Ivan quer breque no corte de luz, água e gás

19/03/2020 16:19

O deputado estadual Ivan Naatz (PL) protocola na tarde de hoje na leleia, projeto de lei que proíbe o corte no fornecimento de energia elétrica, água e gás pelo período de 180 dias em todo o território catarinense, mesmo em caso da falta de pagamento.

Auxiliar
O deputado Naatz justifica que não se trata de estimular a inadimplência entre os consumidores, mas uma forma de auxiliar, principalmente os trabalhadores autônomos e informais, além dos pequenos e médios empresários neste momento de paralisação das atividades econômicas e situação emergencial gerada pelo combate a transmissão do coronavírus.

Grave
O parlamentar disse ainda que diante do grave quadro econômico que, acredita tende a se agravar nas próximas semanas, vai sugerir ao governo do estado algumas medidas administrativas direcionadas ao setor produtivo do estado.

Suspensão
Entre estas, a suspensão por 60 dias da cobrança de impostos, taxas estaduais e outras, com parcelamento imediato após o período suspenso; abertura de programa de subsídios ao ICMS por período indeterminado das empresas da cadeia turística do Estado, bem como o parcelamento da parcela de 40% do Estado referente ao Simples.

Abertura
Consta ainda da lista de pedinchos, ops, sugestões, a abertura de linhas de crédito para capital de giro desburocratizadas e direcionadas para suprir o fluxo de caixa de pequenas e médias empresas com benefícios de carência e taxas de juros especiais de longo prazo.

Esticar
O deputado propõe também a dilatação dos prazos para entrega de obrigações fiscais e contábeis e a suspensão dos prazos para a prática de atos administrativos e processuais no âmbito da Secretaria de Estado da Fazenda pelo prazos de 120 dias.

Foto (Divulgação)

Prefeito pede suspensão da cobrança da conta de água

O prefeito Aquiles da Costa (MDB) da Mariscolândia, pediu à concessionária Águas de Penha que devido aos problemas decorrentes do Covid-19 que sejam suspensas a cobrança de água dos meses de março e abril, além da suspensão do corte do precioso liquido. Até porque, é evidente que viveremos uma crise econômica decorrente da paralisação pra evitar o contágio do coronavírus. O alcaide diz que vai pedinchar que a Celesc, faça o mesmo.

Foto (Divulgação)

Muita calma, nessa hora…

Se espalhou em tudo quanto é grupo de zapzap de que as eleições municipais deste ano, podem ser adiadas e, inclusive, serem unificadas pra 2022, junto com as eleições presidenciais. O socadinho escriba escutou o advogado sabichão Marcelo Vrenna que alertou que é prematuro falar sobre isso, neste momento.

Emenda
Seria necessária uma emenda à Constituição pra que tal fato se tornasse possível e, isso não pode acontecer em uma situação anormal como estamos vivenciando isso legalmente. Lógico que em uma situação extrema uma medida legal pode ser tomada, mas, em momento algum com um mero decreto, conceitua Vrenna.

Boca esticada
Pior é que já teve prefeito e vereadores que esticaram o beiço e os lábios quase rasgaram, encostando as pontas em cada zorelha, imaginando que ficaram mais dois anos nas estofadas cadeiras pra depois cair na disputa. Muita calma, nessa hora.

PSL

Na última segunda feira foi homologado a nova executiva do PSL de Itajaí, em encontro para poucas pessoas por conta da propagação do pestilento coronavírus, o grupo se reuniu com a finalidade de organizar o partido.

Pegorini lá
Como já aventado por este pançudo escriba, o agora pesselista, vereador Fernando Pegorini, assumiu a presidência do PSL peixeiro arregimentando lideranças já existentes da sigla, trouxe uma pá de progressistas e outros simpatizantes.

Pré-candidato ao paço
No mesmo encontro ocorreu a pré candidatura de Pegorini a prefeito da nossa amada terra, com a benção do deputado estadual, sumidão, Onir Mocellin.