Tá rendendo

08/04/2020 13:30

Tem gerado um bafafá danado nas redes sociais e rodas de conversa por meio eletrônico (tempos de isolamento!) o anteprojeto dos vereadores da oposição para tirar 20% do faz-me-rir do prefeito, vice, vereadores e secretários da prefa peixeira.

Tão de bico?
A proposta do grupo de oposição foi feita há três semanas e não fez o pessoal da prefa e, principalmente da piramidal casa do povo si coçar… bem pelo contrário. Ocorre que, enquanto em Itajaí pessoal da prefa e da câmara, fazem cara de paisagem, outros governantes de várias cidades já adotaram a medida – aclamada pelo povão.

Mais maturidade
Num momento de crise como o que estamos vivendo, o povão não tá nem aí pra quem vai lucrar politicamente com ações como esta. O que se espera dos nossos amados representantes é que tenham mais juízo, maturidade e que cortem do próprio bolso em prol de toda a comunidade. Dando exemplo, só isso.

O único
O único vereador que brigou pelo projeto e se coçou pra fazer justiça foi o futebolista Nikolas Reis (Podemos) que autorizou o corte de 20% de seu subsídio, sem nem pensar. O restante… O presidente da piramidal Paulinho Amândio (PDT), não colocou o projeto em pauta. É bom lembrar disso, na hora do voto…

Foto (Divulgação)

Sem fundo, sem eleição

Já me posicionei contrário que o Fundo partidário e eleitoral seja direcionado pra questão da saúde no combate a pandemia do coronavírus.

Cortar
Se for procurar segundo especialistas sabichões, tem onde cortar e buscar mais recursos do governo Federal pra ações efetivas que não só contribuam com a saúde, quanto à questão econômica.

O único
A não ser que este ano sejam canceladas as eleições municipais. Porque os fundos oportunizam (em tese) que todos possam ser candidatos com uma certa igualdade. Pra muitas siglas e, candidatos é o único recurso pra que possam fazer campanha.

Eleger
Quem defende que o fundo vá pra saúde, entre outras situações e, tem pretensões políticas, tem recursos próprios ou representa interesses.

De tudo
Sem os fundos, quem vai acabar se elegendo são apenas os mais abastados ou ligados a grupos empresariais, religiosos, crime organizado, trafico, milícias, entre outras.

Impactar
E, esses eleitos (muitos mesmo com o fundo ajudando outros candidatos, acabam se elegendo) e seus interesses irão impactar na vida das pessoas.

Pluralidade
É isso que se busca, que se oportunize que tenha-se pluralidade de candidaturas, sem que só possa ter chance quem tem ou representa apenas interesses.

Juízo
Lógico que a situação preocupa a todos, estamos falando de vidas, mas é preciso juízo, acima de tudo, porque o governo Federal, se quiser tem recursos. Basta ver que queriam dar apenas 200 reais e, o Congresso Nacional é que pressionou pra que o valor subisse pra 600 reais para desempregados e autônomos.

Impactar
E, dizer que se cortar o fundo e, houver eleições, os eleitos de forma escusa, suas ações irão impactar na saúde, educação, segurança, enfim em tudo na sua vida.

Imagem ilustrativa

Sem fraturas Deodato Casas se filia ao MDB

O ex-candidato a prefeito da city peixeira pelo PSDB, Deodato Casas, teria se filiado ao MDB, convidado pelo prefeito barbudinho Volnei Morastoni. Deodato se filiou lá pela riba da capital manezinha, Florianópolis. Hummmmm…

Foto (Divulgação)