Brasileiro na briga pelo título da ABB Fórmula E, a F1 dos carros elétricos

25/05/2019 15:48

Lucas di Grassi venceu o ePrix de Berlim e conquistou a sua segunda vitória na quinta temporada da Fórmula E, e se mantém na luta pelo título.
Após ter largado na terceira colocação, o brasileiro conseguiu assumir a ponta nas primeiras voltas e liderou sem sofrer ameaças, garantindo a Audi no lugar mais alto do pódio em “sua casa”, além da volta mais rápida do ePrix de Berlim.

“Foi muito bom, estou feliz. Sofremos muito na classificação, mas desta vez fui bem e consegui disputar a Super Pole. Usei bem o modo ataque durante a prova, na hora certa, e isso foi importante para vencer aqui, uma corrida importante para mim e para a Audi, por ser a corrida de casa”, comentou Lucas di Grassi após a prova.

A largada foi tranquila, com os primeiros colocados permanecendo em suas posições. Porém, isso mudou já na terceira volta, quando Lucas di Grassi ultrapassou Vandoorne e assumiu a segunda colocação.

Largando em 19º, Felipe Massa largou bem e chegou a assumir a 16ª posição, mas não conseguiu manter um bom ritmo e logo voltou a perder posições, caindo para 20º.

Duas voltas depois, o brasileiro ultrapassou o suíço Sébastien Buemi e assumiu a liderança da prova, e foi abrindo uma boa vantagem aos poucos.

Enquanto Di Grassi seguia tranquilo na ponta, se formou um grupo entre o segundo e sétimo colocado, com boas disputas. O português Antonio Félix da Costa conseguiu boas ultrapassagens e logo assumiu a segunda colocação. Porém, Buemi usou o fanboost e recuperou a posição.

Outro piloto que subiu diversas posições foi o líder e atual campeão Jean-Eric Vergne, que se sétimo chegou a ser terceiro, mas voltou a perder a posição para o piloto português.

A prova chegou a ter uma bandeira amarela em todo o circuito, por conta de Alex Lynn, que rodou sozinho durante a disputa de posições com Vergne e Daniel Abt, mas não houve a necessidade da entrada do safety car.

Apesar da bandeira amarela, Lucas di Grassi consegui manter uma boa diferença em relação a Sébastien Buemi. Enquanto isso, Vergne voltou a ultrapassar Félix da Costa e passou a disputar a segunda posição com o suíço da Nissan e.Dams.

No fim, Lucas di Grassi recebeu a bandeirada e garantiu seu quinto pódio em seis eprix realizados em Berlim, e conquistando a sua segunda vitória na temporada, assumindo a segunda colocação no campeonato.

Sébastian Buemi conseguiu se manter na segunda colocação, e Jean-Eric Vergne terminou em terceiro, se mantendo na liderança do campeonato.

Felipe Massa não conseguiu uma corrida de recuperação, e terminou a prova apenas na 15ª colocação.

 

Confira a classificação atualizada do campeonato de pilotos após de provas disputadas:
1º Jean-Eric Vergne (FRA) – DS Techeetah: 102 pontos
2º Lucas di Grassi (BRA) – Audi Sport ABT Schaeffler: 96 pontos
3º André Lotterer (ALE) – DS Techeetah: 86 pontos
4º Antônio Félix da Costa (POR) – BMW i Andretti Motorsport: 82 pontos
5º Robin Frijns (HOL) – Envision Virgin Racing: 81 pontos
6º Mitch Evans (NZL) – Panasonic Jaguar Racing: 69 pontos
7º Daniel Abt (ALE) – Audi Sport ABT Schaeffler: 67 pontos
8º Jêromé D’Ambrósio (BEL) – Mahindra Racing: 65 pontos
9º Oliver Rowland (GBR) – Nissan e.Dams: 63 pontos
10º Sébastien Buemi (SUI) – Nissan e.Dams: 61 pontos
11º Sam Bird (GBR) – Envision Virgin Racing: 56 pontos
12º Edoardo Mortara (SUI) – Venturi Formula E Team: 52 pontos
13º Pascal Wehrlein (ALE) – Mahindra Racing: 52 pontos
14º Felipe Massa (BRA) – Venturi Formula E Team: 32 pontos
15º Stoffel Vandoorne (BEL) – HWA Racelab: 30 pontos
16º Alexander Sims (GBR) – BMW i Andretti Motorsport: 24 pontos
17º Maximilian Günther (ALE) – GEOX Dragon: 10 pontos
18º Gary Paffety (GBR) – HWA Racelab: 08 pontos
19º Oliver Turvey (GBR) – NIO Formula E Team: 06 pontos
20º Alex Lynn (GBR) – Panasonic Jaguar Racing: 04 pontos
21º José Maria López (ARG) – GEOX Dragon: 03 pontos
22º Nelson Piquet Jr. (BRA) – Panasonic Jaguar Racing: 01 ponto

Classificação Mundial de Construtores após dez etapas:
1º DS Techeetah (CHI) – 188 pontos
2º Audi Sport ABT Schaeffler (ALE) – 163 pontos
3º Envision Virgin Racing (GBR) – 137 pontos
4º Nissan e.Dams (JAP) – 124 pontos
5º Mahindra Racing (IND) – 117 pontos
6º BMW i Andretti Motorsport (EUA) – 106 pontos
7º Venturi Formula E Team (MON) – 84 pontos
8º Panasonic Jaguar Racing (GBR) – 74 pontos
9º HWA Racelab (ALE) – 38 pontos
10º GEOX Dragon (EUA) – 13 pontos
11º NIO Formula E Team (GBR) – 06 pontos

Números das oito provas da ABB Formula E 2018/19

30/04/2019 12:40

A ABB Formula E 2018/19 já teve oito provas até o momento! E em cada ePrix um vencedor diferente.

O equilíbrio é tanto que a diferença do líder, o holandês Robin Frinjs, para o quarto, o brasileiro Lucas di Grassi, é de apenas 11 pontos.

Um piloto pode fazer por prova 29 pontos, incluindo volta mais rápida e super pole, além da vitória.

Veja a tabela abaixo:

Vencedores
Ad Diriyah – Antonio Félix da Costa (BMW i Andretti Motorsport)
Marrakesh – Jerome D’Ambrosio (Mahindra Racing)
Santiago – Sam Bird (Envision Virgin Racing)
Cidade do México – Lucas di Grassi (Audi Sport ABT Schaeffler)
Hong Kong – Edorardo Mortara (Venturi Formula E Team)
Sanya – Jean-Eric Vergne (DS Techeetah)
Roma – Mitch Evans (Panasonic Jaguar Racing)
Paris – Robin Frijns (Envision Virgin Racing)

Equipes vencedoras
Ad Diriyah – BMW i Andretti Motorsport
Marrakesh – Mahindra Racing
Santiago – Envision Virgin Racing
Cidade do México – Audi Sport ABT Schaeffler
Hong Kong –  Venturi Formula E Team
Sanya – DS Techeetah
Roma – Panasonic Jaguar Racing
Paris – Envision Virgin Racing

Países dos vencedores
Ad Diriyah – Antonio Félix da Costa (Portugal)
Marrakesh – Jerome D’Ambrosio (Bélgica)
Santiago – Sam Bird (Reino Unido)
Cidade do México – Lucas di Grassi (Brasil)
Hong Kong – Edorardo Mortara (Suíça)
Sanya – Jean-Eric Vergne (França)
Roma – Mitch Evans (Nova Zelândia)
Paris – Rob Frijns (Holanda)

Volta mais rápida
Ad Diriyah – André Lotterer (DS Techeetah)
Marrakesh – Lucas di Grassi (Audi Sport ABT Schaeffler)
Santiago – Daniel Abt (Audi Sport ABT Schaeffler)
Cidade do México – Pascal Wehrlein (Mahindra Racing)
Hong Kong – André Lotterer (DS Techeetah)
Sanya – Jean-Eric Vergne (DS Techeetah)
Roma – Sébastien Buemi (Nissan e.Dams)
Paris – Robin Frijns (Envision Virgin Racing)

Julius Bar Pole Position
Ad Diriyah – Antonio Félix da Costa (BMW i Andretti Motorsport)
Marrakesh – Sam Bird (Envision Virgin Racing)
Santiago – Sébastien Buemi (Nissan e.Dams)
Cidade do México – Pascal Wehrlein (Mahindra Racing)
Hong Kong – Stoffel Vandoorne (HWA Racelab)
Sanya – Oliver Rowland (Nissan e.Dams)
Roma – André Lotterer (DS Techeetah)
Paris – Oliver Rowland (Nissan e.Dams)

Pódio por piloto
Robin Frijns (Envision Virgin Racing) – 3 (1 -1 – 1)
Antonio Félix da Costa (BMW i Andretti Motorsport) – 3 (1-1-1)
Lucas di Grassi (Audi Sport ABT Schaeffler) – 2 (1-1-0)
Jean-Eric Vergne (DS Techeetah) – 2 (1-1-0)
Jerome D’Ambrosio (Mahindra Racing) – 2 (1-0-1)
Edoardo Mortara (Venturi Formula E Team) – 2 (1-0-1)
Sam Bird (Envision Virgin Racing) – 2 (1-0-1)
André Lotterer (DS Techeetah) – 2 (0-2-0)
Daniel Abt (Audi Sport ABT Schaeffler) – 2 (0-0-2)
Mitch Evans (Panasonic Jaguar Racing) – 1 (1-0-0)
Pascal Wehrlein (Mahindra Racing) – 1 (0-1-0)
Oliver Rowland (Nissan e.Dams) – 1 (0-1-0)
Stoffel Vandoorne (HWA Racelab) – 1 (0-0-1)

Integrantes da Super pole terminando no pódio
Ad Diriyah – Antonio Félix da Costa (BMW i Andretti Motorsport)
Marrakesh –  Sam Bird (Envision Virgin Racing)
Santiago –  Sam Bird (Envision Virgin Racing) | Daniel Abt (Audi Sport ABT Schaeffler) | Pascal Wehrlein (Mahindra Racing)
Cidade do México – Lucas di Grassi (Audi Sport ABT Schaeffler) | Antonio Félix da Costa (BMW i Andretti Motorsport)
Hong Kong – Edoardo Mortara (Venturi Formula E Team) |  Lucas di Grassi (Audi Sport ABT Schaeffler)
Sanya –  Jean-Eric Vergene (DS Techeetah) | Oliver Rowland (Nissan e.Dams) | Antonio Félix da Costa (BMW i Andretti Motorsport)
Roma – Mitch Evans (Panasonic Jaguar Racing) | André Lotterer (DS Techeetah) | Stoffel Vandoorne (HWA Racelab)
Paris – Robin Frijns (Envision Virgin Racing) | André Lotterer (DS Techeetah)

STREETS OF PARIS, FRANCE – APRIL 26: Sébastien Buemi (CHE), Nissan e.Dam, Nissan IMO1 during the Paris E-prix at Streets of Paris on April 26, 2019 in Streets of Paris, France. (Photo by Dom Romney / LAT Images)

Cidade do México receberá pelo terceiro ano consecutivo a ABB Formula E

27/02/2018 19:06
Foto: ak Mauger/LAT/Formula E

O quinto E-Prix da temporada 2017-2018 da ABB Fórmula E será disputado no sábado (3), na Cidade do México. Será a terceira vez consecutiva que o México receberá uma etapa do campeonato mundial dos carros elétricos. A prova ocorre no tradicional Autódromo Hermanos Rodríguez, que conta com 17 curvas em um total de 2.092 km.

Atual campeão da ABB Formula E, o piloto brasileiro Lucas di Grassi (Audi Sport Abt Schaeffler) ainda não pontuou nesta temporada, mas o retrospecto no circuito mexicano lhe proporciona boas lembranças e a expectativa de dar início a sua recuperação no campeonato.

“Minhas memórias da corrida mexicana são mescladas. Na temporada de 2016, cruzei a linha de chegada na primeira posição, mas acabei desclassificado após a prova. No ano passado, comemorei minha primeira vitória na temporada no México. É uma pista nos convém. Então, espero ir bem novamente nesta temporada. Os fãs mexicanos são muito apaixonados, sempre é muito divertido correr lá.”

Além de Lucas di Grassi, atleta da equipe Audi Sport Abt Schaeffler, o brasileiro Nelson Piquet Jr, da equipe Panasonic Jaguar Racing, está participando da temporada 2017-2018 da ABB Formula E, e neste momento ocupa a quinta colocação na classificação do mundial.

A ABB Fórmula E é liderada pelo francês Jean-Eric Vergne (Techeetah), vencedor da última etapa disputada em Santiago no Chile, e possui 71 pontos, seguido pelo sueco Félix Rosenqvist (Mahindra Racing), que possui 66 pontos, e o britânico Sam Bird (DS Virgin Racing) com 61 pontos.

A temporada 2017-2018 do ABB FIA Formula E terá um total de 12 etapas, encerrando o campeonato no dia 15 de julho, em Nova Iorque. Os primeiros E-Prix foram disputados em Hong Kong, Marrakesh (Marrocos) e Santiago (Chile).

Após o E-Prix da Cidade do México, a ABB Formula E voltará a América do Sul, onde no dia 17 de março, os carros elétricos desembarcam no circuito de rua de Punta del Leste (Uruguai).

Todo o dinheiro arrecadado com a venda de ingressos para o E-Prix da Cidade do México será revertido às obras de reconstrução da capital mexicana, que sofreu um terremoto em setembro do ano passado.

Bloom e DiCaprio prestigiam ABB Fórmula E

13/01/2018 10:16
MARRAKECH, MOROCCO – JANUARY 13: Orlando Bloom drives a Formula E racing car at the ABB FIA Formula E Marrakech E-Prix on January 13, 2018 in Marrakech, Morocco. Pic Credit: Dave Benett

Os atores Orlando Bloom e Leonardo DiCaprio participaram da terceira corrida da temporada da ABB Fórmula E, que está sendo realizada em Marrakesh, em Marrocos. O E-Prix será disputado neste sábado (13), mas na véspera, Orlando Bloom teve contato direto com os carros elétricos, ganhando dicas preciosas do líder do campeonato, o compatriota Sam Bird. O ator guiou um dos carros, que atingem 0-100 km / h em 3 segundos, com uma velocidade máxima de 225 km / h.

“Eu definitivamente levei o carro até o limite”, disse Bloom. “É uma corrida com muita adrenalina, é brilhante”.

Orlando Bloom comemorou em Marrocos seu aniversário de 41 anos. Ele ganhou um bolo de aniversário com a forma de um carro da Fórmula E.

MARRAKECH, MOROCCO – JANUARY 12: Orlando Bloom (C) blows out the candles of his birthday cake as father Colin Stone and friends Scott Campbell, Andres Faucher and FIA Formula E CEO Alejandro Agag look on at Orlando Bloom’s birthday party with ABB FIA Formula E Championship at Hotel Amanjena on January 12, 2018 in Marrakech, Morocco.
Pic Credit: Dave Benett

Mas por trás das comemorações, a razão da visita do ator foi alertar para as mudanças climáticas. “Acompanho o campeonato desde que começou, queria vir e assistir uma corrida ao vivo por algum tempo. A tecnologia que eles estão desenvolvendo com os carros na pista hoje está se movendo em um ritmo muito rápido e terá um impacto no meio ambiente”.

Orlando Bloom continuou: “As baterias dos carros elétricos normais hoje não são mais um problema, então agora é saber sobre a infra-estrutura e as estações de carregamento. Então, se você imaginar que você pode carregar seu carro em casa o mais rápido possível, você pode carregar um carro da Fórmula E, então o efeito decisivo é incrível”.

A terceira etapa será na tarde deste sábado (13) com transmissão do canal Fox Sports.

Confira mais imagens aqui:

Fórmula E pode ter Nico Rosberg

02/12/2017 16:32

​O alemão Nico Rosberg disse, neste sábado (2), em Hong Kong, que tem interesse em voltar ao automobilismo na Fórmula E. O campeão da Fórmula 1 de 2016 presenciou a corrida de abertura da temporada dos carros elétricos. A prova foi vencida pelo britânico Sam Bird, da DS Virgin Racing.

Mesmo insistindo na afirmação de que sua carreira terminou, o piloto de 32 anos contou que está aberto à novas oportunidades no esporte, principalmente com a informação de que a Mercedes-Benz se juntará à Fórmula E nas próximas temporadas.

“Vamos esperar e ver. Estou aberto para explorar, então vamos ver quais são as possibilidades, mas definitivamente estou interessado”, disse Nico Rosberg. “Eu conheço bastante [sobre Fórmula E] e tenho acompanhado. A corrida tem um futuro incrível. Está no caminho certo e Alejandro [Agag] também é incrível, então ele vai fazer as coisas certas”.

Nico Rosberg falou mais a respeito da sua aposentadoria: ”Eu não sinto falta de correr. Eu cumpri meu papel e estou realmente entusiasmado com meus novos passos”.

Rosberg participou do E-Prix a convite da com Hugo Boss, que será um dos patrocinadores do Campeonato de Fórmula E.

Brasileiros têm resultados diferentes na estreia 

O atual campeão Lucas di Grassi teve um dia ruim na estreia da temporada com seu Audi Sport ABT Schaeffler. Uma batida com o francês Sebastien Buemi obrigou uma mudança do carro. Devido a isso, ele não teve energia suficiente para incomodar os líderes e terminou na 18ª posição. Já o também brasileiro Nelson Piquet Jr. teve um resultado melhor. O novo piloto da Panasonic Jaguar Racing ficou em quarto lugar nas 43 voltas do circuito asiático.

O pódio do E-Prix de Hong Kong teve a vitória do britânico Sam Bird (Virgin DS Racing), seguido pelo francês Jean-Eric Vergne (TECHEETAH) e pelo alemão Nick Heidfeld (Mahindra Racing).

“Essa foi uma corrida muito louca – acho difícil processar o que aconteceu”, disse Sam Bird, da Virgin DS Racing. O piloto pagou uma penalidade e mesmo assim saiu vencedor.

A segunda prova da Fórmula E ocorre no mesmo local na madrugada deste domingo (3), às 4h [Horário de Brasília], com transmissão ao vivo do Fox Sports.

Mais informações em https://www.fiaformulae.com/en