Juiz decreta lockdwon e manda fechar tudo

01/05/2020 15:21

A capital do Maranhão, São Luís, e outras três citys da região metropolitana, composta por São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa, tiveram lockdown decretado pela dona Justa.

Bloqueio
O lockdown, entendido como um bloqueio rigoroso de atividades não essenciais, em tempos do maledito coronavírus, vai durar dez dias e começa na próxima terça-feira, 5 de maio.

Não pode
A medida também proibi a entrada e saída de carangas não emergenciais na Ilha de São Luís. A circulação de pessoas será limitada. É a primeira vez que cidades do país adotam essa medida rigorosa

Mortes
A decisão pelo bloqueio é do juiz Douglas de Melo Martins, da Vara de Interesses Difusos e Coletivos da Comarca de São Luís, e partiu de uma ação do Ministério Público do Maranhão (MPMA) diante do aumento de casos e mortes pela Covid-19.

Crescimento
O magistrado lembrou que dados da Fiocruz apontam que o Maranhão é o estado com o maior crescimento de mortos pela Covid-19.

Foto (Divulgação)

Lula bate no STF e defende Bolsonaro

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) criticou a decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), de brecar a nomeação feita pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de Alexandre Ramagem para a chefia da Polícia Federal

Só se
Lula opinou que a atitude do ministro só se justificaria caso ficasse provado que Ramagem cometeu algum ilícito que o impedisse de ocupar o cargo. O ex-presidente afirmou em entrevista ao ao Leonardo Sakamato no portal UOL de que as indicações cabem ao presidente da República.

Acusou de interferir
A decisão de Bolsonaro em trocar a chefia da PF foi o pivo pra saída do então ministro da Justiça Sergio Moro. O ex-juiz não concordava de jeito e maneira com a nomeação de Ramagem para Diretor Geral da Polícia Federal, amigo dos filhos do presidente, que, por sua vez, são alvos de investigações da PF. Moro deixou o governo acusando pesadamente o presidente de interferir politicamente na PF.

Ministro prevê mil mortes por dia por coronavírus

O ministro da Saúde, Nelson Teich, admitiu que o país pode vir a registrar cerca de 1 mil mortos por dia pelo maledito coronavírus e, afirmou que não é o momento de flexibilizar o isolamento social. A fala bate de frente com o que defende o presidente Jair Bolsonaro de uma maior abertura de todas as atividades país afora.

Possível
“Em relação a um possível número de mortes, e hoje estamos em 435, o número de 1.000, se tivermos um crescimento significativo na pandemia, é possível acontecer. Não quer dizer que vai acontecer. A gente tem que acompanhar a cada dia para tomar as decisões”, colocou o Ministro da Saúde sobre um possível crescimento no número de mortes diárias provocadas pela covid-19.

Foto (Divulgação)

Secretário estadual da Saúde, tropeça e cai…

O secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino pediu o boné no começo da noite de ontem. Helton estava no meio do furacão da compra dos 200 respiradores ao custo de R$ 33 milhões, comprados e pagos, mas, não entregues de uma empresa do Rio de Janeiro que tudo leva a crer que é laranja ou fantasma. Fato revelado pela imprensa na semana que se encerra.

Agradeceu
O Governo do Estado, emitiu uma nota em que fez loas a atuação do ex-bagrão da pasta, imputando-o uma série de avanços e, bons serviços prestados, principalmente no combate ao maledito coronavírus. Nos bastidores o que se ouve é que Zeferino não saiu, mas foi ‘saído’.

Foto (Divulgação)