Pegou fogo na água na Mariscolândia

03/01/2020 18:00

Os grupos de zapzap da capital do marisco tão pegando fogo por causa da falta do líquido precioso na city, é áudios pra tudo que é lado.

Metralhadora
O chefão do CDL, João “Grandão” Sensi, partiu com sua metralhadora giratória pra cima do secretário de governo, Eduardo Bueno, o Duda.

Defensor
João que é o grande defensor da cia de água, Águas de Penha, se pegou com Duda, que por sua vez, defende a quebra do contrato com a empresa.

Ameaçou de agressão
Nos áudios vazados, o grandão do CDL papa-marisco disse que vai dar uma porrada no abobrão do governo se continuar com essa história de quebra de contrato.

Fotos (Divulgação)

Camboriú, também tá de zóio

Não é só a Maravilha do Atlântico que está alerta à bloqueios criminosos do rio Camboriú, na terra da pedrada e ex-do tiro ao vereador, o que prejudica o abastecimento das cidades, separadas pela BR-101.

De zóio
Camboriú, também tem equipes que tem bizolhado esse tipo de sacanagem é o que garantem a raça que tá grudada na sacaria, ops, no governo do prefeito Elcio Bisturi Kuhnen (MDB).

Receber
Os rizicultores irão receber pela colheita pra reservarem água, como ficou acordado com Balneário Camboriú e Camboriú. Só pode ser coisa de safado, porque os rizicultores irão receber, sem precisar trabalhar, produzir, vender e nem nada. Na foto da assinatura dava pra ver a boca esgarçada de felicidade de um rizicultor.

Foto (Divulgação)

Fabinho pode virar presidente do Aliança pelo Brasil

O ano mal começou e os bastidores do que andou rolando no ano passado, ainda reflete. Na city peixeira, conversas com relação ao futuro partido do presidente Jair Bolsonaro, o Aliança pelo Brasil, envolveram o atual presidente do PSC, Fábio Rezes, o Fabinho, que hoje é cargo comissionado no Semasa de Itajaí.

Conversas
Fabinho já teria batido um papo com o todo poderoso empresário, Carlos Favoreto, que além de conselheiro do presidente, tem feito a articulação política de Bolsonaro e entregou a sigla para o empresário catarinense Rodolfo Forte Neto que viria a ser o presidente da sigla na Santa & Bela Catarina, e teria como vice no estado o Fabinho.

Conversa com Bolsonaro
Além de estar como vice-presidente da sigla no estado, Fabinho seria o presidente do Aliança pelo Brasil, em Itajaí. Estaria marcada uma conversa com Bolsonaro no próximo dia 11 de janeiro, onde seriam discutidas todas as possibilidades e encaminhamentos.

Intuito
O intuito da sigla seria lançar candidatos nas principais citys, entre elas Itajaí. Isso se o Aliança conseguir se concretizar para as eleições de 2020. Existe outra possibilidade que vem sendo estudada a nível nacional que seria o presidente Bolsonaro se filiar no PJS – Partido da Justiça Social.

Tudo lá
Caso o Aliança não se concretize, Bolsonaro aportaria no PJS e levaria todos os interessados pra a sigla e mudaria o nome do partido para Aliança, o que poderia concretizar a participação no pleito municipal deste ano. E se nada disso for possível, todos permaneceriam no Partido Social Brasileiro (PSC) e teriam um apoio do presidente Bolsonaro em sua empreitada eleitoral. Hummmmm…

Foto (Divulgação)

Xeco lá

Renato Santângelo, o Xeco da rede de laboratórios Flor, foi eleito conselheiro do Conselho Municipal de Saúde da city peixeira. Xeco é conhecidíssimo e, foi o sujeito que por sua conta foi buscar a chave e o projeto do hospital Ruth Cardoso, com seu carro e gasolina e, por uma questão de hierarquia, entregou ao saudoso, Antônio Brito e ao ex-prefeito Edson Periquito (MDB).

Trabalhar
A pretensão de Xeco é trabalhar para que a Saúde venha à ser a cada dia mais valorizada e, que tenha efetividade em Itajaí. Xeco diz que focará seu trabalho no médico da família e nos hospitais Marieta Konder Bornhausen e no Pequeno Anjo.

Prevenção
Xeco, reconhece que é importante a prevenção e, coloca que “se a rede de esgotos não for eficaz os custos de prevenção das doenças sazonais aumentam de forma considerável. A falta de esgoto tratado e córregos contaminados provocam o aumento desses custos, desde exames e internações desnecessárias, por isso, precisamos junto ao poder público, buscar soluções”, enfatiza.

Pau pegou em Bombinhas

O clima esquentou pela internet na capital Catarinense do Mergulho e da TPA. O vereador Xando Mafra (PV), gravou vídeo em um posto de saúde, onde havia relato de pessoas aguardado na fila mais de cinco horas para receber atendimento.

Acusou
Xando acusou publicamente a administração de Bombinhas por estar maquinando os números de atendimento de casos de virose na capital do mergulho, que segundo o vereador, só naquele dia já eram mais de 200 pessoas com caganeira, digo, diarreia, em virtude da virose que se multiplica na cidade mais do que o reajuste da TPA.

Poluição
Xando ainda cobrou no vídeo, que além da infraestrutura sem investimentos que correspondam com a demanda, os rios da cidade também estão poluídos, prejudicando a qualidade de água do mar e deixando rastro de virose por onde passa. Não demorou muito para o secretário de Saúde António Augusto, responder pessoalmente no fecebuque do vereador e ainda marcar o chefe do Executivo, Paulinho Bagual, ops Dalago (DEM), para mostrar que estava defendendo o posto, digo, a saúde do município.

Sumidos
O secretário reconhece que há muito a ser feito para melhorar a qualidade do atendimento e tenta desvirtuar a fala do vereador, colocando o parlamentar contra os abnegados barnabés da saúde.

Apoio
A postagem que incendiou a TPA, digo, esquentou as redes sociais, teve a maioria dos comentários de apoio ao vereador, em uma delas, o internauta questiona onde estão os demais vereadores da city que não aparecem ou se manifestam nem no face? Cadê as excelências excelentíssimas?

Vírus
Se depender da virose que está em Bombinhas, o tema vai dar ainda mais ibope, enquanto prefeito Paulinho Bagual, ops, Dalado, continua enviando a demanda de atendimento hospitalar de Bombinhas ao Ruth Cardoso e sem indicativo de rachar as despesas com a Maravilha do Atlântico. Aí fica fácil administrar a cidade se aproveitando dos serviços dos vizinhos.

Foto (Divulgação)

Bicho pegando

O Blog e Coluna do JC, assim que terminou a eleição do Conselho Tutelar da city peixeira no mês de outubro do ano passado, comentou que tava pipocando a possibilidade de impugnação da eleição do mais votado, Norival Montibeller, o Banana.

Reunião nebulosa
Tudo por conta de uma reunião com comissionados da Educação que o presidente do PDT, Marcelo Saldré, ops, Sodré, entre outros brizolistas, comandou e, que teria ficado claro que houve intervenção partidária na eleição. Um áudio e a transcrição das falas, vazaram e, a bronca toda foi parar no Ministério Público que em seu parecer recomendou que a eleição de Banana, fosse impugnada.

Brigaçada do PDT X PDT
Com isso, quem assumiria seria o primeiro suplente, Kleber Andrade, o pastor Kleber. A grande verdade é que esse enrosco todo se deu, por conta da brigaçada entre a tchurma de Sodré e do presidente da piramidal casa do povo, Paulinho Amândio que apoiava outro candidato.

Imagem ilustrativa