Hang tem que pagar 300 mil reales por ofensas à OAB

30/06/2020 18:12

O polêmico e bocudo empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, foi condenado a pagar 300 mil reales à OAB, por ofensas em postagens nas redes sociais, feitas no início do ano passado.

Falou um monte
No dia 5 de janeiro de 2019, Hang publicou em seus perfis no Instagram, no Facebook e no Twitter postagem contento uma saraivada de críticas pesadas contra a Ordem dos Advogados do Brasil: “A OAB é uma vergonha. Está sempre do lado errado. Quanto pior melhor, vivem da desgraça alheia. Parecem porcos que se acostumaram a viver num chiqueiro, não sabem que podem viver na limpeza, na ética, na ordem e principalmente ajudar o Brasil. Só pensam no bolso deles, quanto vão ganhar com a desgraça dos outros. Bando de abutres”.

Mandou apagar
Na época o juiz Leonardo Cacau Santos La Bradbury, da 2ª Vara da Justiça Federal de Florianopolis,que caneteou a condenação dos 300 mil reales, através de decisão liminar, mandou retirar as ofensas das redes sociais. Cabe recurso.

Charge Manfredini

Marcia lasca que quem diz que vereador não faz nada, tem vida medíocre

A vereadora Marcia Freitag (psdb) da capital da pedrada e ex-do tiro ao vereador, Camboriú, usou a tribuna pra descascar pra cima de quem critica as excelências excelentíssimas, dizendo que eles não fazem nada.

Medíocre
A emplumada perguntou se as pessoas sabiam o que era uma lei orgânica, código de obras, etc? Além disso, lascou que tudo depende da câmara “na vida medíocre de vocês”, bufou.

Não sabem nada
A vereadora lascou que as pessoas votam pra presidente, governador e prefeito mas, não sabem o que estão fazendo, simplesmente vão lá votar. Esqueceu de colocar que as pessoas votam em vereadores, também…

Analfabeto
Marcia, chamou o povo brasileiro de analfabeto em questão de políticas públicas e é por isso que estamos na merda. E, que por isso que vão continuar pastando. A fala da parlamentar pegou mal e, o povo caiu matando no seu lombo.

Foto (Divulgação)

Rachadinha

O Ministério Público de Itapema deu na espinha do então suplente de vereador Jacir Pancera que acusou o vereador Fabrício Lazzari, o Fafá (Progressistas) de que, quando assumiu no lugar do titular, teve que passar o cheque do seu pagório integralmente e, recebeu uma parte, aduzindo a prática nefasta da ‘rachadinha’ pelo vereador. O suplente queria pegar a cadeira, inventando história.

Mentira
Tal situação, teria acontecido em 2015, no primeiro mandato de Fafá, durante um mês. O problema é que não se comprovou tal situação que foi denunciada quatros anos depois (phode?). O MP, investigou e, ficou comprovado que o titular, vereador Fabrício Lazzari, não fez nenhuma rachadinha. É muita irresponsabilidade do suplente fazer uma acusação leviana, sem provas.

Foto (Divulgação)

Caldo engrossou pra quem quer saracotear em festas

O prefeito pop star Fabrício Oliveira (Podemos) assinou decreto nesta terça-feira, atochando na espinha dos folgados que ao arrepio da lei teimam em promover festocas. O decreto do alcaide além de uma multa no lombo, pode ocasionar desde a cassação do alvará se for casas de festa, locação ou imóvel particular.

Mais de cinco mil
A multa será de 16 Unidades Fiscais do Município (UFM), que está estabelecida em R$ 314,08, o que leva a multa para quem promover evento a R$ 5.025,28. Caso haja reincidência a multa dobra.

Absurdo
“É um absurdo que em plena epidemia de Coronavírus algumas pessoas insistam em promover aglomerações. A fiscalização tem apurado e encerrado muitas dessas festas que são promovidas por gente de fora de Balneário Camboriú, que alugam casas e promovem eventos. Agora, além da fiscalização encerrar essas festas, o proprietário do imóvel ou o promotor do evento serão multados. Embargo, interdição e cassação de alvará de empresa, se for o caso, também pode ser aplicado pela fiscalização”, explana o prefeito FO.

Foto (Divulgação)

Moradores do Limoeiro protestam

O nosso DIARINHO, noticiou que os moradores do Limoeiro, irão fazer uma manifestação pacifica pra ver se nossas amadas autoridades acordam para os problemas da rodovia Antônio Heil que liga a city peixeira a capital do marreco assado e da pronta entrega. A conclusão de um túnel, iluminação, entre outras situações são cobradas. O protesto, também cobra maior atenção à localidade. E, tem entre o pessoal, o vereador Marcelo Werner (PSC).

Verde Vale
Quem não se alembra do movimento encabeçado pelo entisicado empresário Vandelino Raimondi pela emancipação e criação do munício de Verde Vale que abocanharia 70% da zona rural de Itajaí e, que busca reconhecimento e que a prefa entre com tudo naquela região. Falta de ação que vem de décadas e passou por vários prefeitos.

Barreira
A situação de abandono, anda tão latente que uma barreira sanitária, com medição de temperatura e tudo mais, teria sido instalada pela prefa de Brusque e, aparentemente está dentro do perímetro de Itajaí, já que o ‘marco’ de entrada da terra da Fenarreco, se encontra há uns cem metros ou mais de distância. Isso, demonstra o apreço e a valorização à toda aquela região. E, num é?

Foto (Divulgação/arquivo)

Ex-secretário da casa civil vai ou não vai?

Na retomada dos trabalhos, nesta terça-feira, a partir das 17 horas, a Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI dos Respiradores da leleia tem como principal pauta o depoimento previsto do ex-chefe da Casa Civil do Estado, Amândio João da Silva Júnior, exonerado no final de semana pelo governador-bombeiro Carlos Moisés (PSL). “Contamos com a presença dele para que sejam feitos muitos esclarecimentos pendentes”, antecipa do relator da CPI, deputado Ivan Naatz (PL).

Aguardada
A oitiva de Amândio é aguardada com expectativa em função de que a imagem recuperada de uma conversa por videochamada, na qual ele aparecia causou polêmica durante o depoimento do empresário Samuel de Brito Rodovalho à CPI, na semana passada. Os membros da comissão consideraram grave o fato desta proximidade, apesar de a testemunha ter afirmado que Silva Junior ainda não estava no cargo quando a conversa entre os dois ocorreu.

Também foi identificado que um dos outros participantes da videochamada é Sandro Pinheiro, que foi assessor da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável e era assessor especial da Casa Civil, antes de ser igualmente exonerado. Também foram convocados para a sessão desta terça, o responsável pelo Controle Interno e Ouvidoria da Secretaria de Estado da Saúde, Frederico Tadeu da Silva, e o gerente de Execução Financeira da Pasta, Tyago da Silva Martins.

Mistério
Ainda com relação ao ex-secretário Amândio , a sua saída repentina do cargo da Chefia da Casa Civil, antes de ir depor na CPI gerou muitos comentários de bastidores políticos na leleia e capital manezinha da Santa & Bela e frienta Catarina do fim de semana para cá. Chegou a se comentar que sua saída estaria ligada a supostas gravações que envolviam também aproximação com o pessoal ligado às negociações da compra dos respiradores e que, também já deporam na CPI. Mas , por enquanto tudo esta na linha das cogitações e suposições.

Tava por um fio
Numa reunião de trabalho interno na última quinta-feira (25), os membros da Comissão Parlamentar de Inquérito aprovaram requerimento com sugestão de pedido de afastamento do controlador-geral do Estado, Luiz Felipe Ferreira por considerarem que ele teria sido omisso ao não adotar medidas cautelares necessárias no caso da compra dos respiradores. O documento deve ser submetido à apreciação do Plenário da Assembleia Legislativa nesta terça-feira à tarde e, se aprovado, será encaminhado ao governador do Estado. O relator deputado Ivan Naatz (PL) mantém a previsão de conclusão dos trabalhos até o final do mês de julho.

Pulou fora
Desde ontem a noite, circulam informações dando conta de que o próprio Controlador Geral teria assinado um pedido de demissão ao governo, alegando questões pessoais e familiares. Mas ainda faltaria a confirmação oficial…de qualquer forma, a coisa parece que anda complicada no quartel, digo, governo do comandante Moisés

Foto (Divulgação)

COMDICA repudia ‘livramento’ na piramidal de vereador papa-anjo

O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (COMDICA), em nota, produzida no começo do mês, mas, divulgada agora repúdio a rejeição do projeto de decreto legislativo que cassaria o mandato do vereador papa-anjo, ops, teacher Acácio da Rocha (DEM) que foi condenado em segunda instância por filmar relação sexual com uma adolescente. Apesar da manifestação ter sido feita no início de junho, a entidade encaminhou a manifestação, na segunda-feira.

CARTA DE REPÚDIO
O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Itajaí, criado pela lei
municipal nº 3335/98, órgão paritário, representativo, consultivo, fiscalizador e
deliberativo, vem a público repudiar o visível descomprometimento de alguns
vereadores que hoje ocupam cadeira na Câmara de Vereadores da nossa cidade, e que
resultou na rejeição do projeto de decreto legislativo n. 1/2020, que buscava a cassação
do mandato do Vereador José Acácio da Rocha, condenado em segunda instância pelo
TJSC, por filmar e divulgar imagens de sexo feitas com uma adolescente, menor de idade
na época dos fatos.
A abstenção de vários Vereadores na sessão especial para votar o referido projeto
evidencia a falta de comprometimento desses na luta em defesa dos direitos das
mulheres, bem como das crianças e adolescentes.
Para cada um desses eventos que ganha o debate público, existem milhares de outros
eventos semelhantes de violência contra a mulher, crianças e adolescentes , dos quais
nunca ficamos sabendo. Os padrões de comportamento indicam tendências e no Brasil
várias pesquisas comprovam que a violência contra a mulher aumenta a cada dia,
independentemente do nível social.
Se olharmos mais a fundo, por trás disso estão as estruturas sociais, como a família, a
igreja e outros atores, como por exemplo, a nossa Câmara de Vereadores, que tem um
papel na formação dos valores em uma sociedade. Quando isso não acontece a mulher,
a criança e adolescentes caem nas lacunas da ineficiência dessas organizações e ficam
desamparadas.
A violência contra a mulher, a criança e o adolescente é um inimigo difícil de enfrentar
porque é difícil de ver, de comprovar e por causa disso fica no descaso.
Urgem tempos melhores em que as mulheres e crianças sejam respeitadas e a hipocrisia
desapareça de nossa sociedade.
Por esses motivos e outros mais que possam existir é que o COMDICA repudia a atitude
e decisão dessa casa legislativa.
Itajaí, 04/06/2020

Foto (Divulgação)

Boataria danada

Os linguarudos de plantão ajudaram a espalhar a boataria que começou a circular nesta semana friorenta, sobre uma possível ausência, digo, desistência do Auri Pavoni (PSDB), do pleito eleitoral na Dubai Maravilha.

Cabreiro
Dizem que o secretário especial do prefeito Volnei, teria ficado pra lá de cabreiro com a visita que o ex-tudo, atucanado Leonel Pavan (PSDB), teria feito ao secretário de Planejamento, Rubens Spernau, conforme noticiou em primeira mão este articulista, na semana que passou.

Vice
Este humilde escriba que nunca foi o dono da verdade, pediu auxílio pro pai Atanásio, sobre como poderia ficar a construção política na Dubai Maravilha. O veio que gosta de um palpitar, disse sem certeza, que Periquito deve vir na cabeça e que se Auri não se contentar em ser vice, pode mesmo ficar de fora.

Opção
Na melhor das hipóteses, o homem pássaro Edson Periquito pelo mandabrasa e Auri pelos tucanos, disputariam o eleitorado que Edson Dias já tinha e que Auri seria opção aos que não votam no Pirica nem que vaca tussa.

Único
Na pior das hipóteses, Fabrício Oliveira, hoje é candidato único e surfa a onda eleitoral sozinho, enquanto as convenções não são fechadas e até o próprio vice do Fabrício é uma incógnita, pois Carlos Humberto só aguarda essa definição para se lançar candidato pelo PL, se não for contemplado com a vaga de vice.

Vai ou não
Pelo sim ou pelo não, no dia quatro de julho, encerra o prazo para descompatibilização dos cargos públicos e os bagrões que desejam se lançar ao mar das candidaturas e aí vamos ver se Auri sai, digo, vai ou fica.

Foto (Divulgação) Os emplumados Auri Pavoni e Leonel Pavan, ouvindo comerciantes e populares nas ruas da Dubai.

OAB de Camboriú em chamas

27/06/2020 08:15

As rachaduras das paredes e piso da OAB da capital da pedrada e ex-do tiro ao vereador divulgadas em matéria por esse DIARINHO podem expor muito mais do que imagina a nossa vã filosofia.
Bisbilhoteiros de plantão da capital da pedrada vieram correndo contar a esse socadinho escriba que os bastidores da entidade estão em chamas.

Maré contra
A ex-presidente toda poderosa da entidade, Jucelia Vinholi, esperneia na tentativa de manter o reinado e desviar o foco, mas a maré não anda muito lá a seu favor. Bastasse a notícia dos problemas estruturais no prédio que ela inaugurou há menos de dois anos, agora a ex-toda poderosa está sendo investigada pela possível prática de nepotismo na OAB Camboriú.

Parentada
O procedimento está com o Ministério Público Federal que, um pouco antes da pandemia, teria pedido informações à OAB Santa Catarina sobre as contratações de funcionários na subseção da capital da pedrada para colocar a lupa na parentada empregada, principalmente a irmã e nora da ex, que também são tia e cunhada da atual vice, Mariana, filha de Jucélia.

Primeira baixa
A investigação do MPF já causou a demissão da primeira parente, a irmã de Jucélia e tia de Mariana Vinholi que por anos a fio trabalhou na OAB da capital da pedrada. Como o esperneio é de praxe, a torcida organizada da ex-toda poderosa – uma minoria barulhenta, tenta confundir a cabeça dos incautos.

Insensíveis
A filha do presidente do legislativo, Zeca Mandão Simas (DEM), a advogada Micheli Simas, fiel escudeira de Jucelia resolveu entrar no rolo e postou que a irmã da ex-toda poderosa foi demitida por mensagem, culpando a atual gestão de insensibilidade. Pode até parecer, mas o caso é de investigação que pode terminar em improbidade administrativa.

Não pode
A filha de mandão alega que a irmã de Jucélia foi demitida logo depois de perder o marido para a Covid e de também estar com suspeita da doença. É uma pena, desejamos força e melhoras, mas, nepotismo não pode não. A regra é clara.

Nora
Além da irmã de Jucélia que é tia da atual vice-presidente e filha de Jucelia, Mariana Vinholi, os procuradores também querem saber se é verdade que a nora da ex-presidente e cunhada da vice, Iohana Gonçalves, também foi ou está empregada na instituição.

Será?
Há quem diga que quem levantar o tapete, vai encontrar muito mais coisa do que os pisos que descolaram menos de dois anos depois de Jucélia inaugurar a sede. Mas também há a maioria que duvida que alguma coisa vá acontecer com a ex-toda poderosa.

Só espiando
O fato é que a atual gestão encabeçada pela advogada Maria de Fathima Santini Teles está dando trabalho para Jucelia cutucando a onça com vara curta. Nepotismo não é crime, mas pode dar muita dor de cabeça e desgaste com um processo civil por improbidade administrativa. E os colegas de OAB que fizerem vistas grossas não vão ficar bem na fita. Vamos espiar onde é que isso vai parar.

Vereador é pego cheirando calcinha

25/06/2020 17:04

Ditinho do Asilo (PSC) é vereador da cidade de Bragança Paulista (SP) e, durante a chamada de vídeo para a sessão da casa do povo, da última terça-feira (26), foi flagrado cheirando uma calcinha comestível.

Pandemia
Por conta da pandemia o legislativo da cidade paulista tá mantendo as sessões de forma virtual. O vereador resolveu dar uma cheirada na calcinha, no momento em que outra parlamentar falava sobre corte de árvores no munícipio.

Meteu o nariz
Enquanto a vereadora falava, Ditinho aparece esticando uma calcinha vermelha na mão, pra em seguida meter o nariz na peça intima. Quando percebeu que estava sendo filmado, ele afasta a câmera.

Ficou vermelho
Vermelho, ops, corado de vergonha, Ditinho alegou que recebeu no seu gabinete um pacote de presente de um amigo com a calcinha e, resolver ver o cheiro da peça que seria comestível.

Atrapalhado
O parlamentar disse que estava com uma camisa rosa e, um amigo resolveu lhe dar de presente uma calcinha de sexy shop, comestível, por isso cheirou, alegando que se atrapalhou com “essa coisa de tecnologia”. Ele disse que tem família e era pra ser uma piada, depois que o vídeo viralizou país afora.

Essa tal de tecnologia
As sessões virtuais tem provocado situações no meio político, entre outros. Outro dia, em uma conversa por videoconferência com empresários paulistas o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), alertou que tinha um peladão, entre os presentes na tela. Um empresário não percebeu que a bendita câmera estava ligada e, filmou a cena dele, tomando banho

Foto (Divulgação)