Salão Náutico de Paris é cancelado

24/09/2020 19:00

A principal feira náutica do mundo foi cancelada oficialmente nesta quinta-feira (24).

O Salão Náutico de Paris (ou Paris Boat Show) seria realizado de 5 a 13 de dezembro.

Seria no local que a organização da Transat Jacques Vabre Normandie Le Havre iria anunciar a chegada da edição 2021.

Os organizadores se basearam nos últimos anúncios do Ministro da Saúde e da Fédération des Industries Nautiques (FIN) para cancelar o evento.

O Ministro da Saúde, Sr. Olivier Véran, anunciou ontem uma série de medidas mais restritivas para Paris.

O número de pessoas por evento passou de 5.000 para 1.000.

Todos os anos, o “Nautic” reúne no início de dezembro Porte de Versailles mais de 200.000 visitantes e mais de 800 expositores.

A entidade planeja lançar nos próximos dias um evento digital.

A França tem mais de 11 milhões de pessoas fazendo algum tipo de atividade náutica.

O setor náutico possui mais de 5.500 empresas, 45.000 empregos diretos e 100.000 empregos indiretos nas regiões.  E 70% dos pedidos anuais do setor são processados ​​nas feiras de barcos de outono e inverno.

 

”As novas medidas apressam nossa decisão e não nos deixam escolha. As consequências serão graves, especialmente para todas as PMEs para as quais as feiras são momentos-chave para o seu faturamento”.

”Os shows de outono e inverno são verdadeiros locais de negócios, onde 70% dos pedidos anuais são processados. Eles são marcos essenciais em nosso ecossistema econômico”.

”Faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para continuar a prestar a melhor assistência possível a todas as empresas do setor náutico francês para superar esta nova provação e se preparar para o futuro em 2021”, declarou Yves Lyon-Caen, Presidente da FIN.

 

Cláudio Copello e Adriano do #SAL em abertura do VelaShow 2020 Virtual

A edição relâmpago do VelaShow 2020 teve início nesta quarta-feira (23) com a realização de uma live nos canais oficiais do evento.

O bate-papo virtual comandado por Murillo Novaes e Marina Bruschi contou com as participações dos navegadores Cláudio Copello e Adriano Plotzky, do #SAL.

Os velejadores falaram sobre a vida a bordo de embarcações e a infraestrutura encontrada em marinas e cidades para abrigar barcos.

Após a conversa dos especialistas na modalidade, o VelaShow promoveu provas online com mais de 40 velejadores pelo virtual Regatta.

Os palestrantes comentaram sobre os melhores locais para velejar e de suas expedições pela costa brasileira.

Ambos também destacaram as dificuldades encontradas nessa pandemia de COVID-19, que obrigou a organização do VelaShow a adiar a edição de Niterói (RJ) para abril do ano que vem.

“A gente passou a pandemia a bordo. Quando estávamos descendo a costa, passamos em Salvador. Eu ia a bares, carnaval, mas quando chegamos em Santo André, Sul da Bahia, foi quando a pandemia explodiu”.

”Eu passei dois meses em Santo André, mas após março e abril já bateu aquela vontade de velejar. Cuido das pessoas que entram a bordo, usando máscara e indo apenas em mercados”, comentou Cláudio Copello em mensagem gravada de Ilhabela (SP).

 

O velejador e youtuber Adriano Plotzky falou sobre suas experiências e lugares visitados, principalmente em relação à infraestrutura de marinas.

“O brasil deveria se voltar ao mar e uma coisa que daria para resolver mais simples seria um píer público. Apenas para você parar o barco e ir ao mercado, por exemplo”.

O VelaShow continua nesta quinta-feira (24) com o tema Niterói (RJ), que será a anfitriã do evento. A partir de 18h30, o bicampeão olímpico Torben Grael e o medalhista olímpico e campeão mundial Lars Grael falarão sobre a vela na cidade.

A cidade fluminense é uma das maiores referências na modalidade no País, com clubes de ponta como o Charitas e o Sailing, além do Projeto Grael. Após o painel com os irmãos mais vitoriosos da modalidade, o VelaShow promoverá as finais das regatas virtuais.

Regatas online 

As provas iniciais do VelaShow 2020 foram feitas via o aplicativo Virtual Regatta com barcos da classe J70. As raias das baterias com 40 velejadores foram as de Palma de Mallorca (Espanha), Auckland (Nova Zelândia), Marselha (França) e Rio de Janeiro (RJ).

O melhor desempenho do dia foi do jovem de 15 anos Lucas Dantas, de Brasília (DF). O velejador ficou com vice-campeonato da edição virtual da Semana Internacional de Vela de Ilhabela.

As finais começam nesta quinta-feira a partir de 19h30.