Faça ou não faça. Tentativa não há

14/03/2019 10:32

O que é tentar?

Formalmente a palavra “tentar” quer dizer buscar, arriscar, procurar conseguir, experimentar ter êxito. É muito usada no dia a dia das pessoas, porém nem sempre prega o comprometimento. Pelo contrário, usar o “tentar” pode resultar em derrota.

Faça ou não faça

Se você quer alguma coisa, faça, mas faça o melhor que puder. Não basta tentar. Quando afirmamos o “vou tentar”, fica aquele pensamento: “se não der certo, ok, eu ia só tentar mesmo” ou “se der certo, então está ok”. Tentar sugere que você não vai dar o máximo, mas apenas o suficiente para testar a ideia, e às vezes, esse suficiente não é o bastante para chegar no sucesso.

Tentativa não há

Não existe o meio termo, o que leva ao sucesso é fazer. Imagine a condição do dono de um negócio que é o único sustento da sua família. Se este negócio estivesse dando errado, o dono iria fazer o seu melhor ou apenas “tentar”? Com certeza o “tentar” não iria ser exatamente a palavra que passaria pela sua cabeça, pois ele tem um motivo maior para se comprometer em fazer o negócio melhorar.

Vontade de fazer acontecer

Só excluir a palavra “tentar” do vocabulário não vai levar a pessoa para a condição de sucesso. O motivo maior, relacionado as suas metas e propósito, é o que vai dar energia e comprometimento para fazer acontecer ao invés de só “tentar”.

Perguntas para refletir

1 – No momento estou tentando realizar ou estou efetivamente realizando os meus objetivos?

2 – Qual o tamanho do meu comprometimento para fazer o que desejo?

3 – O que eu quero para a minha vida?

Comprometimento

O comprometimento é a capacidade acima do normal de fazer acontecer por propósito, por prazer e com alta dedicação. Barreiras existirão, novos caminhos aparecerão, porém não importa o que aconteça, ao assumir a condição de que irá conseguir, todos os obstáculos podem ser ultrapassados ou adaptados.

Lição aprendida

Assumir que vai “tentar” fazer, é praticamente assumir que não vai fazer. Quando a responsabilidade é chamada para si mesmo, o cérebro irá entender o comprometimento e vai estar com você na execução da ação. De uma forma ou de outra, mesmo com empecilhos, algum ponto positivo será alcançado durante a ação, seja a experiência ou a própria conquista!

Autor: Gustavo Gomes

Life Coach e Analista de Perfil Comportamental DiSC, Formado pela Sociedade Latino Americana de Coaching. Ajuda pessoas a compreender o que as impedem de atingir os seus objetivos | www.gustavogcoach.com.br

Compartilhe: