Chiclete não autoriza nome do avó Morisco em praça, por vereador que taxa de ‘cola-branca’

15/01/2020 11:42

O bacharel em direito, compositor e músico, Fabiano Morisco, o Chiclete pegou na corda com a homenagem que o vereador Murilo Pereira (Progressistas) quer fazer ao seu avó, o saudoso professor Moacyr Tarsia Morisco do colégio Morisco.

Praça
Na rua Anita Garibaldi, em frente ao Unificado (que foi o colégio Morisco), no centrão peixeiro, vai ter uma praça e, querem dar o nome ao professor Morisco. Chiclete diz que é politicagem.

Sem contato
Chiclete diz que ficou sabendo que a ideia foi do professor Alexandre Kleis e, que em nome da família não autoriza a bendita homenagem. Principalmente, porque não entraram em contato com a família e, ainda questiona o fato de terem obtido o atestado de óbito do seu avó.

Era amigo
Além disso, Chiclete caceteia que era amigo do Murilo até o momento em que ele se elegeu vereador e, virou cola branca. “Murilo virou cola branca, igual o Dedé da Murta. Eram do Jandir e, agora puxam o saco do Volnei. Tenho asco do Murilo”, detonou Fabiano.

Autor: JC

JC é colunista político do Diarinho, o jornal que todo mundo lê, até quem diz que não. A missão do socadinho escriba é disseminar a discórdia, provocar o tumulto e causar o transtorno, para o bem da coletividade.

Compartilhe: