadeiras na prefa peixeira, deve ter alguns passos nesta semana. Uma das mudanças, purexemplo, é à saída do bagrão da Itajaí Participações, Glauco Piai. Quem vai ocupar o pomposo cargo é da atual estrutura.

Vem num vem?
Era dada como certa a presença do advogado Gaspar Laus na Chefia de Gabinete do prefeito barbudinho, Volnei Morastoni (PMDB). Na semana passada, buxixos davam conta que ele recusou. Já Gaspar fala que quer ajudar Itajaí. Agora, já circula informação de que Gaspar não vem, mas vai haver mudanças…

Murchou?
Há quem diga que o líder do governo na casa do povo da Maravilha do Atlântico, Marcelo Achutti, o Quero-Quero (PP), andaria murchinho, murchinho politicamente.

Foi de festa, com self e tudo, o clima da reunião de posse da nova executiva do PSB Jovem de Balneário Camboriú, que tem a frente o líder acadêmico Cláudio Renato Júnior Klaus. O prefeito Fabrício Oliveira, acompanhado da esposa Mozara, prestigiou o encontro da juventude pessebista da Maravilha. Anima ver jovens acreditando na política. Dá esperança…

Tá difícil

Por enquanto, o prefeito barbudinho, Volnei Morastoni (PMDB), não saiu da moita com as reformas administrativas. Enquanto isso, o rombo nas contas tá crescendo e a prefa vai sendo engolida pelos custos exorbitantes desta gestão.

Foice
Especialistas sabichões assopram nos zovidos sensíveis deste socadinho escriba que são se empenhar nos cortes de gastos vai ter que fechar a teta por falta de leite. Enquanto isso, comissionados premiados com cargões seguem lascando carnês na praça de até 48 meses.

Barnabés
Servidores da teta mãe estão com os dedos coçando para entrarem em greve, enquanto o barbudinho não se mexe para negociar a reposição salarial. Enquanto não houver sinais de responsabilidade no trato com a coisa pública, cortando comissionados e privilégios, vai ficar difícil um consenso.

Marcela Temer?
A vice-primeira dama do paço da vila Operária, Kátia Saldré, ops, Sodré, mais uma vez brigou com os teclados neste fim de semana, armando barraco nas redes sociais. A patroa se disse indignada com projeto protocolado pelo vereador de oposição, Robison Coelho (PSDB), que prevê a obrigação das escolas públicas e particulares de informarem os pais imediatamente quando houver a falta injustificada dos filhos na escola.

Sétimo dia?
A primeira dama diz que já existe um programa que faz esse papel, desdenhando do vereador, porém, a patroa admite que só é feito depois da quinta falta seguida. Aí, que me perdoe a vice-primeira dama, mas isso é convidar os pais para a missa de sétimo dia né?

Responsável
A escola é responsável pelos pequerruchos, menores de idade e vulneráveis aos assédios de todos os tipos. Mais do que justo que os pais sejam informados, imediatamente, em caso de falta injustificada. A rápida intervenção poderá significar muita diferença.

Tomou Doril?
Depois de descontentar gregos e troianos do PPS, ao assumir o carguito no Semasa, com filho na piramidal e, vários outros cargos por aí; ter brigado com o único vereador da sigla, num verdadeiro desastre estratégico, o presidente do PPS, Jorge Andrade, anda mais quieto… Sumido. Tem gente querendo ver o ponto do Semasa pra ver se tá vivo…

Perdeu
A grande verdade é que a política é a arte do diálogo e do jogo de xadrez. Ou se é jogador com apuro pra mexer as peças, ou se é a peça do tabuleiro. Jorge se achou jogador num mundo, sem entender bulhufas de xadrez e movido por ego e vaidade que o pretenso poder acaba acometer alguns.

Cai?
Com os blefes de não saber mover as peças, Jorge arrumou apenas brigas e um punhado de desafetos, principalmente no seu partido, o PPS. O que pode ocasionar uma intervenção na sigla e, sua derrubada da cadeira. E intervenção que virou palavra maldita na city peixeira, por conta ‘de cima pra baixo’, sem apoio da indiarada local. O que não é caso de Jorge, que perdeu força entre os seus.

Quem?
Dizem que o pior que faltar ao trabalho é ninguém sentir a sua falta, e descobrir que és desnecessário… E vale ainda para o poder público. Linguarudos assopram que teve o bagrão da prefa peixeira que viajou e ninguém sentiu a falta… Ai, ai, ai qui dor…

Negam
A prefa da capital do marisco, Penha, em nota encaminhada ao espaço, nega que tenha contratado engenheiros ligados ao Parque Beto Carrero ou que eles prestem serviço dentro da secretaria de Planejamento. O leitor pode ler a nota completa da prefa no Blog do JC, no site impiçado do DIARINHO: www.diarinho.com.br/blogdojc

Menino da JBS
Políticos peixeiros também aparecem como beneficiados com a bufunfa da empresa JBS. Entre eles está o Menino de Ouro, Nikolas Reis (PDT), que pela delação dos bocudos da empresa teria recebido cerca de R$ 1,2 mil da a campanha a deputado estadual de 2014. O dinheiro pingou na conta “por dentro”, segundo a delação, mas era proveniente de operações que a empresa vinha realizando com apoio de políticos de Brasília. O que os linguarudos de plantão querem saber é quando ele vai se manifestar pra explicar o ocorrido.

Sem discurso
Lascam os bocas de tramela que é mais um dos que evocam a torto e a direito a justiça e a legalidade que está se perdendo no discurso. Cada vez mais na política brasileira a velha máxima “diga-me com quem andas e te direi quem és” é que tá valendo. A turma toda tá só bizolhando pra ver quem mais vai cair em contradição. Ai, ai, que dor!

Sindicalista também
Outro na lista da JBS é Osvaldo Mafra, o sindicalista do Solidariedade, ex-vereador e ex-coordenador de campanha da minha musa BBB Anna Carolina (PSDB). O homem da mancha branca, aquele que deu o título de Cidadão Itajaiense pro Paulinho da Força, que nunca tinha pisado em Itajaí, teria embolsado quase R$ 100 mil pra campanha a deputado federal em 2014. Uma bela dinheirama!
Foi de festa, com self e tudo, o clima da reunião de posse da nova executiva do PSB Jovem de Balneário Camboriú, que tem a frente o líder acadêmico Cláudio Renato Júnior Klaus. O prefeito Fabrício Oliveira, acompanhado da esposa Mozara, prestigiou o encontro da juventude pessebista da

O mundo anda desabando também para o governador Raimundo Colombo (PSD)

Acho que todo mundo já entendeu o que acontece no Brasil e vem sendo desnudado há pelo menos dois anos. O que derrubou uma presidente eleita e está prestes a defenestrar um oportunista sucessor. Mas vamos lá…

Modus operandi
A grande desculpa pra essa bandalheira que assistimos é o financiamento de campanha. Que é uma desculpa pra roubar. Ao invés de chegar para o financiador e dizer “dá um dindim aí pro meu bolso”, dizem “precisamos de dinheiro pra campanha do nosso partido e tal”. A putada não gosta de ser chamada de ladrão. É título só pra pobre.

O pagador
O financiador, que dá o dinheiro, não o dá de graça. Ou alguém já viu empresário dar alguma coisa de graça? Então, ele superfatura tudo o que vende ao governo, impõe leis que o beneficiam, consegue empréstimos em bancos públicos e acaba com a concorrência não disposta a participar desse jogo de cartas marcadas.

O fato novo
Então surge uma turma de policiais, promotores e juízes disposta e preparada para investigar e passar o Brasil a limpo. E deu no que deu. E no que vai dar ninguém sabe. Porque no final de semana surgiu a notícia de que os recursos pra investigação foram cortados em parte pelo governo. A conferir.

Malandragem
Pegos com a boca na botija, inicialmente apavorados, alguns na cadeia, outros enrolados para o resto da vida, políticos e empresários safardanas optaram por estratégias diversas. os primeiros negando tudo, os outros entregando tudo.

Considerações
A política de negar é ótima. Porque cria uma espécie de indefinição, fica o dito pelo não dito, e os políticos acusados ganham tempo precioso para tentar salvar seus ricos pescoços.

O novo mata o veio
Tempo precioso porque eles sabem que um novo escândalo vai surgir rapidinho e o que está nas manchetes agora vai indo para a página 4 dos jornais e depois vira nota de rodapé. Ou seja, a desgraça mais nova enterra a antecessora. E os caras vão levando com a barriga.

Conclusão
Então, só o tempo vai dizer o que vai sobrar. Entre mortos e feridos, periga escapar todo mundo. Cheios de arranhões, mas vivos. E o Brasil, graças a essa desgraça, seguirá sua trágica história de gigante adormecido. E olha que nem chegaram a investigar a relação dos políticos com os bancos privados, pois se mexer…

Retorno do teacher
O vereador teacher Acácio da Rocha (PSDB) deve retornar hoje à sua estofada cadeira na piramidal casa do povo. Acácio foi condenado em primeira instância (e está recorrendo) por ter filmado relação sexual com uma menor e divulgado o vídeo. Ele tinha pedido o afastamento por 31 dias.

Clima ruim…
Os tucanos, nos bastidores, teriam recomendado que o edil esperasse a decisão do Conselho de Ética da sigla, mas Acácio deve voltar a sentar a buzanfa na cadeira estofadinha da piramidal. O problema é que o clima anda ruim na câmara. Os outros vereadores se cutucando pelo retorno do edil garanhão.

Encagaçados
Grande parte das nossas amadas excelências excelentíssimas estão encagaçadas com o retorno, até porque o receio é que os holofotes retornem pra piramidal. O engraçado é que um monte de vereadores fala nos corredores que a situação de Acácio deveria ser encaminhada à Comissão de Ética do legislativo. Contudo, até o momento, nenhum vereador botou o dedo na ferida.

De cabo a rabo…
A dinheirama da JBS irrigou uma porrada de campanhas país afora, algo em torno de 500 milhões de reais. Aqui na Santa & Bela Catarina teve até vereador (a) da região que recebeu oficialmente uns caraminguás da tchurma de bonzinhos da JBS.

Se pegando
As delações premiadas de bagrões da JBS que atingiram até o governador Raimundo Colombo (PSD) têm provocado faíscas entre mandatários de siglas peixeiras que estão agarradinhas na penca do governo estadual. A dama de ferro, presidente do PSD, Eliane Rebello, e o emplumado presidente do PSDB, Cícero Zucco, trocaram sopapos verbais nas redes sociais.

Não apagou
A ex-vereadora e ex-candidata a prefeita de Itajaí, a minha musa BBB, Anna Carolina, em contato com a coluna, declarou que não apagou postagens em que o ex-presidenciável e senador afastado, Aécio Neves, pedia votos pra ela. Afirmou que a mensagem de apoio circulou por zapzap e que nem tinha prestado atenção, já que prefere manifestações de pessoas nas ruas. Aham…

Última a saber…
A galega se diz “enganada” como milhares de itajaienses e milhões de brasileiros. Defende que Aécio seja afastado e que o PSDB deixe o governo do presidente com cara de vampiro de mordomo, Michel Temer (PMDB). Com relação ao senador tucano Dalírio Beber, Anna garante que tem mantido contato regular e que ele deve se defender das acusações. Lembra que o senador fez muito e continua fazendo pela city peixeira.

O filho tem dono
A BBB assegura que o que anda acontecendo com relação ao porto de Itajaí, tem o dedo do senador emplumado Dalírio. “Esses recursos e a atenção que vem sendo dispensada ao porto, com a liberação de recursos… Tudo bem que o prefeito Volnei Morastoni aparece na foto, mas é resultado de ações do senador em prol do terminal de Itajaí”, sustenta a galega BBB.

Todos iguais?
Por fim, diz que, infelizmente, em todas as siglas há atos de corrupção. “No PT tem a Dilma, no PMDB o Michel, no PSDB o Aécio. Infelizmente, vai acontecer sempre, porque as pessoas são falíveis”, lamenta.

Fabrício reuniu vereadores da base e da oposição pra cobrar uma solução para o custeio do Ruth Cardoso através do secretário Caropreso

Amigo virou pó

Bizolhando as redes sociais da minha musa, Anna Carolina (PSDB), a turma de linguarudos sentiu falta de um vídeo em que o ex-candidato a presidente e senador, o agora afastado Aécio Neves, pedia votos pra loirosa durante a campanha à prefa peixeira. Virou pó, lascaram, juntamente com a reputação do líder nacional dos emplumados. Arreda, cambada!

Sem discurso
Ainda segundo os linguarudos, o senador emplumado, por muitas vezes, foi apresentado como exemplo pelo tucanato peixeiro, que posava com peito estufado, dizendo que iria copiar os feitos fantásticos do mineirinho por aqui. E agora?

Faltou apagar
Pra fechar, os bocudos ainda lascam que a assessoria da minha musa BBB só sisqueceu de apagar as fotos e vídeos de Anna com o senador Dalírio Beber (PSDB), que caiu na delação da Odebrecht, acusado de articular R$ 500 mil pra campanha do prefeito da galega Blumenau, Napoleão Bernardes (PSDB). Será que a amizade continua? Ai, ai, que dor!

Só o Cícero
O presidente do PSDB peixeiro, Cícero Zucco, diz que a sigla deve se reunir na próxima segunda-feira e referendar o que tem dito a estadual e nacional, sobre o nebuloso caso do senador afastado, Aécio Neves e, a permanência da sigla no governo Federal. Cícero defende a renúncia de Aécio e o desembarque da sigla do governo do presidente com cara de mordomo de vampiro, Michel Temer (PMDB).

Patinando
Os linguarudos de plantão (oh, raça!) debulham que lá se vão quase quatro meses do governo do prefeito barbudinho, Volnei Morastoni (PMDB), mas pouca coisa aconteceu durante o mandato do novo (velho) burgomestre. A inércia parece muito mais presente do que ações efetivas, murmuram, entre dentes.

Lá pra frente
Como não se tem muito o que mostrar, obras como a ponte Tancredo Neves, lá em Cordeiros, que caiu no governo do ex-homem dos galináceos, Jandir Bellini (PP), teve a sua reabertura empurrada para a semana de aniversário da city peixeira, em junho.

CIS
Igualmente a abertura do Centro Integrado de Saúde, no antigo Vassourão, pode começar em junho (adivinhem? Niver de Itajaí, sabichões!). Tudo pra tentar demonstrar que o governo tá andando.

Homenagem
Tem quem queira homenagear o ex-prefeito Jandir Bellini, porque se ele tivesse reconstruído a ponte Tancredo Neves ou inaugurado o Centro Integrado de Saúde, o prefeito barbudinho Volnei não teria muita coisa pra mostrar para o povão. Arreda, raça de linguarudos, vocês não vão pro céu!

Na doença e doença
Perdigueiros da coluna assopram nos sensíveis zovidos do socadinho escriba que não são mais empresas ligadas ao porto, logística, as maiores arrecadações da prefa peixeira. E sim a Unimed, que estaria em primeiro lugar entre os maiores arrecadadores. Sério?!

Questão de saúde
Uma das marcas do atual governo da Maravilha é, sem dúvida, a saúde. Os mutirões que acabaram com as filas de exames e consultas em muitas especialidades funcionaram e estão entre os louros desse começo de governo de Fabrício Oliveira, mas a saúde da cidade tem problemas sérios. Um deles o custeio do hospital Ruth Cardoso.

O x do “pobrema”
Dos atendimentos do Ruth Cardoso, cerca de 60% são de pacientes de fora da cidade. Então, de fato, o hospital é municipal só no nome, porque no atendimento é um hospital regional. Só que a conta sobra pra Balneário, que paga mais de 70% dos custos sozinho, contra 25% de custeio do SUS e, míseros, 2% do Governo do Estado.

Fala que te escuto
Na Amfri, Fabrício busca convencer os outros prefeitos que se servem do Ruth a pagar parte proporcional do uso que fazem do hospital, e os prefeitos têm reconhecido a importância do Ruth na saúde. Só falta se coçar. Do governo do Estado, Fabrício busca aporte de recursos para custear parte do hospital. Nada mais justo.

Cerca Lourenço
Nesta semana, quem veio ver essa situação de perto foi o secretário Estadual de Saúde, Vicente Caropreso. Que falou que ia mandar equipe técnica, e tal, mas não disse o que todo mundo queria ouvir: o compromisso do governo em repassar parte do custeio para manter o Ruth Cardoso com as portas abertas. Com a palavra o governador

Prefeito de Camboriú, Elcio Kuhnen, garante que os R$ 300 mil de saldo positivo dos Gideões serão usados na compra de uniformes escolares

Acho que a única torcida válida frente aos atuais fatos, se comprovados, é que tudo seja mais rápido do que no afastamento de Dilma. Temer deveria renunciar já, e novas eleições chamadas o mais breve possível. Ele perdeu completamente as condições de governabilidade, ainda por cima, pego em flagrante.

Novidade
Mas qual é a novidade? O que as investigações da Polícia Federal e do Ministério Público estão revelando é o que todo mundo sempre desconfiou. A relação podre entre poder e os caras da grana alta. O afastamento de Dilma e sua substituição por Temer foi um arranjo pra manter o país andando sem que o interesse dos poderosos sofresse ameaça. A novidade é a investigação que ninguém consegue sufocar. Essa é a novidade. E viva ela!

O pobrema
Mas tinha que ser rápido esse processo de chamar novas eleições para que o país voltasse, também rapidamente, aos trilhos, porque o clima que se desenha daqui pra frente é o da mesma pasmaceira que se arrastou até o impichamento de Dilma, com graves consequências para o país, e para o brasileiro, esse otário que paga a conta.

Solução
Com novas eleições, com presidente eleito e com o país andando, essa turma que foi pega com a boca na botija que se explique à dona justa. E que a polícia pegue a grana roubada de volta. E que coloquem eles nas mesmas cadeias que os presos comuns vão, para que tenham um choque de realidade.

Canalhas!
Porque é o roubo dos grandões (e dos médios e dos pequenos também, enfim) que mata as pessoas na fila de atendimento nos postos de saúde, tira a oportunidade de trabalho dos jovens, aumenta a criminalidade, gera o mau exemplo, piora o caráter do país e assassina a esperança. Eles não são só ladrões e corruptos, mas assassinos de um país. Desse país. Ponto. O remédio tem que ser amargo.

Voando
O secretário regional, homem pássaro, Edson Periquito (PMDB), tá sabendo fazer política estando no principal cargo da ADR. Ele, e todo mundo sabe que tudo depende lá do Governo do Estado na capital manezinha. Pra vir verba, autorizar pagamentos etc. e tale. O seu antecessor, o advogado Gaspar Laus, como não era candidato a nenhum cargo eletivo, fazia a liturgia do cargo, apenas isso.

Pirica
Já Periquito, que quando era prefeito levava tudo com mão de ferro, na ADR tá correndo atrás. Ontem, foi na Cocada bebericar um cafezinho com os fofoqueiros da politica. Ouvi a enrevista dele nos programas 106,7 FM, comandado pelo Ariel Silva, e o Trânsito Livre sob o comando de Dario Silva e Zélio Prado na Difusora.

Ensaboado
Nos programas teve que responder perguntas espinhosas, como a saída da Amfri (a casa do povo da Maravilha do Atlântico, aprovou o retorno esta semana) e a questão do hospital Ruth Cardoso que quando ele era prefeito debulhava o porrete sem dó no lombo do governo com cara de padreco, Raimundo Colombo (PSD). Como é ensaboado igual um jundiá, engasgou, mas respondeu.

Bicho político
Pirica deixou claro que está em plena campanha, ao declarar que pode deixar em breve o pomposo cargo de secretário regional e que: “se tiver condições de participar das eleições vou participar, sou um bicho político”, gabou-se.

Esperando
As bocas de trapo da Cocada peixeira lascam que o carcará sanguinolento, Paulo Seara, passa um tempo sentado na Hercílio Luz, esperando pra receber intimação do Ministério Público pra explicar a sua verborragia pra cima do prefeito barbudinho, Volnei Morastoni (PMDB), e seu filho, o vereador e líder do governo, barbudinho júnior, Thiago Morastoni (PMDB). Tá doido!

Por outro lado…
…tem linguarudo de plantão que acredita que o burgomestre Volnei e seu rebento Thiago devem acionar judicialmente o carcará, ops, Seára pra que responda na dona justa ao que andou espalhando em grupos de zapzap. Até porque, tanto Volnei como Thiago não teriam alternativa. Consideram que calar seria concordar com as falas. Qui coisa, meu povo!

Para a educação
O prefeito da capital da pedrada e ex-do tiro ao vereador, Elcio Kuhnen (PMDB), anunciou nesta semana que vai usar o saldo positivo dos Gideões para comprar camisetas escolares para os estudantes de Camboriú. O gasto com uniforme não foi incluído no orçamento da prefa para 2017. A entrada da grana vai ser revertida em benefício para os estudantes.

Saldo positivo
O Congresso dos Gideões deixou o cofre de Camboriú com o saldo positivo de R$ 300 mil. O número é resultado de uma continha básica: os R$ 513 mil da arrecadação com alvarás, menos os R$ 213 mil gastos em infraestrutura para o evento.

Gastaram menos
O valor aprovado pelos vereadores para a prefa gastar preparando Camboriú para o evento foi de R$ 320 mil – o mesmo de 2016. Os cortes do prefeito cirurgião Elcio e a mão fechada do secretário de Administração, Ramon, conseguiram economizar uma boa grana.

O atual presidente do PTB peixeiro, Beto Prazeres, acompanhado do secretário Arno Lapa, o Lapinha, visitou o socadinho escriba, ontem

Prazeres

O ex-vereador, Beto Prazeres e Arno Lapa, o Lapinha, visitaram o socadinho escriba ontem. Beto veio comunicar que é o presidente da comissão provisória do PTB peixeiro, desde 17 de abril. E que tem buscado o entendimento na sigla, revelando, purexemplo, que conversou com o ex dirigente do partido, Airton Jaques, sobre a importância de que continuasse nos quadros do PTB.

Rango
Prazeres diz que vai fazer uma janta no próximo sábado e pretende reunir partidários e lideranças estaduais com o discurso de união, pois não existe nada de o PTB cair na oposição ou nos braços do governo de plantão no paço da Vila Operária. Beto coloca que existe um grupo, onde estariao médico Eriberto, João Vivan, Dolor entre outros.

Rango 2
Já a turma que também almeja o comando do partido dos trabalhistas realiza na próxima quarta-feira uma janta pra conversar sobre os encaminhamentos. Esperam que o atual presidente estadual do partido, o ex-deputado estadual, Renato Hinning, decida por fim quem comandará o destino do PTB.

Bonzinho no PMDB?
Abelhudos de plantão assopraram nos sensíveis ouvidos deste escriba que o vereador Bonzinho Edson Lapa (PR) estaria sendo cortejado para ir ao PMDB. Quem viu garante que na última sexta-feira, durante o Prefeitura nos bairros, o vereador e o prefeito barbudinho Volnei Morastoni (PMDB) conversavavam com afinidade.

Boca esgarçada
O presidente do Manda Brasa peixeiro, o Rebelinho Jr., estaria com a borca esgarçada de tanto rir com a possível ida de Lapa para o partido, e teria, segundo os bocudos de plantão, se colocado à disposição para trazer figuras de peso do partido para abonar a ficha de filiação do vereador / pastor.

Lapa federal + Thiago estadual?
Há um componente forte nesse interesse todo na ida do Bonzinho para o Manda-Brasa peixeiro: Edson Lapa é pastor e fundador da igreja MEVAM, que conta com mais de 500 igrejas em Santa Catarina.

Conjuntura
Dizem os entendidos da política local, que como a conjuntura aponta para uma eleição acirrada no ano que vem e há o interesse do PMDB em eleger Thiago Morastoni (PMDB) deputado estadual, uma dobradinha local com Lapa para federal poderia resultar em vitória do governo e ainda ofuscar outras candidaturas.

Tamo junto, Tito!
A grave doença que acomete o menino Tito, de três anos, sobrinho do jornalista e amigo Mauro Bastos, motivou grande campanha para doação de medula óssea, que começou nas mídias sociais e cresceu em diversas matérias de TV, rádio e jornais de São Paulo. Depoimentos e apoio de artistas e famosos, como Tiago Leifert, comovem o país.

Como ajudar
Tito sofre de Síndrome Mielodisplásica, uma doença rara que compromete o funcionamento da medula, e precisa achar doador de medula óssea 100% compatível. A campanha é para as pessoas se cadastrarem no banco de medula óssea. Mais detalhes na página “Tamo junto Tito”, que os pais do menino criaram no Facebook. Sorte!

Serviço
Para fazer o cadastro no banco de medula óssea tem que tirar uma amostra de sangue no Hemosc. Que, por sinal, vai estar com sua unidade móvel aqui na cidade na segunda-feira, 22, na Univali. Mas tem que agendar antes no (47) 3222-9800, número do Hemosc de Blumenau. E tem que ter de 18 a 55 anos.

Sem pulso
O presidente da casa do povo da praia mais desejada do sul do mundo, Roberto ‘Bem Claro’ de Souza Júnior (PMDB), parece não ter pulso pra comandar a sessão legislativa, imagina o restante. Um circo, um festival de pancadarias desabam na sua espinha eele só falta ficar sem voz.

O presidente do PMDB peixeiro, Wilson Rebello Júnior, o Rebelinho, prestigiou o niver do vereador Edson Lapa, o Bonzinho (PR). Hummmm…

Mais greve?

Na prefa peixeira tem servidor preocupado com o tal estado de greve. O povo do sindicato reivindica 10% de aumento e não aceita os 4,57% propostos pela administração municipal. O valor sugerido pela equipe do prefeito barbudinho, Volnei Morastoni (PMDB),é o mesmo dado recentemente pela câmara aos seus servidores. O fato deixou os nobres edis, que adoram criticar a proposta do governo Volnei, meio sem assunto. Afinal, não são todos servidores municiapis?

Salário parcelado?
Neste momento de crise, com a receita do município em constante queda e com a folha salarial saltando em números, conceder 10% torna-se temeroso. Alguns entendidos da prefa juram, de pés juntos, que com um aumento maior do que os 4,57%, é grande o risco dos salários saírem em duas ou três vezes no mês. E como a inflação realmente baixou, o índice de 10% não encontra qualquer respaldo em qualquer índice econômico. Pura viagem.

Dia 5
Atualmente, são poucas as prefas que estão pagando os servidores sem atraso. Em Itajaí, a gestão do prefeito Volnei vem conseguindo manter o pinga-pinga na conta toda a última sexta-feira do mês. Esse é outro benefício que, segundo o apurado nos corredores da prefa, pode estar com os dias contados. Isso se o reajuste sugerido pelo sindicato fosse pra frente. Quem trabalha lá dentro diz que a conta é simples: com o aumento, a secretaria de Finanças vai precisar de mais dias pra arrecadar grana suficiente pra pagar todo mundo, ou seja, dinheiro na conta pode rolar só a partir do dia 5 de cada mês.

Bagrões de carreira
Segundo bocas de tramela da prefa peixeira, existem ainda muitos servidores efetivos com privilégios e benefícios acumulados ao longo dos anos. Isso eleva bastante os vencimentos e, consequentemente, a folha do município. Tem muita gente ganhando mais que secretário e alguns até mais que o próprio prefeito. Dizem os entendidos que o peso disso, na ponta do lápis, é bem maior que o gasto mensal dos comissionados do prefeito. Ai, ai, que dor!

Mandou bem
Rolou na semana passada uma prestação de contas extraoficial na piramidal casa do povo peixeira. Foram anunciadas 12 medidas/ações, que vão resultar em economias e cortes ao final da gestão do vereador Paulinho Amândio (PDT), contabilizando mais de 1 milhão de reales.

Bom time
Paulinho não é bobo. Sabe que os gestores públicos que não se cercarem dos melhores profissionais vão se complicar. Na equipe principal o edil tem os experientes Augusto Wanderlinde na secretaria geral e Ronaldo Camargo como procurador geral, além de André Pamplona com chefe de gabinete da presidência e Paul Estanislau como controlador. Todos advogados com anos de serviço público.

Magoados…
Rapeize das Novas Ideias tá com peninha da oposição na Maravilha do Atlântico. Ontem, a coluna falou que a oposição tá afirmando que Fabrício não manda nada. Já os rapazes das Novas Ideias dizem que a turma tá com muito mimimi e ainda não engoliu os 10 mil votos de diferença, no caso a plumagem tucana, que tomou no lombo em outubro de 2016.

Competentes e parceiros
O mimimi é grande em ver ex-tucanos, que abandonaram o ninho, abraçadinhos no governo do pop star Fabrício. O prefeito músico trouxe para debaixo da asa da pombinha branca, seus fiéis escudeiros, nada mais natural, e tá coordenando essa turma no pulso firme, mas também na base da confiança.

Pá de gente
Os faladores dizem que o governo não é formado somente por eles, mas por uma pá de gente que tá se desdobrando para desfazer uma série de cagadas que vieram do ex-prefeito ave. Diz que vinha lengalenga desde a época do prefeito alemão.

Não custa ouvir mais
Ainda no mimimi oposicionista, tem gente que não gosta de prefeito na rua. Os últimos dois ex-prefeitos odiavam rua e reunião em bairro. Rubens pescava e Periquito ia pro Canto Grande, já o novo prefeito tá com uma agenda importante junto à união das associações de moradores.

In loco
“Uma coisa é ouvir na campanha, sem equipe formada, outra é ouvir no bairro “in loco”, junto com todo seu staff, para tomar providências num período menor de tempo,” alardeiam os puxas. Os Novas Ideias tão achando que 10 mil votos de diferença doem muito ainda na alma… Ai, ai, ai que dor!

Dupla de dois?
O Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) peixeiro estaria sendo disputado por dois grupos. Um do ex-vereador Beto Prazeres e outro do médico cardiologista, Eriberto Luchtenberg. Inclusive, tá rolando reunião dos grupos. Contudo, a sigla deve ficar sob o comando de Eriberto.

Articulou
Quem teria articulado tudo foi o fiscal aposentado da Receita Estadual, João ‘Bom’ Vivan, que é amigão do presidente estadual do partido, Renato Hinning. Os linguarudos contam que Eriberto era amigão do prefeito barbudinho, Volnei Morastoni (PMDB), mas teria rompido com o alcaide. Ele teria entrado nessa história pra sigla não se agarrar na penca governista.

O advogado Gaspar Laus, que deve assumir a chefia de gabinete da prefa peixeira, fez uma visita de cortesia ao socadinho escriba ontem

Brigaçada

O zapzap tem sido um terreno fértil de brigas e desentendimentos. Não bastasse o carcará sanguinolento, Paulo Seara, ter jogado merda no ventilador neste final de semana, o apresentador Farley Cerri e o girassol Sandro Garcia fecharam o tempo num grupo de zap.

Credo!
Tudo começou quando a dupla discordou a respeito da utilização do Centreventos, comandado por Sandro, que ganhou um cargo de confiança depois de fazer campanha para Voleni Morastoni. Irritado, Farley, que costuma ser um cara centrado, avisou que era melhor Sandro desviar do seu caminho quando se encontrarem na rua. Credo em cruz.

Dança das cadeiras
Tá pra rolar dança das cadeiras na prefa peixeira. O Chefe de Gabinete, Celso Goulart, pode vir a ser secretário de Planejamento. O Alexandre Balbino deve ir para a secretaria de Administração. Já Vilson Sandrini deixaria a Administração e voltaria para a Procuradoria da Univali.

Pode ser
Como a coluna explanava ontem, a política é a arte de engolir sapos. Mas para alguns pode ser campo fértil para investimentos. Veja o caso do atual secretário de Urbanismo de Itajaí, Rodrigo Lamim, por exemplo, que recebe salário bruto de R$ 13.101,75.

É público
E isso é público. O que nem todos perceberam é que na última campanha eleitoral Rodrigo doou R$ 10.299,99 – pra campanha do vereador Márcio José Gonçalves, o Dedé da Murta (PSDB), atual secretário de Obras.

Ajudar
Para se ter ideia da vontade de Rodrigo em ajudar o tucano, ele doou mais dinheiro para a campanha do Dedé que o próprio candidato, que doou R$ 6083,03, segundo dados (públicos) do TSE. E Rodrigo deve ter passado um cortado, como se diz, no mês de setembro, pois sua doação em espécie chegou a R$ 8400, e seu salário líquido, como assessor do próprio Dedé na câmara era de R$ 5.099,82.

Doou tudo
Ou seja, ele deu o salário todo pra campanha do “patrão” e ainda mais R$ 3.300,18 – será que fez empréstimo ou tinha uma poupança? Os valores doados à campanha de Dedé por Rodrigo Lamim estão especificados na prestação de contas. As informações são públicas: R$ 189 pela cessão de aparelho celular e 4 mil minutos para ligações; R$ 4900 + R$ 3500 em dinheiro (transferência eletrônica); e R$ 1710 pela cessão de um carro por 19 dias.

Passou apertado?
O Chefe de Gabinete do vereador Dedé, Alcy Nelson da Silva Neto, doou R$ 8 mil para a campanha do patrão, sendo R$ 5 mil em dinheiro (transferência eletrônica) e R$ 3 mil em consultoria jurídica (Alcy é advogado). Quando fez a doação para a campanha do agora secretário Dedé, Alcy já era Chefe de Gabinete do tucano, e recebia R$ 5.561,32 de salário líquido. Ou seja, passou o mês com pouco mais de 500 pilas.

Se deu bem
Se o ex-colega de assessoria se deu bem e virou secretário, Alcy não ficou atrás: foi mantido na chefia de gabinete com salário bruto de R$ 6.817 e foi encaixado num cargo-chave na Câmara. Um cargo que poucos sabem que existe.

Acumula
Além de trabalhar no Gabinete do vereador Dedé, Alcy acumula outro cargo, que é na verdade uma função gratificada, e para isso recebe R$ 1.654,04 a mais no salário, totalizando um salário bruto de R$ 8.471,04. Parece que valeu a pena o sacrifício. *As informações sobre doações e salários são públicas e estão disponíveis aos cidadãos nos site do TSE, prefa peixeira e piramidal casa do povo.

Só falta o galego…
Na Maravilha do Atlântico a oposição deita e rola. Agora, questiona sobre as Novas Ideias, e lasca: o prefeito pop star, Fabrício Oliveira (ex no governo do galego Spernau), Coronel Dagostin (ex-Spernau), Edson Kratz (ex-Spernau), Fernando Marchiori (ex-Spernau). Tem mais, muitos outros do governo do ex-prefeito galego, Rubens Spernau, que representam, mandam e desmandam na atual administração das Novas Ideias.

E até agora ????
O prefeito Fabrício prossegue com reuniões nos bairros para ouvir a comunidade. O difícil é entender o motivo dessas reuniões. Afinal, em seu discurso de campanha Oliveira declarava que havia ouvido as reivindicações de 20 mil famílias. Quando vão começar a trabalhar é o que aguardam com muita expectativa os eleitores que acreditaram nas Novas Ideias.

Reconhecer
O que não se pode é deixar de reconhecer o trabalho realizado pela Guarda Municipal (apesar do secretário se achar um xerife). Cultura, Saúde e Inclusão Social também se empenham e conseguem bons resultados para salvar a pele de Fabrício Oliveira.

Turismo
Prefeita de Itapema, Nilza Simas (PSD), investe forte no turismo a fim de tirar a capital do ultraleve do caos que deixou a administração do ex-prefeito, Rodrigo Bolinha (PSDB). A efetivação de Noeli Thomé e Cláudio Souza, dois profissionais talentosos e com grande experiência na área, no comando do setor turístico, sem dúvidas, tem tudo para dar a volta por cima e colocar Itapema numa nova fase totalmente positiva.

Presidente da piramidal casa do povo de Itajaí, Paulinho Amândio (PDT), afirma que as medidas de austeridade de sua gestão devem gerar economia aos cofres públicos de oito milhões, até 2020

O caldeirão ferveu entre o Paulo Seara, que anda sendo chamado de carcará sanguinolento, e o comendador Wilson Rebello, na Cocada da Hercílio Luz, na sexta-feira. Rebello estaria puteado com Paulo, acusando-o de falar mal dele. O clima ficou tão quente que teria rolado soco na mesa, cadeira jogada, gritaçada e xingamentos. A dupla só não partiu pras ‘vias-de-fato’ porque a tchurma do deixa disso apartou.

Não tem medo
Seara, não contente, gravou áudio e espalhou em grupos de zapzap, explicando que não teria falado mal de Rebello, pois o acha gente boa. Explanou, porém, que o bate boca teria se dado por conta de que, na campanha, Rebello teria dito que Paulo não se preocupasse “porque iriam usar todo mundo e depois chutar assim que eleitos”… Seara ainda debulhou que não tem medo do Volnei.

Merda no ventilador
Paulo Seara, na gravação, afirma que pode fazer o “governo cair de pé,” pois possui a listagem de empresas que teriam feito doações pra campanha do prefeito barbudinho Volnei Morastoni (PMDB) e “comprado cargos” na atual administração. E que pode ser chamado pela “polícia federal, fórum, juíza”. “A minha delação não é premiada, é sorteada. Já falei pra vocês a empresa que comprou cinco cargos”, debulha.

Mais ataque
Em um segundo áudio, Paulo diz que ele e Rebello não brigaram ou saíram no tapa, mas admite que falou bastante. E que Rebello estaria negando o que lhe falou durante a campanha.

Raivoso
Na gravação, o briguento Paulo Seara volta a fazer ameaças e afirma que pode fazer a ‘casa do prefeito Volnei Morastoni’ cair. Pra lá de raivoso, ainda ataca o barbudinho Volnei, dizendo que ele é uma mentira. “Eu sou foda”, vangloria-se.

Amílcar manda
O carcará, ops, Paulo Seara, não satisfeito, diz que o prefeito se chama Amílcar Gazaniga e o seu vice Jandir Bellini. E que Volnei é o gerente, já subgerente é o Marcelo Saldré, ops, Sodré. Seara ainda faz questão de dizer que nunca pediu cargos. Ele chegou a publicar no DIARINHO uma nota A pedido, afirmando isso, em 24 de dezembro de 2016.

Campanha contra
Por fim, conclui dizendo que não tem medo de ninguém e afirma que vai trabalhar para que Thiago não faça mais do que 12 mil votos pra deputado. E, pesadamente completa: Volnei e seu filho são “lixos” e que trabalhou pra eleger “lixos”. Meu pai eterno!

Por que tanto ódio?
Coço o cocuruto devastado pela idade. Se Paulo Seara não quer cargo, não precisa do governo, porque tanto ódio? Durante a campanha, andava pra lá e pra cá em sua caminhonete impiçada de mais de 300 mil, fazendo campanha para o barbudinho Volnei e seu filho, barbudinho júnior, Thiago. Agora, fala horrores. Endoidou de vez ou estão lhe devendo algo?

VDM
Abobrão de prefa da região estaria exigindo que empreiteiros comprem material em loja especifica. Com isso, tem empreiteiro falando pelos botecos da vida que a porca vai torcer o rabicó. Ou seja, vai dar merda. Uiiii!!!

Dança das cadeiras
Como a coluna já explanou há algum tempo, o ex-secretário regional, Gaspar Laus foi convidado a assumir a Chefia de Gabinete do prefeito barbudinho, Volnei Morastoni (PMDB). Gaspar se colocou à disposição do governo, a partir desta quarta-feira, dia 17. Com isso, o alcaide deve definir o rumo do atual chefe de gabinete, Celso Goulart.

Planejamento
Celso tem feito um bom trabalho na chefia de gabinete e mostrou isso ao comandar uma equipe afinada na questão da Coletivo Itajaí. Apesar de ter paralisado o transporte público, a população não sofreu tanto. Graças ao trabalho do Celso entre outros membros do governo. A informação que pipoca é que Celso iria para o Planejamento, Orçamento e Gestão, no lugar de Alexandre Balbino.

Não creio
Contudo, circulou com força o buxixo de que o líder do governo na piramidal, o filho do prefeito, barbudinho júnior, Thiago Morastoni (PMDB), iria para o Planejamento no lugar de Balbino. Não se crê que tal seja verdade. Mas…

Pode ser
A política é a arte de engolir sapos, dizem. Mas para alguns pode ser campo fértil para investimentos. Veja o caso do atual secretário de Urbanismo de Itajaí, Rodrigo Lamim, por exemplo, que recebe salário bruto de R$ 13.101,75.

É público
E isso é público, todos sabem ou podem saber. O que nem todos perceberam é que na última campanha eleitoral Rodrigo doou R$ 10.299,99 – pra campanha do vereador Márcio José Gonçalves, o Dedé da Murta (PSDB), atual secretário de Obras.

Ajudar
Para se ter ideia da vontade de Rodrigo em ajudar o tucano, ele doou mais dinheiro para a campanha do Dedé que o próprio candidato, que doou R$ 6.083,03, segundo dados (públicos) do TSE. E Rodrigo deve ter passado um cortado, como se diz (passado necessidades) no mês de setembro, pois sua doação em espécie chegou a R$ 8400, e seu salário líquido, como assessor do próprio Dedé na câmara, era de R$ 5.099,82.

O vereador Nikolas (PDT) entrou na briga para que o aeroporto de Navegantes seja privatizado

Considero feiosa a manifestação do secretário de Saúde de Itajaí, Celso Dellagiustina, ao explicar o fato de uma caranga, com combustível, motorista e diária pra se deslocar de Itapema pra Itajaí e vice-versa, é legal. Seé ou não legal não me interessa, senhor secretário! O que importa é que é imoral. Vergonhoso!

Babação
Foi de corar a última sessão da piramidal casa do povo peixeiro. Três dos quatro vereadores do Partido Progressista, Murilo Pereira, Calinho Mecânico e Tonho da Grade, babaram o governo do prefeito barbudinho, Volnei Morastoni (PMDB). O único que se manteve com postura foi o presidente da sigla, Fernando Pegorini.

Sim ou não
O PP já se acasalou com o governo ou tá vivendo uma união estável? Tem progressista fulo da vida com tudo que anda acontecendo, afinal, ou se é oposição ou situação. Do jeito que a cosia anda, fica feio, demonstra que como sempre, excelências excelentíssimas não conseguem viver na oposição, sem as benesses do poder…

Sozinho
Tem vereador do PP que garganteia que se elegeu sozinho, sem ninguém, com apenas um ou outro familiar e algum puxa. Sisquece que na sua cola, 16 outros postulantes trabalharam. Essa gente merece respeito, ser ouvida e participar das decisões.

Num gosta
O vereador e líder do governo, barbudinho Thiago Morastoni (PMDB), declarou ao socadinho escriba que ‘não gosta de puxa-saco’. Poderia dizer aos seus pares, os vereadores do PP que parecem ter se apaixonado pela barba grisalha do alcaide barbudinho, que fica feio esse entreguismo.

Do contra
O próprio prefeito Volnei parece que se esqueceu dos tempos em que era vereador de oposição e lascava o pau no lombo do então prefeito, o alemão Arnaldo Schmitt (PMDB). Volnei era tão tinhoso que tudo ele era contrário. Volnei fazia questão de debulhar: “O projeto pode ser bom, mas vocês são muito safados, aí tem!”

Hoje…
…Volnei parece que se esqueceu do passado. Tá tentando pegar de colher vereadores. Afinal, negociar com dois ou três é uma coisa e com 10, 12, 15 é outra.

Cachorrada!
A vereadora Renata Narcizo (Solidariedade) mal começou na política e já tem se lambuzado no poder. Enquanto defende o governo na câmara, a vereadora de primeiro mandato encaixou sua filha na secretaria do CEI Elizabeth Malburg. Os linguarudos de plantão dizem que Renata tem sido grande defensora dos animais e também da família. Arreda, raça de invejosos.

Comunicador copiador?
Na secretaria de Educação da prefa peixeira, ontem, um fato envolvendo o vereador Rubens Angioletti (PSB) virou piada e rasgou os corredores como rastilho de pólvora. Tinha bocudo engraçadinho dizendo até que iria denunciar o edil na delegacia, mas não sabia se acusando o vereador de se apropriar de um projeto do prefeito barbudinho Volnei Morastoni (PMDB) ou pra cobrar pensão alimentícia de filho.

Vai que cola
Angioletti fez um projeto de lei pra dizer que partiu dele o programa que compra vagas de centros de educação infantil particulares pra suprir a falta em creches municipais. A proposta faz parte do plano de governo de Volnei e vem sendo implementada desde que ele assumiu a prefa peixeira. Será que o comunicador, que adora gravar vídeos e apontar erros pela city, vai falar dessa “apropriação indébita”? Ai, ai, que dor!

Irreconciliável
O Congresso municipal do PPS peixeiro deve acontecer entre os meses de junho e julho. O atual presidente, Jorge Andrade, não pode ser candidato à reeleição, porque o estatuto preceitua que somente tem direito a uma reeleição e ele já está no segundo mandato.

Usando
Os linguarudos de plantão lascam que Jorge estaria na caça de filiados e usando a Fundação Municipal de Esportes e Lazer (FMEL) visando eleger um presidente que lhe seja alinhado. Isso sem avisar a executiva da sigla. O acusam de ter alterado o responsável e a senha no TRE.

Não fica
Quem anda sacudo com essa situação toda no PPS é o único vereador eleito pelo partido na piramidal, Fabrício Marinho. Que já teria avisado que se ele (Jorge) ou alguém ligado a ele se eleger, não permanece mais no PPS. O bicho tá pegando.

Aeroporto dengo-dengo
O vereador Nikolas Reis (PDT) tem defendido a privatização do aeroporto de Navegantes. É uma maneira de que aquele importante terminal venha a receber os investimentos necessários para se modernizar.

Sonolento…
O PSD da dama de ferro, Eliane Rebello, voltou a se reunir. As reuniões definem o projeto do partido pra 2018. Pelas imagens que têm sido divulgadas mostra uma apatia sem tamanho. Isso apesar do partido tem elegido um vereador, a Célia Filha do Elói, que até o momento parece que só sabe dizer amém para o governo. Ainda não desabrochou pra fazer jus ao nome do seu saudoso pai, o vereador do Vassourão, Elói Camilo da Costa.

Ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil (MTPAC), Maurício Quintela Lessa, garantiu ontem ao prefeito Volnei Morastoni e ao superintendente do porto de Itajaí, R$ 23 milhões para obras nos berços 3 e 4

Já presenciamos muitas vezes, na casa do povo peixeira, nobres edis entrando com ações na dona justa, com o objetivo maior de fazer barulho e ganhar espaço na mídia. O exemplo mais recente rolou com o quinteto formado por Nikolas Reis (PDT), Robison Coelho (PSDB), Fernando Pegorini (PP), Rubens Angioletti (PSB) e Marcelo Werner (PCdoB), que fizeram até foto paradinhos e com cara de choro na frente do fórum, quando da suspensão de bolsas de estudo universitárias.

Rejeitou
Acontece que a Promotoria da Moralidade Administrativa de Itajaí avalizou a decisão do prefeito barbudinho, Volnei Morastoni (PMDB), de suspender o pagamento de bolsas de estudo pros universitários, neste momento de dificuldade financeira, guardando dinheiro pros pequerruchos da educação infantil e do ensino fundamental.

Tudo legal
No entendimento do promotor Maury Roberto Viviani não há nada de irregular na opção de Volnei, que, diante da crise, suspendeu temporariamente as bolsas pros universitários no primeiro semestre. Os municípios devem atuar prioritariamente no ensino fundamental e na educação infantil.

Decisão
Além disso, a procuradoria também não viu qualquer irregularidade nos gastos de R$ 1,2 milhão com a implantação do programa Escola da Inteligência, que vem beneficiar justamente os estudantes da educação infantil e do ensino fundamental.
Prioridade
Ainda em resposta à denúncia dos nobres vereadores, o promotor lembrou que em janeiro houve grande demanda por mandatos de segurança que garantissem o acesso de crianças nas creches da city peixeira. E que o prefeito Volnei, acertadamente, preferiu direcionar o dinheiro pra atenção aos pequenos.

Não viola
Conforme o MP, o ato do prefeito não viola o princípio da legalidade uma vez que não há imposição legal na concessão de bolsas municipais aos estudantes universitários. Os fofoqueiros de plantão se perguntam: Será que os edis não sabiam disso antes de entrar com a ação? Ou o ato foi proposital para causar desgaste ao prefeito? Arreda, cambada de bocudos!

Gasparzinho na área
A coluna já explanou que o advogado Gaspar sorridente Laus iria ser o Chefe de Gabinete do prefeito barbudinho, Volnei Morastoni (PMDB). Choveu negativas de todos os lados. Agora tá mais do que confirmado que o Gasparzinho camarada vai assumir a chefia. Só falta marcar a data pra ele pegar sua caranga, diretamente de Brusque pra city peixeira. Não vai fazer igual o secretário de Saúde, hein!

Dança das cadeiras
Com isso, os linguarudos de plantão alardeiam que o atual ocupante do cargo, Celso Goulart, que se tornou um rosto popular na mídia nos últimos tempos, por conta da sua atuação na questão da greve da empresa Coletivo Itajaí, pode ser guindado à secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão.

Onde?
Se tal situação se confirmar, ainda não se sabe para onde iria Alexandre Balbino, que tem feito um bom trabalho na pasta e foi candidato a vereador. É uma indicação do PDT do vice-prefeito, o sabe-se lá o que tá fazendo no Semasa, Marcelo Saldré, ops, Sodré.

Eleição irregular?
Dizem os sabichões do mundo jurídico que a eleição da vereadora fessora Dulce Visceral, ops, Amaral (PR) como vice-presidente do legislativo peixeiro foi irregular. Ela era 1ª secretária e foi eleita vice-presidente sem renunciar o cargo e sem respeitar a vacância.

Regimento inferno
Os entendidos da Lei dizem que o Regimento inferno, ops, Interno, da Piramidal prevê que haja um time entre uma eleição e outra. E não se pode acumular cargos, como fez Dulce. Ela renunciou a 1º secretaria depois de eleita vice do Paulinho Amândio (PDT).

Em visita às obras da ponte Tancredo Neves, o prefeito barbudinho, Volnei Morastoni, garantiu a inauguração para o dia 10 de junho

Enquanto o governo do prefeito barbudinho, Volnei Morastoni (PMDB), faz campanha pedindo solidariedade aos usuários do sistema Coletivo, mobiliza a cidade, e o povo tá se fuzilando pra pagar um transporte mais caro, ainda sem expectativa de receber de volta o vale-transporte, tem figurão fazendo vergonheira.

Que feio
Dizem que o estrangeiro de Itapema, secretário de Saúde, Celso Dellagiustina, estrebucha mais de quatro mil reais por mês para um motorista lhe buscar todos os dias em Itapema com o dinheiro do itajaiense, fora combustível, aluguel do carro e o salário do servidor. Um absurdo!

E a crise!
É difícil obter respeito, com um bagrão estrelado agindo dessa maneira. Porque não vem trabalhar com sua caranga, pagando a gasosa do seu bolso? Ou melhor, porque não vem viver em Itajaí? É de ficar envergonhado… Puteado mesmo!

Emplumado bispou
O vereador emplumado, Robson Coelho, levantou essa lebre e deve mostrar tudinho e mais um pouco dessa verdadeira aberração. Os primeiros que deveriam dar exemplo, infelizmente, são os que não tão nem aí? Phode?

PSB mira 2018
Teve troca de cadeiras na reunião da Executiva do PSB, ontem, em Floripa. Paulinho Bornhausen assumiu o conselho político e Ronaldo Freire (que era presidente da sigla na Capital) é o novo presidente estadual, tendo como vices Fabrício Oliveira (prefeito de Balneário Camboriú), Luciano Buligon (prefeito de Chapecó) e o ex-deputado Odacir Zonta. O partido quer eleger cinco deputados estaduais e dois federais nas eleições do ano que vem.

Ética
Na sessão da última terça-feira na casa do povo peixeiro, o clima ficou exaltado, devido o enfrentamento que o PDT e o PP, leia-se Paulinho Amândio e Fernando Pegorini, vem travando desde a semana passada, quando o progressista teve o microfone cortado pelo presidente, seguido de ameaças de que a situação chegaria à comissão de ética do parlamento.

Empreiteiras
“Não tenho medo, se querem me colocar na comissão de ética, não fiquem falando, porque eu não devo nada para ninguém. Entendo de direito sim, realmente eu não entendo porcaria nenhuma de empreiteiras”, disparou o Fernando Pegorini (PP), ao final de sua fala, se referindo ao autoritarismo do presidente da casa em não aceitar o voto contrário do progressista, agindo o presidente também como líder do governo.

Divisão
O fato todo se deu em função do vereador Murilo Pereira (PP) estar jogando no mesmo time, digo, na base do governo, mesmo contrariado pela sigla e, alguns “infiéis” como o vereador Dede da Murta (PSDB) acabam agindo conforme o seu próprio benefício, deixando o partido a ver navios, dividido e enfraquecido.

Azedo
“O que mais me deixa triste é ver um grupo de pessoas que ocuparam os melhores cargos no governo Jandir escondidos para não se envolverem em polêmicas… Outros negociando cargos e meia dúzia com medo do sei lá o quê?” postou o internauta, Claudio Jose da Senna, em um dos comentários sobre o polêmico post nas redes sociais da relação azeda entre PDT e PP.