The Ocean Race tem novo equipamento para medir saúde dos oceanos

29/10/2020 12:01

A The Ocean Race em parceria com a equipe 11th Hour Racing Team apresentaram os primeiros resultados do  OceanPack.

É um dispositivo que registra dados oceânicos essenciais a bordo dos barcos.

O novo e pioneiro equipamento científico é  30% mais leve e 20% mais eficiente em termos energéticos do que a versão anterior.

Durante uma travessia transatlântica de 14 dias em agosto de 2020, o 11th Hour Racing Team usou um OceanPack e pegou amostras de água do mar 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Os dados de alta qualidade foram retransmitidos em tempo real!

Na última edição da The Ocean Race,  a transferência de dados foi feita na chegada ao porto.

A análise foi feita durante a travessia da França para os Estados Unidos, mais precisamente Newport, Rhode Island.

A tripulação a bordo do IMOCA 60 também implantou uma bóia Drifter em uma área-alvo onde há uma lacuna na cobertura.

Os dados de cada dispositivo desempenham um papel crucial para ajudar os cientistas a avaliar a saúde do oceano.

Dado que o oceano gera até 80% do oxigênio do mundo – ainda mais do que os “pulmões verdes” como a floresta amazônica – ele tem uma influência direta na saúde de todo o planeta.

O OceanPack registra três tipos de dados oceânicos essenciais: temperaturas da superfície do mar, um indicador importante das mudanças climáticas; níveis de salinidade, que influenciam as correntes e a circulação da água e têm impacto direto na absorção de CO2; e os níveis de CO2 dissolvido na água, que está ligado às taxas de emissão globais, além de ter um impacto potencialmente prejudicial sobre espécies como ouriços-do-mar, crustáceos e corais.

”Queremos aproveitar o sucesso incrível de nosso premiado Programa de Sustentabilidade durante a edição 2017-18, que abriu o caminho em termos de coleta de dados oceânicos offshore por um evento de vela”, disse Anne-Cécile Turner, diretora da The Ocean Race’s Sustainability.

”Tudo o que estamos fazendo sob nossa nova iniciativa Racing with Purpose, que foi desenvolvida em colaboração com a 11th Hour Racing – nosso Parceiro Fundador de Sustentabilidade, bem como o Parceiro Premier da regata – visa levar esse legado e acelerar a ação para melhorar o oceano”.

 

Ventaneiro 3 leva a Santos-Rio 2020 no geral

27/10/2020 14:41

O vencedor no geral da Santos-Rio 2020 foi o barco Ventaneiro 3, do Rio de Janeiro (RJ).

O veleiro de Renato Cunha foi o campeão geral e vencedor na classe ORC.

A embarcação fez o trajeto em 42 horas, 47 minutos e 4 segundos, no tempo corrigido ficando com 34 horas, 34 minutos e cinco segundos.

Em segundo lugar ficou o Xamã Red Nose, do Yacht Club de Ilhabela (SP), comandado por Sergio Klepacz e o Rudá Blue Seal, barco de Santos (SP), finalizando em terceiro.

O evento realizou sua 70ª edição com 68 barcos e 500 velejadores.

“Ganhar a edição 70 da Santos – Rio foi uma sensação maravilhosa, edição que contou com recorde de inscritos, a nata da Vela brasileira. Excepcional, estamos todos muito felizes”.

”Tivemos participação de três velejadores Optmist, três mirin,s entre eles meu filho Zion, de 11 anos, que já carimbou o diploma de velejador Santos-Rio. Uma regata que foi de endurance, tripulação que mostrou muita determinação e somados ao barco que atende bem às duras condições”, disse Renato.

O barco Rudá/CBVela, de Santos (SP), que contou com o bicampeão olímpico Torben Grael no comando diante do time da Vela Jovem brasileira com nossos talentos do futuro, foi o oitavo barco a finalizar a regata e conquistou o troféu na classe IRC.

“Foi uma regata um pouco diferente, toda de contra-vento, lestada que estava durante uns três, quatro dias, onda muito grande, o que dificultou bastante a velejada”.

”Nosso barco as velas não estavam em ótimo estado e não tínhamos velas de vento muito forte, então nos viramos com o que tínhamos, vela grande não tinha riso. Ficamos meio no limite. Primando bem as velas e cuidando do equipamento deu tudo certo”.

”Uma das genoas acabou quebrando na Ponta do Boi, parte de mais vento, na primeira noite, foi só o problema que tivemos. A garotada de saiu muito bem, trabalharam em equipe, respeitaram bem os turnos, ficando na borda na primeira noite que estava mais difícil, na segunda noite estava um pouco menos vento e mais frio”, disse Torben.

ORC

1 – Ventaneiro 3 – 34h34min05s (tempo corrigido)
2 – Xamã Red Noose – 35h25min02s
3 – Rudá Blue Seal – 37h00min26s
4 – Sorsa III – 37h48min34s
5 – Avohai – 38h11min53s
6 – Maximus – 38h12min44s
7 – Crioula 29 – 39h21min34s
8 – King – 39h59min18s
9 – +Bravissimo – 40h02min32s
10 – Marujo´s – 41h31min13s
11 – Maestrale Due – 46h36min35s
12 – Bravo – 49h16min09s
13 – Vesper IV – Não completou
14 – Inae 40 – Não completou

IRC

1 – Rudá/CBVela – 1 dia, 23 horas, 18 minutos, 59s (tempo corrigido)
2 – Minna 1 – 2 dias, 7 horas, 50 minutos, 8s
3 – Boto V – 2 dias, 8h, 55min 38s
4 – Saravah – 2 dias, 10h 5min 53s
5 – Villegagnon – 2 dias, 11h, 19min 55s
6 – Aries – Não completou
6 – Klimax – Não completou
6 – Montecristo – Não completou
6 – My Boy – Não completou

BRA-RGS

1 – Pangea – 2 dias, 4 horas, 57 minutos, 9 segundos (tempo corrigido)
2 – Zeus – 2 dias, 6h, 26min,19s
3 – Dona Bola – 2d, 9h, 12min, 4s
4 – Xekmat – 2d, 10h,26min,17s
5 – Beleza Pura – 2d,12h, 15s
6 – Aventura III – 2d, 12h, 21min, 5s
7 – Susso 2d, 15h, 43min, 33s
8 – Sagarana – Não completou
8 – Sexta-Feira – Não completou
8 – Tapioca – Não completou
8 – Tuchaua – Nãocompletou
8 – Yallah – Não completou
8 – Zuriel – Ainda na regata
8 – Almaviva VI – Não completou
8 – BL3 Urca – Não completou
8 – Born Free – Não completou
8 – H3+ – Não completou
8 – Kaze – Não completou
8 – Malungo – Não coompletou
8 – Nativo 2 – Não completou
8 – Panda – Não largou

BRA-RGS Clássicos

1 – Áries III – 3 dias, 15h, 24min, 11s
2 – Aventura – 3 dias, 19h, 55min, 45s
3 – Cangaceiro – Não largou
4 – Don Alberto – Não completou
5 – Five Stars – Não completou
6 – Krishna – Não largou
7 – Pirajá – Não completou
8 – Buscapé – Não largou

Mini Transat 6.5

1 – Orama/Pinguim – 3 dias, 18h, 07min, 14s
2 – Bloody Bones – Não completou
3 – Daddy-O – Não completou
4 – Xavante Rio – Não completou

Bico de Proa

Adventus – Não completou
Amazonas – Não Completou
BL3 Mangalo – Não completou
Black Swan – Não completou
Di Boa! – Não completou
Gradhara – Não completou
Insolente 2 – Não completou
Nautilus XIII – Não completou
OKA – Não completou

A 70ª Regata Santos-Rio teve a organização do Iate Clube de Santos em conjunto com o Iate Clube do Rio de Janeiro e conta com os apoios da Associação Brasileira de Veleiros de Oceano, a ABVO, a CBVela, e a Prefeitura de Santos.


Foto: Aline Bassi | Balaio

Largada da 70ª Regata Santos Rio

23/10/2020 15:36

Na tarde desta sexta-feira (23) ocorreu a largada da 70ª Regata Santos Rio, na Baia de Santos.

Ao todo, 68 barcos partiram em direção ao Rio de Janeiro (RJ).

A edição deste ano tem as participações das Classes ORC, IRC, BRA RGS, BRA RGS Veleiros Clássicos, Multicasco, Mini 6.50 e Bico de Proa.

Para acompanhar a regata, basta acessar o link – http://app.dotshow.com.br/eventos/regatasantosrio/

Vendée Globe abre vila da regata na França

20/10/2020 11:27

A vila da regata da Vendée Globe em Les Sables d’Olonne, na França, já está a todo vapor.

O local terá atividades diárias dos patrocinadores dos barcos e do evento até o dia 8 de novembro.

Mais de 30 veleiros partem para a volta ao mundo em solitário e sem escalas.

A Vendée Globe use barcos da IMOCA60.

A vila foi aberta por Yves Auvinet, presidente de la SAEM Vendée.

”Uma verdadeira alegria para todos nós hoje em ver nossos 33 capitães, seus barcos e suas equipes presentes aqui ao longo do pontão Vendée Globe”.

”Dado o contexto da saúde. É também um alívio que as equipes da Vendée Globe, e as autoridades estaduais e de saúde, parceiros e todos os projetos esportivos tenham trabalhado tão arduamente para garantir que o Everest of the Seas seja executado este ano, e para que a Vendée Globe preserve seu caráter popular” .

A saúde e a segurança dos 33 skippers são fundamentais.

A maioria tem suas próprias medidas e procedimentos para limitar suas interações em espaços confinados e públicos.

 

Mais informações sobre a The Ocean Race Europe

13/10/2020 12:51

A edição inaugural da The Ocean Race Europe, programada para começar primeiro semestre de 2021, será disputada em cidades tradicionais da vela no velho continente.

A Ocean Race Europe terá tripulantes de todo o mundo competindo em IMOCA 60s e VO65s de design único correndo da costa do Atlântico Norte da Europa para o Mar Mediterrâneo.

Haverá vencedores e prêmios em cada classe.

”A Ocean Race Europe se encaixa bem no calendário de regatas em 2021 e fornece às nossas equipes competitivas”, disse Johan Salén, o Diretor Diretor da The Ocean Race.

”Como um novo evento, tem sido importante contar com o apoio de equipes e velejadores para que este projeto decole, e o feedback até o momento tem sido extremamente positivo”.

O francês Thomas Ruyant, capitão do IMOCA 60 LinkedOut, se animou com a regata. ”Gosto da ideia de ter um novo evento competitivo totalmente equipado para acompanhar o Vendée Globe e The Ocean Race Europe. Será um novo desafio correr em uma configuração com tripulação e as pernas curtas promoverão uma competição acirrada”.

O holandês Bouwe Bekking, um veterano oito edições da The Ocean Race, correu com a Sailing Holland e a Team Childhood no ano passado e também treinou a equipe Sailing Poland VO65 recentemente.

”É ótimo que a The Ocean Race Europe visite países importantes para nossos parceiros e nos permita chegar, especialmente aos velejadores mais jovens que têm o sonho de participar um dia na The Ocean Race”.

”Gosto que a prova seja curta e intensa e estaremos navegando em novas áreas do Mediterrâneo assim que passarmos por Alicante, na Espanha”.

Em terra, haverá atividades públicas dentro de cada cidade-sede, juntamente com eventos promocionais e de hospitalidade da equipe.

A Ocean Race Europe priorizará a saúde dos velejadores, das equipes e do público e respeitará todos os regulamentos do COVID19 em cada cidade visitada.

O trabalho iniciado pelo premiado programa de sustentabilidade da Race 2017-18 continua como parte da The Ocean Race Europe e além.

O programa Racing with Purpose inclui advocacia, ciência, aprendizagem e excelência em eventos sustentáveis.

A edição inaugural da The Ocean Race Europe em 2021 abre um calendário de dez anos de atividades de corrida que inclui edições confirmadas do evento icônico e totalmente tripulado em todo o mundo – The Ocean Race – a cada quatro anos, começando em 2022-23 .

Todas as informações sobre a The Ocean Race 2022-23 podem ser encontradas em www.theoceanrace.com

Vídeo: Teaser da Vendée Globe 2020

09/10/2020 14:31

Embarque por 2 minutos de adrenalina a bordo de um IMOCA da Vendée Globe.

A regata de volta ao mundo em solitário, sem escalas e assistência começa em 8 de novembro partindo da França.

11th Hour Racing Team mostra detalhes de seu IMOCA para The Ocean Race

08/10/2020 15:14

A  equipe 11th Hour Racing Team divulgou novos detalhes sobre a construção de seu novo barco IMOCA 60.

O barco vai correr a The Ocean Race 2022-23 e o novo veleiro de 60 pés está em construção na na Bretanha, França.

O designer será Guillaume Verdier, é um dos arquitetos navais mais prestigiados do planeta e que esteve envolvido no projeto de quatro dos últimos cinco vencedores da Vendée Globe.

O parceiro estratégico para os aspectos técnicos e de desempenho da construção do novo barco é a MerConcept, liderada pelo veterano François Gabart.

Um grupo de quase uma dúzia de engenheiros, designers e analistas está trabalhando na análise e nos dados para a análise de desempenho do novo design.

O barco está sendo construído pela CDK Technologies, com sede em Lorient e Port-la-Forêt, na França, que montou muitos dos principais veleiros offshore do esporte

”Quando soubemos que a Ocean Race seria aberta para uma aula de desenvolvimento, aproveitamos a oportunidade”.

”Fizemos duas edições com o Volvo Ocean 65s e estamos muito entusiasmados para dar o próximo passo na regata com um design personalizado e processo de construção”, disse Charlie Enright, comandante do barco.