Boxing For You anuncia retorno no fim de agosto

16/07/2020 18:16

A nona edição do Boxing For You foi confirmada para 29 de agosto na Arena de Lutas, em São Paulo (SP), com as participações dos medalhistas olímpicos Robson Conceição e Esquiva Falcão.

A organização do evento está alinhada com as autoridades de saúde do País para a realização do card, que terá quatro combates e sem a presença de público.

Os representantes do B4Y consultaram os protocolos para realização de competições durante a pandemia de COVID-19 repassados pelo CNB – Conselho Nacional de Boxe e pela prefeitura de São Paulo.

O objetivo do Boxing For You é garantir a saúde e segurança de todos os envolvidos na noite de lutas. Os boxeadores e suas equipes serão testados horas antes da pesagem – realizada na véspera – e no dia do combate.

”Vamos fazer um evento especial atendendo todas as normas de segurança. Será um desafio e uma responsabilidade enorme, o que nos motiva ainda mais. Vamos ser criteriosos e vigilantes em todas as etapas, desde a produção da área de lutas, logística, hotel dos lutadores, deslocamento e redução de pessoal”, explicou Sergio Batarelli, CEO do Boxing For You.

Os eventos de boxe atuais produzidos pela Top Rank – co-promotora do Boxing For You são exemplos para a equipe multidisciplinar de Sergio Batarelli, que buscou referências com os norte-americanos para a realização da noite de lutas brasileira.

Saiba como será o protocolo

Todos os protocolos de saúde serão conduzidos pelo médico do esporte Murilo Gimenes. Como citado, o evento não terá público e com restrições severas de circulação de staff e imprensa.

As equipes dos lutadores estarão apenas com um corner e um auxiliar. Um dos protocolos será a testagem de Covid-19 em todas as pessoas que estiverem envolvidas com o evento.

No dia da pesagem, os atletas e equipes estarão hospedados em um hotel de São Paulo (SP) e um médico vai no quarto de cada competidor para realizar o teste-rápido. Com o resultado negativo, o lutador passa pela pesagem e volta para seu quarto.

Segundo o protocolo, os boxeadores não poderão sair do quarto, nem para refeições. No dia da luta, eles saem direto para uma van especial que os leva para a Arena de Lutas.

No local, o Boxing For You fará um protocolo de higienização completa, cumprindo todos as exigências nacionais e internacionais para o evento.

Ídolos olímpicos em ação

Ouro na Rio 2016, Robson Conceição fez sua última aparição nos ringues em 8 de junho de 2019, quando derrotou por decisão unânime o mexicano Carlos Ruiz em Reno, nos Estados Unidos. O baiano peso leve (até 60kg) , que tem 13 vitórias em 13 lutas, sendo 6 nocautes, estava afastado dos combates por causa de uma lesão.

”Estou muito feliz com esse retorno ao B4Y, e espero dar um grande show, pois venho me preparando desde antes da pandemia. Vou buscar a vitória, passar uma energia aos brasileiros que sofreram nesses quatro meses de confinamento”, reforçou o campeão olímpico Robson Conceição.

Já Esquiva Falcão lutou no Boxing For You de 29 de fevereiro, quando nocauteou o argentino Jorge Daniel Miranda. Foi a 26 vitória do medalhista de Londres 2012 na carreira profissional em 26 lutas, sendo 18 pela via rápida. Esquiva está na divisão dos médios (até 72,5kg).

O evento terá transmissão do canal FoxSports.

”Teremos quatro lutas no Boxing For You 9 e em seguida vamos divulgar toda a programação. Estou muito contente, na verdade sem palavras e me sentindo como uma criança que ganhou um brinquedo novo”, completou Sergio Batarelli.

A primeira edição do Boxing For You de 2020 foi realizada em 29 de fevereiro, também na Arena de Lutas, em São Paulo (SP), com a disputa de seis combates, incluindo as participações dos medalhistas olímpicos Esquiva Falcão e Adriana Araújo.

Naquela oportunidade, o evento internacional, que teve a chancela da Top Rank, recebeu capacidade máxima de pessoas para assistir às vitórias dos brasileiros no card principal e também a coroação de Eduardo ‘Pará’ Costa como campeão brasileiro dos Super Penas.

A também medalhista olímpica Adriana Araújo confirmou a posse do cinturão mundial silver em sua divisão ao bater a venezuelana Estheliz Hernandez por decisão unânime (99/91, 98/92 e 98/92). Bronze em 2012, a baiana está no hall de campeões mundiais brasileiros da modalidade.

The Ocean Race anuncia largada em 2022. Em Itajaí (SC) chega em 2023

A organizadores da regata de volta ao mundo The Ocean Race confirmaram que a próxima edição começará em outubro de 2022 em Alicante, na Espanha, e terminará em Gênova, na Itália, em 2023.

A mudança na data da largada da prova foi anunciada nesta quinta-feira (16) após um processo de planejamento estratégico e consulta às partes envolvidas no competição, a fim de determinar o melhor caminho em um cenário esportivo impactado pela COVID-19.

A The Ocean Race estava previamente marcada para largar no ano que vem.

As cidades-sede e os patrocinadores anunciados anteriormente continuarão envolvidos na temporada 2022-23, incluindo o Brasil.

O município de Itajaí (SC) estará pela quarta temporada consecutiva na lista de stopovers da competição de vela oceânica.

A nova data coincide também com o aniversário de 50 anos da competição e está sendo considerada a realização de uma regata na Europa na metade de 2021, no verão do Hemisfério Norte.

”Desde 1973, a Ocean Race tem sido um dos maiores desafios do esporte. As equipes vencedoras mostraram que a preparação adequada é a base do sucesso”.

”Estamos em um momento sem precedentes e nossa principal prioridade é para com todos os afetados pela pandemia do COVID-19. Nossos pensamentos estão hoje com as vítimas e suas famílias”, disse Richard Brisius, presidente da The Ocean Race.

Os organizadores da volta ao mundo também anunciaram um plano de 10 anos para a The Ocean Race, o que ajudará equipe, cidades e velejadores a terem uma melhor preparação para as regatas.

”Como uma competição esportiva internacional, com paradas em seis continentes, nos sentimos profundamente conectados à realidade em mudança de velejadores, equipes, cidades, patrocinadores e fornecedores em todo o mundo”.

”Trabalhamos de forma positiva e colaborativa nos últimos meses para desenvolver um futuro estável e aprimorado, e esse processo nos levou ao primeiro plano decenal da The Ocean Race”.

”É um projeto de dez anos adaptado à nova realidade de forma inovadora, sustentável e responsável. Isso oferece novas oportunidades para todos se prepararem adequadamente para a The Ocean Race”, acrescentou Richard Brisius.

Conforme planejado, a The Ocean Race terá as classes VO65 e IMOCA60 na próxima edição. A última competição ocorreu na temporada 2017-18 com o Dongfeng levando o título no final.

”A Ocean Race é importante pra mim e é um dos grandes eventos do calendário de competições de vela. Por isso aplaudo a decisão dos organizadores. Como esporte, nos beneficiamos quando os principais eventos estão no auge e a nova data permitirá que equipes estejam mais bem preparadas na linha de partida em 2022”, explicou o bicampeão olímpico Torben Grael, que foi vencedor da regata como comandante em 2008-09 e atualmente é vice-presidente da World Sailing, a federação internacional da modalidade.

O programa de sustentabilidade, premiado com vários internacionalmente, é um dos pilares fundamentais da The Ocean Race. Esse projeto continuará sob o lema “Competir com um objetivo”.

As palestras e debates do evento, bem como os programas de educação e ciência serão intensificados e integrados a todas as áreas da regata.

”Como patrocinador fundador do programa de sustentabilidade e parceiro principal da The Ocean Race, apoiamos a decisão de adiar o início por 12 meses em resposta à crise de COVID-19. O impacto dessa pandemia é incalculável”.

”A 11th Hour Racing está comprometida em trabalhar com a The Ocean Race e seus patrocinadores para continuar a ser ágil e se adaptar a esses desafios, com o objetivo de realizar uma regata segura e sustentável em 2022”, explicou Jeremy Pochman, co-fundador e CEO da 11th Hour Racing.

A Volvo Cars, parceira principal da The Ocean Race, ofereceu seu apoio incondicional.

”De uma forma ou de outra, estamos envolvidos na The Ocean Race há mais de 20 anos. Sabemos que a Ocean Race é o maior desafio esportivo, atraindo apenas os melhores e nos quais os mais preparados acabam vencendo. Ajustar-se à nova realidade é uma decisão responsável e perspicaz, que permite que os atletas e outras partes se preparem adequadamente”, disse Björn Annwall, líder da equipe de gerenciamento executivo da Volvo Cars.

Cidades apoiam decisão

Para as dez cidades-sede internacionais da The Ocean Race, o novo calendário oferece confirmação e clareza para o futuro. A regata importantes cartões-postais como Alicante, Aarhus, Haia,Cabo Verde, Génova, Itajaí, Newport, Cidade do Cabo, Auckland e Shenzhen.

A catarinense Itajaí, envolvida desde 2011 com o evento, apoiou a mudança. ”A Ocean Race deixou um legado incomensurável na cidade de Itajaí nas últimas três edições. A realização do evento se traduz em crescimento econômico, cultural e esportivo, além de maior conscientização do meio ambiente. Estamos ansiosos para receber novamente a regata em 2023”, contou Volnei Morastoni, prefeito de Itajaí.

Mais depoimentos

Antoine Mermod, Presidente da IMOCA
A Ocean Race é a melhor maneira de as campanhas da IMOCA obterem valor para os patrocinadores, além de ajudar a melhorar a reputação da classe IMOCA em todo o mundo, conectando-se a um público mais global. Ao longo de nossa colaboração com a The Ocean Race, estudamos o que podemos fazer juntos para garantir a melhor regata possível com uma forte participação dos barcos IMOCA. Essas mudanças, incluindo uma possível regata na Europa no próximo ano, e um cronograma mais longo até 2030, são um passo positivo.

Charlie Enright, capitão da 11th Hour Racing Team
Dada a situação atual, faz todo sentido adiar a regata. Um ano extra nos oferecerá tempo adicional para melhorar as condições de saúde e segurança. O tempo adicional também permitirá que os organizadores da regata trabalhem em estreita colaboração com a classe IMOCA no formato para obter a melhor regata possível e maximizar os registros da equipe.

Paulo Mirpuri, proprietário da Mirpuri Foundation Racing Team
Mantivemos contato próximo com a The Ocean Race para garantir que as mudanças ocorridas hoje tenham um impacto positivo nas equipes, atletas e parceiros e patrocinadores. Para nós, na Fundação Mirpuri, é importante que esta regata e todas as atividades ao seu redor sejam positivas e sustentáveis e acho que estamos no caminho certo.

Bianca Cook, da NZ Ocean Racing:
Todo mundo aqui na Nova Zelândia Ocean Racing é grato por ter maior certeza para a próxima edição da The Ocean Race. Para nossa equipe, esse tempo extra nos permite levar nosso barco VO65 para a Nova Zelândia e envolver nossa comunidade local em todo o país, através de testes e treinamento da tripulação antes de voltar para a Europa.

Boris Herrmann, capitão da Team Malizia:
A Ocean Race é uma verdadeira plataforma internacional como nenhuma outra e estamos ansiosos para construir um projeto ao seu redor. Essas mudanças são positivas, pois significam que a Ocean Race é uma possibilidade real no ano seguinte ao Vendée Globe.

José Ulisses Correia e Silva, Primeiro Ministro de Cabo Verde
Como a primeira cidade anfitriã na África Ocidental, Mindelo continua com seu firme compromisso de levar a The Ocean Race a Cabo Verde em 2022. É uma oportunidade sem precedentes para estimular nossos interesses marítimos e marítimos. turismo e aproveitamos esse tempo adicional para melhorar a infraestrutura, melhorar o patrocínio local e fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para preparar nossas ilhas para receber o mundo.

Bruce Parker-Forsyth, CEO da WorldSport, parceiro promotor da escala na Cidade do Cabo
Nas edições anteriores, vimos o impacto positivo da The Ocean Race na Cidade do Cabo e em sua região. Com um ano a mais, garantirá que todos possamos desfrutar do tipo de evento que teremos orgulho de sediar no V&A Waterfront.

LiLi, CEO da CSCI, parceiro promotor da The Ocean Race na China:
No plano de desenvolvimento mais recente, Shenzhen foi proposto como um hub oceânico global. Hoje é a cidade que conecta o mundo à vela, com a celebração de atividades na água e o acolhimento de eventos internacionais, como The Ocean Race to Shenzhen. Estamos entusiasmados por sediar a próxima edição da The Ocean Race e sabemos que será uma experiência inesquecível para os fãs locais, bem como uma oportunidade de continuar desenvolvendo a cultura da vela na China

Jacob Bundsgaard, prefeito de Aarhus:
Juntamente com o Sport Event Denmark, Aarhus espera sediar esse evento espetacular em 2023. Teremos que esperar mais um ano para viver essa experiência única, mas entenderemos que este é um evento mundial que visitará muitas cidades em dezembro. países após nove meses, será barbeado pela atual crise internacional.

Hilbert Bredemeijer, representante de Haia:
Entendemos perfeitamente a decisão de adiar a The Ocean Race. Em 2018, aqui em Haia, a regata experimentou o seu melhor final de sempre. Faremos o nosso melhor para recebê-lo em 2023. Vejo você em 2023.

Release oficial escrito por Flávio Perez

Datas previstas para as regatas oceânicas no Brasil em tempos de pandemia

Segundo a ABVO, Associação Brasileira de Veleiros de Oceano, o Brasil terá retorno de regatas oceânicas competitivas.

O calendário não é definitivo por conta da pandemia da COVID-19.

O retorno está previsto para 15 de agosto, cerca de cinco meses após a última competição realizada em março.

A primeira regata será no Guarujá (SP) com a Taça ICS Cabras, no Iate Clube de Santos.

Em setembro estão previstos o Ubatuba Sailing Festival, 18º Circuito de Vela Oceânica de Salvador, na Bahia, 29º Circuito Conesul, no Rio Grande do Sul, Circuito Santista, além da 2ª etapa da Copa Suzuki, em Ilhabela.

Outubro será marcado pela 70ª edição da Regata Santos – Rio, no dia 23, edição histórica da mais antiga competição de vela oceânica do país organizada pelo Iate Clube de Santos e o Iate Clube do Rio de Janeiro.

Em seguida será comemorado os 50 anos do Circuito Rio em conjunto com o Campeonato Brasileiro da classe ORC.

O mês será aberto no dia 10 com a tradicional REFENO entre Recife e Fernando de Noronha.

Novembro o destaque é para o Campeonato Brasileiro de IRC e RGS realizado em Ilhabela (SP) de 20 a 22 em conjunto com o primeiro final de semana da 3ª etapa da Copa Suzuki.

Em dezembro as regatas finais com os aniversários do Clube dos Jangadeiros e Veleiros do Sul, ambos em Porto Alegre (RS), a Preben Schmidt, em Niterói.

Confira o Calendário da ABVO de Veleiros de Oceano:

AGOSTO
15 de ago. Taça ICS – Cabras ICS Guarujá
SETEMBRO
5, 6 e 7 de set. Ubatuba Sailing Festival e Camp Paulista Oceano 2020 UIC Ubatuba
5 a 7 de set. 18o Circuito Salvador de Vela Oceanica ICB Salvador
12 de set. Campeonato Santista CIR Guarujá
19 a 20 de set. 29o. Circuito Conesul de Vela Oceano VDS Porto Alegre sendo – 19 de set. 50o. Regata Trofeu Seival / 31o. Regata Trofeu Farroupilha/ 22o Velejaço Farroupilha VDS Porto Alegre
19, 20 e 26, 27 de set. 2a. Etapa – Circuito Ilhabela – Copa Suzuki YCI Ilhabela

OUTUBRO
10 de out. 32o. Refeno CIC Recife 10 a 12 de out. Troféu das Ilhas UIC Ubatuba 17 de out. Taça ICS – Arvoredos ICS Guarujá
23 de out. Largada 70o. Regata Santos – Rio ICS Guarujá
24 e 25 de out. Trofeu Cayru de Vela de Oceano CDJ Porto Alegre
30 de out até 2 de nov. 51o. Circuito Rio ICRJ Rio de Janeiro
30 de out até 2 de nov. Campeonato Brasileiro de ORC ICRJ Rio de Janeiro
31 de out. Ele & Ela / Eles & Elas UIC Ubatuba

NOVEMBRO
07 de nov. Campeonato Santista CIR Guarujá
20 a 22 de nov Campeonato Brasileiro de IRC YCI Ilhabela
20 a 22 de nov Campeonato Brasileiro de RGS YCI Ilhabela
21, 22 e 28 de nov. 3a. Etapa – Circuito Ilhabela – Copa Suzuki – 28/11 RegataVolta Ilha YCI Ilhabela

DEZEMBRO
05 de dez. Regata da Marinha CIR Guarujá
06 de dez. Aniversário CDJ – regata oceano e velejaço CDJ Porto Alegre
12 de dez. Regata Preben Schmidt RYC Niterói
13 de dez. Regata Almirante Tamandaré CNC Niterói
13 de dez. Aniversário VDS – regata oceano e velejaço VDS Porto Alegre
20 de dez. Regata Tamandaré – Marinha do Brasil VDS Porto Alegre

Texto com apoio da ABVO e foto da Aline Bassi | Balaio