Procurador arquiva representação do vereador Lapa, contra propaganda do Omo

14/11/2017 09:15

A representação do vereador bonzinho, Edson Lapa (PR), contra a propaganda do sabão Omo feita ao Ministério Público Federal, alegando que atentaria contra o Estatuto da Criança e do Adolescente, foi arquivada pelo procurador da República, Darlan Airton Dias.

Estado Democrático
“Assim, ainda que legítimo o direito de o vereador expressar opinião crítica quanto ao conteúdo da propaganda, o fato é que não compete às autoridades de um Estado Democrático de Direito limitar a expressão de opiniões que lhe sejam contrárias no âmbito pessoal”, explana o procurador Darlan.

Liberdade e não atenta
O procurador citou a liberdade de expressão e o fim da ditadura, além de citar na decisão comentário deste escriba no Blog do JC – www.diarinho.com.br Darlan, coloca que não vê nada de mal na referida propaganda do sabão em pó. Muito pelo contrário.

Tantos problemas…
Na decisão, o procurador, cita este blog: Segundo o jornal Diarinho, “Tantos problemas de toda ordem na city peixeira, tantas situações pra ser discutidas, debatidas, resolvidas, lavadas e enxugadas e a excelência excelentíssima preocupada que a propaganda vai fazer mal aos pequenos? Para, né!”

Leia a decisão:

Documento-PRM-ITJ-SC-00006712_2017

Foto (Divulgação)

Autor: JC

JC é colunista político do Diarinho, o jornal que todo mundo lê, até quem diz que não. A missão do socadinho escriba é disseminar a discórdia, provocar o tumulto e causar o transtorno, para o bem da coletividade.

Compartilhe: