Quadros – Artista gráfico de Itajaí

12/02/2018 13:05

Dispor os quadros na parede quase sempre gera insegurança. Por onde começar? Será que vai ficar bom?

A Lalis Quadros, empresa de Itajaí e parceira do Studio P&B irá te ajudar. No próprio site tem várias sugestões de layout e combinações, além do ótimo atendimento, onde podemos escolher as imagens que mais gostamos e o local a ser aplicado os quadros e eles montam a proposta de acordo com nossa necessidade e escolha.

Seguem algumas sugestões no site:

 www.lalisquadros.com.br

Energia das cores

08/02/2018 09:27

Hoje vamos falar de cores vibrantes como o amarelo. Tonalidade que não estão entre as queridinhas de muitos, mas que indiscutivelmente têm um poder de energia, vida e alegria, que outras talvez não carreguem.

Na foto a cima, estamos na frente de uma das fachadas que executamos nessa ano que passou. Esse projeto foi uma reforma de uma casa antiga, anos 60, transformando em ambiente de trabalho, com muitas texturas e cores, impossível passar despercebi por ela.

O amarelo é uma cor que pode estar nos ambientes como copa, cozinha, escritório e fachada. Ele traz aquele gás, aquela sensação otimista, positiva, ideal para as primeiras ações do dia, ou então, para injetar mais produção no trabalho. Não é indicado para o dormitório, por exemplo, espaço que merece cores neutras, que acalmam e desaceleram. Mas quem sabe um toque discreto né 😉

Há 185 anos um Brasileiro descobriu a fotografia e você nem sabia disso

06/02/2018 07:47

Tudo começou em 1833, em Florence, na Vila de São Carlos, agora conhecida como Campinas (SP) quando a fotografia pode ter sido inventada no Brasil, com um método diferente, por Antoine Hercule Florence, um francês naturalizado brasileiro que viveu aqui por muitos anos. Após vários experimentos – que incluíram até o uso de urina para fixar imagens -, Antoine desenvolveu uma chapa de vidro tratada quimicamente que capturava a imagem e depois podia passá-la para o papel. Esse feito permaneceu pouco reconhecido por décadas até que o historiador Boris Kossoy, da Universidade de São Paulo (USP), revelou a façanha no livro 1833: A descoberta isolada da fotografia no Brasil.

Ultra Violet é a cor de 2018

22/01/2018 11:43

Como todos os anos a tradição é conferir na Pantone  a cor do ano, vamos nessa! Qual a cor de 2018?

A Pantone escolheu a tonalidade que servirá de inspiração para moda, maquiagem, design e decoração nos próximos 12 meses. O tom de púrpura Ultra Violet foi o eleito como a cor de 2018.

A cor 18-3838 é um roxo e está associado a uma ideia de comunicar originalidade, engenhosidade e um pensamento visionário.

Fonte: dellanno.com.br/blog

Projeto Escritório de Contabilidade – FUNCIONAL E ORGANIZADO

18/01/2018 11:54

Este projeto é de um escritório de contabilidade em Itajaí, todo projeto e acompanhamento até final de execução feito pelo Studio P&B Arquitetura e Design, um espaço grande que tinha como objetivo principal ser um ambiente funcional e organizado, uma vez que se trabalha com muitos papéis e informações.

Elaboramos todo layout das salas por setores para comportar o número de funcionários necessários, salas da diretória, sala de reuniões, recepção…

Seguem algumas fotos do trabalho executado para inspirar no seu escritório também.

   

DECORAÇÃO SHABBY CHIC

16/01/2018 07:33

O forte desse estilo é misturar peças sofisticadas, com decor clássico, como poltronas suntuosas, com objetos e materiais desgastados e acabados.

Talvez você não conheça o termo “Shabby Chic”, mas com certeza já viu diversas inspirações desse estilo. O nome Shabby Chic nasceu nos anos 70 e foi usado por um designer britânico para descrever uma tendência que estava bombando nas casas da Inglaterra naquela época. Na tradução literal, o significado é algo como “chique gasto” ou “chique esfarrapado”.

 

CADEIRAS- Escolha a que combina com seu estilo

12/01/2018 17:31

Olha essas dicas super antenadas do blog da Todeschini falando sobre a escolha da cadeira ideal, por estilo e necessidades. Deixarão o seu cantinho do jeito que você quer. Cada objeto deve contribuir para as boas energias do lugar.

Cadeiras de modelos diferentes

Usar cadeiras de estilos e cores diferentes é uma tendência que surgiu assim como quem não quer nada mas que acabou agradando muita gente. A proposta é fazer isso com as cadeiras da mesa de jantar e sair daquele clima monótono das salas de jantar mais tradicionais ou clássicas. Contudo, se você for apostar em tal composição, a dica é procurar optar por cadeiras com a mesma altura e que não causem desconforto aos seus usuários.

Além disso, pense na harmonia entre os componentes. Deste modo, para equilibrar com a diversidade dos assentos, talvez seja interessante que a mesa seja mais discreta.

Cadeiras revestidas de pele artificial

As cadeiras com pele artificial continuam em evidência. Para quem gosta de um design alternativo, elas são tudo de bom. Têm a elegância deliciosamente associada a um estilo muito original.

Aprenda como escolher a cadeira certa

Para começar bem o seu aprendizado e tomar as decisões corretas, você precisa saber para qual finalidade a cadeira será destinada dentro da sua casa. É para o home office? Para a sala de jantar? Para a cozinha ou descanso?

De imediato, lembre-se: quanto mais tempo você passar sentado nela, mais conforto ela deve oferecer. Portanto, considere também a ergonomia e não se esqueça de verificar quanto peso ela pode suportar.

Por último, nada melhor do que experimentar antes de comprar. Assim, é possível avaliar se ela é mesmo a indicada para o que você quer. Confira, a seguir, os tipos de cadeiras para as diversas finalidades em sua casa!

Cadeiras para a sala de jantar manter seu estilo

Ainda que a tendência de cadeiras diferentes possa facilitar a sua vida, para escolher as cadeiras para a sala de jantar é preciso precaução e pesquisa. Você pode controlar seu orçamento e obter um bom resultado com uma decoração moderna ou no estilo Shabby Chic, por exemplo, que mistura o antigo e o clássico com um toque feminino.

Uma opção são as cadeiras tradicionais, com linhas retas e fabricadas com madeira ou metal. Porém, se você quer versatilidade e um plus de inovação, as cadeiras com design criativo e diferenciado são as melhores.

As cores ficam por conta do clima que você pretende dar ao ambiente. Cores claras ajudam na iluminação e dão um efeito de limpeza e tranquilidade. Já cores vibrantes instigam as emoções e contribuem para uma maior energização.

Cadeiras para a cozinha ficar ainda mais aconchegante

Aqui entre nós, a cozinha é um ambiente dos mais pessoais e atraentes de uma casa. É um espaço onde as pessoas parecem conviver com as outras com mais intimidade e descontração. Então, as cadeiras devem incentivar ainda mais esses relacionamentos.

As opções de formato e acabamento são muitas. No entanto, sabendo do espaço disponível, você pode optar por:

  • Cadeira antiga: são fabricadas com materiais mais fortes. Os modelos têm braços e encosto alto. Como normalmente são maiores, elas são indicadas para quem tem cozinhas grandes e espaçosas;

  • Cadeira retrô e vintage: elas fazem muito sucesso nos projetos de decoração. Apesar de uma semelhança com a cadeira antiga, são diferentes em função do material, das cores e do acabamento. Cadeiras retrô são imitações ou cópias de cadeiras de outras épocas. As vintage se caracterizam pela desconstrução de tendências distintas de decoração em uma só peça;

  • Cadeira de metal: dão um toque de elegância à sua cozinha. São resistentes e uma ótima escolha para um espaço em que as pessoas circulam muito e que precisa ser limpo constantemente.

    Cadeiras modernas e de estilo industrial: as cadeiras modernas são peças que usam muito metal e cores mais escuras no acabamento. Possibilitam um visual renovado sem perder aquele ar de tradicional. Já as cadeiras de estilo industrial, também metalizadas, têm um acabamento mais rudimentar e criam um clima descolado.

    Cadeiras para um home office confortável e produtivo

    É ótimo trabalhar em casa ou ter um escritório na sua própria residência. Entretanto, não é pedir demais que tais ambientes ofereçam conforto e tranquilidade, não é mesmo? Conforto tem tudo a ver com cadeira. Se ela não for bem escolhida, o nosso corpo sofre as consequências.

    Desta forma, escolha cadeiras com a altura dos assentos e dos braços regulável. Além disso, é recomendável que tenham base giratória e rodas para facilitar a movimentação.

    Cadeiras com revestimento de pele artificial também estão em evidência nos escritórios residenciais.

  • FONTE: Todeschini/ Pinterest

MESA DE NATAL

24/12/2017 13:29

Nessa noite, véspera de Natal, nada como deixar uma mesa organizada e decorada com enfeites de natal para a ceia. Esse tipo de cuidado encantará seus familiares e amigos convidados e pode o custo pode ser bem baixo. Veja as ideais que separamos!

Segredo do sorriso da Mona Lisa é revelado – SERÁ?

18/12/2017 14:21

O mistério do sorriso da Mona Lisa despertou o interesse de artistas, crí­ticos e pesquisadores durante séculos. Mas o que esconde essa mulher por trás de sua expressão enigmática? Os especialistas Alessandro Soranzo e Michelle Newberry encontraram a resposta, e foi graças ao sorriso de outra mulher.

Analisando o quadro ” A Bela Princesa”,  também de Leonardo da Vinci, eles descobriram que ambos foram feitos com uma técnica conhecida como sfumato, um método causa efeitos óticos surpreendentes, como se a imagem mudasse conforme a variação do ângulo ou da distância em que é observada. Através do sfumato, centrado na área da boca das modelos, o gênio pictórico dava aos seus quadros a ilusão do movimento, causando uma sensação intrigante e levemente perturbadora no observador.

No estudo, publicado pela revista Vision Research, os especialistas mostraram esses dois quadros e “Retrato de uma Menina”, de Piero del Pollaiuolo, para um grupo de pessoas atentas. As pinturas foram observadas de distâncias e ângulos diferentes, com variação também no ní­vel de nitidez. Tanto no caso da Mona Lisa como no de “A Bela Princesa”, os voluntários viam o sorriso com mais clareza quando a imagem estava mais desfocada ou quando se afastavam dela. Curiosamente, isso não acontecia quando o objeto de análise era o quadro de outro autor.

O experimento nos permite confirmar o que as criações de grandes mestres como Leonardo da Vinci nos ensinam: o fascinante de uma verdadeira obra de arte não está no óbvio, mas no que ela oculta.

FONTE: seuhistory.com