Phillipp Grochtmann vence última regata e leva SIVI 2020 Virtual

30/07/2020 22:16

O velejador venceu a regata final disputada nesta quinta-feira (30) na raia olímpica do Rio de Janeiro do simulador Virtual Regatta.

A medalha de prata ficou com o brasiliense Lucas Rocha Dantas (@Lucas RD), de apenas 15 anos.

O velejador de Ilhabela Samuel Solano (@thinkinghard) ficou com o bronze.

Leia o texto da On Board Sports — https://onboardsports.net/phillipp-grochtmann-campeao-da-semana-de-vela-de-ilhabela/

A competição inédita contou com 76 velejadores virtuais de 12 estados.

Foram realizadas 20 provas em várias cidades do mundo.

Súmula final

final (1)

A história de Lucas Dantas, o velejador de 15 anos craque do simulador de regata

A Semana Internacional de Vela de Ilhabela – Virtual Edition está em sua reta final nesta quinta-feira (30).

E até agora o melhor em ação é Lucas Dantas, de apenas 15 anos.

O garoto de Brasília está voando como diz na linguagem popular.

Ele começou  a velejar na classe Optimist aos 11 anos na Escola de Vela do Iate Clube de Brasília por influência do pai.

Em 2020, fez a transição para o Laser 4.7 e, antes do final do ano, quer iniciar os treinamentos no Laser Radial.

Isso porque a partir do final de setembro, o regime de vento no Lago Paranoá favorece essa mudança.

”Dois fatores me motivaram a ingressar na vela on-line: a proibição de treinamentos e de regatas no Distrito Federal em razão da pandemia de coronavírus e o meu gosto pela tecnologia”.

”A associação disso à vontade de velejar me fez dar os primeiros passos no jogo Virtual Regatta”.

”Após treinamentos intensos, os resultados começaram a aparecer. Na semana passada fui o vencedor da 1ª Copa ABCL de Laser com a participação de 57 jogadores de todo o Brasil. Pretendo seguir jogando para tentar conquistar outros campeonatos”.

Sobre a Semana de Vela de Ilhabela, o velejador é enfático:

”Essa experiência de participar virtualmente da Semana Internacional de Vela de Ilhabela tem sido muito divertida e gratificante para mim. Ficou então a vontade de um dia ter a oportunidade de participar presencialmente desse que é o maior evento de vela oceânica da América Latina. Seria realmente uma experiência incrível!”.

O treinador dele está em segundo lugar.

Allan Godoy é só elogios ao pupilo de 15 anos.

”Passei para a fase final em 2º lugar, satisfeito com a minha velejada e contente em ver que o 1º colocado nessa fase foi meu aluno do Iate Clube de Brasília, tanto na vida real e quanto no virtual.”

O segundo dia de regatas da 47ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela – Virtual Edition foi disputado na noite desta quarta-feira (29) e definiu os classificados para as provas finais.

A competição online, primeira da história do evento, ocorre por meio do simulador Virtual Regatta na versão Inshore e conta com 76 participantes de todo o Brasil.

Veja o release oficial — https://onboardsports.net/brasilienses-na-briga-pelo-titulo-da-semana-de-vela-de-ilhabela/

Após cinco provas, o líder no geral é Lucas Dantas, de Brasília (DF), com o perfil @LucasRD.

O velejador de apenas 15 anos venceu três regatas ao todo e é seguido de perto na tabela pelo conterrâneo Allan Godoy do perfil @GodoyLaser.

As semifinais e a grande final serão realizadas nesta quinta-feira (30), a partir de 19h. A decisão será na Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro (RJ).

”As finais de amanhã serão super disputadas e imprevisíveis, pois os jogadores não carregarão os resultados construídos na fase classificatória”.

 

”Não haverá margem para erro. Portanto, em razão desse tipo de configuração de campeonato, não há previsão para a súmula de amanhã”.

”Contudo, estou empolgado e confiante para desenvolver o meu melhor resultado, pois durante o isolamento social, tenho me dedicado bastante aos treinos virtuais”, disse o garoto Lucas Dantas.

 

Regatas parelhas na Semana de Vela de Ilhabela virtual

28/07/2020 23:09

Antes do texto enviado pela On Board Sports, segue a súmula completa das regatas do dia da Semana Internacional de Vela de Ilhabela – Virtual Edition.

Foram quatro flotilhas e duas regatas pra cada.

No Offshore e no J70

resultado bateria verde 2 regatas

resultado bateria amarelo 2 regatas

resultado bateria azul 2 regatas

resultado bateria branca 2 regatas

Agora o texto — http://onboardsports.net/equilibrio-nas-primeiras-regatas-virtuais-da-semana-de-vela-de-ilhabela/

A competição contou com mais de 70 velejadores divididos em quatro baterias: Azul, Amarela, Verde e Branca.

Os participantes correram duas regatas cada na versão inshore do game nas raias virtuais de Marselha (França) e Sydney (Austrália), e cada uma com um tipo de barco barcos: J70 e Offshore.

Na Flotilha branca quem lidera é Ricardo Paranhos, mais conhecido na vela como Canelão. O atleta, que faz campanha olímpica para a classe 470 com Rodolfo Streibel, venceu uma regata e terminou a outra em segundo lugar.

”Comecei a jogar o jogo Virtual Regatta durante a quarentena como uma maneira de manter a cabeça ativa e correndo já que os treinos na vida real estavam paralisados”.

”Hoje felizmente consegui velejar bem nas duas regatas. Consegui fazer boas largadas, o que facilitaram o resto”, disse Ricardo Paranhos do perfil dele é o @Canelão_470.

O parceiro de Ricardo Paranhos na classe 470  Rodolfo Streibel está em sétimo lugar na Flotilha Amarela, que tem Marcos Guedes Calonico @Caipirinha como líder.

Na Flotilha Verde, Ader Santos é o líder no geral com barco/perfil @Samis ARMAZÉN NAVAL.  ”Nível alto! Se você não entrar concentrado desde o início fica bem difícil de recuperar”.

”No último minuto é fundamental verificar as rajadas e birutas. Ou você larga no lugar certo, ou fica no segundo pelotão em poucos segundos”.

Um dos nomes de destaque da vela também está presente nas regatas da Semana Internacional de Vela de Ilhabela – Virtual Edition.

Nick Pellicano Grael, filho de Lars Grael, se inscreveu para as regatas com o barco @NickGrael49er e está em terceiro lugar na Verde.

”As regatas estão sendo muito bem organizadas como sempre! O nível dos competidores está cada vez mais forte com o passar da pandemia e as pessoas tendo muito tempo para jogar!”, disse Nick Grael.

”Está cada vez mais difícil!!! Consegui ir bem hoje e vamos ver ver como me saio amanhã!”.

Na Azul, o melhor desta terça-feira foi o perfil @philipp_ de Phillip Grochtmann.

Nesta quarta-feira (29), serão disputadas mais regatas eliminatórias em três raias virtuais diferentes: Newport (EUA), Porto Cervo (Itália) e Maiorca (Espanha).

As provas começam às 19h com transmissão pelo site www.sivilhabela.com.br.

Jorge Zarif recorda momentos da Semana Internacional de Vela de Ilhabela no MIT Talks

O velejador olímpico Jorge Zarif participou nesta segunda-feira (27) do primeiro dia da Semana Internacional de Vela de Ilhabela – Virtual Edition. O principal evento da modalidade na América do Sul se adaptou à nova realidade em função da COVID -19 e fará sua edição de número 47 de maneira remota.

O atleta paulista fez parte do MIT Talks, painéis realizados em parceria com sua patrocinadora, a montadora MITSUBISHI. A palestra “Campeões no mar e na tela” contou com a participação também dos atletas virtuais Allan Godoy e Samuel Solano.

O trio falou das regatas online e dos aplicativos para jogar vela pelo computador, como se fosse um video-game. A Semana de Vela de Ilhabela usará o Virtual Regatta, simulador oficial da World Sailing.

“Me impressiona o quanto parece verdadeiro, você consegue tomar decisões táticas, ficou bastante real, é uma experiência bem bacana, que está cada vez maior principalmente nesses tempos que temos o distanciamento social”, disse Jorge Zarif.

O velejador Jorge Zarif tem sete participações na competição tradicional, inclusive ao lado de seu pai, o saudoso Guga Zarif, que venceu várias edições do evento em Ilhabela com o Áries IV. Depois que iniciou sua trajetória olímpica na campanha para Pequim 2008 (foi reserva na Finn), o velejador paulista pouco conseguiu agenda no mês de julho para a Semana de Vela de Ilhabela.

Jorginho comentou sobre as semelhanças entre o jogo e a velejada na vida real. “Eu jogava em 2007, e me surpreendeu como evoluiu a parte tática do jogo, você consegue escolher o lado de largada, ficou muito mais parecido com uma regata da vida real, é bem legal para quem quer aprender e mesmo para quem já sabe velejar, dá para se divertir bastante”.

O campeão mundial de 2013 está em Ilhabela (SP) fazendo treinamentos para o retorno às competições na classe Finn. O atleta busca sua terceira participação olímpica em Tóquio 2021.

“Eu tive um período complicado com lesões e estou voltando agora sem nenhuma dor. Essa será minha última Olimpíada na classe, já que a Finn sairá a partir de Paris 2024”.

”Para se tornar um atleta de alto nível tudo é uma jornada muito dura. Você deve fazer um trabalho bem feito e muito sério. É preciso ter uma equipe muito forte na parte tática e técnica, é preciso ter uma equipe preparada junto”.

Mit Talks

O ciclo de palestras sobre o segmento, que abriu a edição da Semana de Vela, incluiu nomes como Marina Bandeira Klink, Carlo Borlenghi, Julio Cardoso e a Família Schurmann.

A Semana Internacional de Vela virtual vai até quinta-feira (30). Estão programadas 20 provas online por meio do simulador Virtual Regatta com 76 jogadores.

Após o MIT Talks foram realizadas as regatas warm up com objetivo de ensinar os inscritos as regras do simulador. Os painéis foram transmitidos ao vivo pelo site www.sivilhabela.com.br e pelos canais digitais da Semana Internacional de Vela de Ilhabela no Instagram e Facebook.

A organização abriu o processo às 12h pelo site oficial da competição e as 76 vagas foram preenchidas em tempo recorde. As provas online terão barcos das classes Offshore e J-70 divididos em baterias. A competição foi limitada a 76 participantes .

Tudo sobre a abertura da Semana Internacional de Vela de Ilhabela 2020

A abertura da 47ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela – Virtual Edition ocorreu na noite desta segunda-feira (27) com o MIT Talks – ciclo de palestras sobre o segmento – e uma introdução ao Virtual Regatta, simulador de provas que será usado a partir desta terça-feira (28) por mais de 70 jogadores virtuais.

Mais de 300 pessoas acessaram os canais digitais e o site oficial para assistir as mais de quatro horas de programação inédita e treinar com o simulador. Nomes como Marina Klink, Carlo Borlenghi, Família Schurmann e o atleta Jorge Zarif falaram sobre suas experiências na Semana de Vela de Ilhabela. Pela primeira vez, o maior evento náutico da América do Sul adotou regatas virtuais.

A solenidade teve a tradicional queima de fogos inaugural, só que dessa vez tudo remoto como manda a regra de 2020. Nas edições anteriores, a festa ocorreu na Vila da Regata, no centro histórico de Ilhabela.

O novo comodoro do Yacht Club de Ilhabela, Alex Costa, e o organizador Mauro Dottori, também diretor de vela do YCI fizeram os discursos de abertura da 47ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela.

”O Yacht Club de Ilhabela sempre apoia o desenvolvimento sócio-econômico de Ilhabela  com a realização das regatas de julho, além de outras competições e festividades durante o ano. O evento de vela é um dos mais importantes do esporte brasileiro e gera anualmente divisas ao município, com capacidade acima da média em hotéis e pousadas, restaurantes e lojas”, disse Alex Costa, comodoro do YCI.

Participaram também os presidentes da ABVO, Mário Martinez, da FEVESP, Cuca Sodré, e da CBVELA, Marco Aurélio Sa Ribeiro.

”Ilhabela é reconhecidamente a capital brasileira da vela e sedia grandes eventos como a tradicional semana de vela. A vela online está crescendo no Brasil e não poderia deixar de ocorrer. Acredito que a vela virtual está ajudando muitos velejadores a treinar, além de trazer cada vez mais os jovens para a nossa modalidade”, comentou Marco Aurélio Sa Ribeiro, presidente da CBVela.

As regatas virtuais começam nesta terça-feira a partir de 19h. As provas serão no estilo inshore nas classes J70 e OffShore do aplicativo Virtual Regatta. As provas terão transmissão ao vivo do site www.sivilhabela.com.br.

O evento tem realização do Yacht Club de Ilhabela e organização da Tribu Live Marketing e Full Time Eventos e Turismo, e transmissão RCE Digital. A comissão técnica será da E-Ventos, Vela Viagem e Ventos Leste. O patrocínio fica por conta da Mitsubishi e da Sol.

Mit Talks

Após a abertura oficial da 47ª edição da Semana Internacional de Vela de Ilhabela, começou o MIT Talks, evento realizado com parceria “histórica” de 26 anos, a montadora MITSUBISHI.

O primeiro painel foi com a fotógrafa Marina Bandeira Klink e o italiano Carlo Borlenghi com o tema Mar sem Filtro. Ambos têm histórias especiais com a Semana Internacional de Vela de Ilhabela.

”É um honra estar nessa primeira edição de Vela virtual. Estou muito emocionada de estar aqui, porque a Semana de Vela de Ilhabela é muito marcante na minha vida! Meu pai fazia atividades na Guarapiranga. Ele levava eu e meu irmão para ver, mas não podíamos participar. Em 1974, teve a primeira oportunidade para eu velejar e eu consegui na classe Optimist”, recordou Marina Klink.

Fotógrafo oficial dos eventos de vela da Rolex, Carlo Borlenghi esteve em Ilhabela por anos seguidos quando a marca de relógios suíça dava o naming rights da competição. ”Eu tenho uma belíssima lembrança de Ilhabela! A hospitalidade, é algo incrível, estiva lá e fui muito bem recebido. A paisagem é linda, por conta dos animais, golfinhos e baleias. Espero que no futuro possa ir a Ilhabela fotografar! Espero que essa Regata virtual seja linda como a da vida real”.

O assunto seguinte foi patrimônio natural x turismo sustentável com Bianca Colepicolo (secretária de turismo de Ilhabela) e Julio Cardoso (diretor de meio ambiente do Yacht Club de Ilhabela).

”O nosso grande diferencial é sem dúvida a observação de natureza. Esse patrimônio natural que temos em Ilhabela não se tem nenhum lugar do mundo igual Ilhabela”, contou Julio Cardoso, que desde a edição 2016 registra e cataloga as baleias que migram para águas mais quentes passando pela raia de Ilhabela.

Já Bianca Colepicolo destacou o turismo de avistamento, que também faz parte da Semana Internacional de Vela de Ilhabela. ”No ano passado, fizemos um evento durante o mês inteiro. Fizemos fotografia e aulas para donos de hotéis e pousadas, desse segmento político. Hoje, existe um guia para as aves e espécies que você pode encontrar em Ilhabela!

Na sequência foi a vez do painel ‘A Voz dos Oceanos’ com a Família Schurmann. ”Ilhabela é um local que gostamos muito! Nós vivemos aí alguns momentos com as criança aprendendo a navegar”, disse Heloisa Schurmann, que esteve ao lado do marido Vilfredo.

O último MIT Talks foi com o campeão mundial de vela e atleta olímpico Jorge Zarif com os craques na vela virtual Samuel Solano e Allan Godoy.

”Muito interessante poder participar da Semana de Vela de uma forma diferente! É sempre muito bom competir e estar com os amigos”, afirmou Jorginho Zarif, velejador brasileiro classificado para Tóquio 2021 na classe Finn.

No dia da estreia pra valer do evento, as regatas serão disputadas nas raias de Sydney e Marselha do Virtual Regatta. No dia 29, as baterias ocorrem nas raias de Newport, Porto Cervo e Maiorca. As duas regatas semifinais serão disputadas em Aukland e a final no Rio de Janeiro.

O sistema de pontuação será linear na fase de classificação com descarte após cinco provas. Nas semifinais e finais os pontos são zerados para dar igualdade de condição.

 

 

MIT Talks da Semana de Vela de Ilhabela será nesta segunda-feira

27/07/2020 12:46

Após a abertura oficial da 47ª edição da Semana Internacional de Vela de Ilhabela, começa o MIT Talks, evento realizado com parceria “histórica” de 26 anos, a montadora MITSUBISHI.

O primeiro painel será com Marina Bandeira Klink (fotógrafa e navegadora) e Carlo Borlenghi (fotógrafo) às 19h20, com o tema Mar sem Filtro.

O assunto seguinte será patrimônio natural x turismo sustentável com Bianca Colepicolo (secretária de turismo de Ilhabela) e Julio Cardoso (diretor de meio ambiente do Yacht Club de Ilhabela), às 20h05.

”Claro que vai faltar o vento no rosto, o sal né? Mas é uma maneira da gente ter a oportunidade de manter o isolamento social e ter uma atividade que dá aquela adrenalina fantástica, que é a vela, mesmo digita”l.

”E nós seguimos a registrar e monitorar as baleias que passam pela região nesse período”, explicou Julio Cardoso.

Na sequência será a vez do painel ‘A Voz dos Oceanos’ com a Família Schurmann.

O último MIT Talks será com o campeão mundial de vela e atleta olímpico Jorge Zarif com os craques na vela virtual Samuel Solano e Allan Godoy.

Após o MIT Talks será realizada as regatas warm up com objetivo de ensinar os inscritos as regras do simulador. A prova não valerá pontos para o campeonato.

Regatas virtuais começam a valer na terça-feira

As regatas da 47ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela começam na terça (28) e vão até quinta-feira (30) por meio do simulador Virtual Regatta.

As provas online terão barcos das classes Offshore e J-70 divididos em baterias. A competição foi limitada a 76 participantes .

No dia da estreia pra valer, as regatas serão disputadas nas raias de Sydney e Marselha do Virtual Regatta.

No dia 29, as baterias ocorrem nas raias de Newport, Porto Cervo e Maiorca. As duas regatas semifinais serão disputadas em Aukland e a final no Rio de Janeiro.

O sistema de pontuação será linear na fase de classificação com descarte após cinco provas.

Nas semifinais e finais os pontos são zerados para dar igualdade de condição.

”Todos os inscritos na semana de vela estão bem ranquiados nacionalmente. O campeonato será bem acirrado e não terá favorito! Qualquer errinho faz o jogador cair de posição. Quem errar menos levará a taça”, contou Allan Godoy, um dos melhores velejadores virtuais da América Latina.

A advogada Silvia Maria Leite, de 60 anos, quer fazer história e brigar de igual para igual como a nova geração na Semana Internacional de Vela de Ilhabela.

”Me inscrevi porque é a opção que temos para velejar diante da pandemia que nos impede de ir ao mar real”.

”Participei de alguns eventos virtuais razão de constar no ranking nacional em 114”, disse Silvia Maria Leite, de Blumenau (SC).

Já o paulista Manfred von Schaaffhausen, de 73 anos, tem larga experiência em vela oceânica correndo a Semana de Vela de Ilhabela com vários veleiros, incluindo o Orson.

Após uma cirurgia, o velejador decidiu começar a ver como o Virtual Regatta funciona para pegar as manhas do aplicativo. Ele gostou e se inscreveu.

”É um grande desafio, né? Porque eu nunca disputei uma regata online e para mim é uma novidade!”

”Vamos saber o quanto a gente vai conseguir usar o conhecimento que tem para jogar com os meninos mais novos”, explicou Manfred von Schaaffhausen, também conhecido como Barão.

”Acho que é legal porque está tendo uma sequência da Semana de Vela. Seria muito triste não ter nada esse ano”.

As inscrições para 47ª edição da Semana Internacional de Vela de Ilhabela terminam em 17 minutos na tarde desta sexta-feira (24).

A organização abriu o processo às 12h pelo site oficial da competição e as 76 vagas foram preenchidas em tempo recorde.

Hoje tem abertura oficial da Semana Internacional de Vela de Ilhabela – Virtual Edition

A história da vela brasileira ganha mais um capítulo nesta segunda-feira (27) com o início da Semana Internacional de Vela de Ilhabela – Virtual Edition.

O principal evento da modalidade na América do Sul se adaptou à nova realidade em função da COVID -19 e fará sua edição de número 47 de maneira remota.

Estão programadas 20 provas online por meio do simulador Virtual Regatta com 76 jogadores.

A outra novidade da Semana Internacional de Vela de Ilhabela é a realização do MIT Talks, ciclo de palestras sobre o segmento, que incluirá nomes como Marina Bandeira Klink, Carlo Borlenghi, Julio Cardoso, Jorge Zarif e a Família Schurmann.

Leia mais aqui — http://onboardsports.net/semana-de-vela-de-ilhabela-abre-com-mit-talks-e-regatas-virtuais/

Os painéis e as regatas serão transmitidos ao vivo pelo site www.sivilhabela.com.br e pelos canais digitais da Semana Internacional de Vela de Ilhabela no Instagram e Facebook.

Link direto aqui — https://aovivo.integra.tv.br/sivilhabela/

A abertura da 47ª edição da Semana Internacional de Vela de Ilhabela está marcada para 19h com as presenças do comodoro do Yacht Club de Ilhabela (YCI), Alex Costa, e do diretor de vela e organizador do evento, Mauro Dottori.

”Este será um evento histórico, inovador e responsável! É uma grande festa, um encontro anual da comunidade náutica”.

”O Yacht Club de Ilhabela há mais de quatro décadas recebe de portas abertas esse público, organiza a recepção e produz o espetáculo na nossa ilha”.

”Não vamos permitir que a pandemia impeça mais essa alegria,”, disse o novo comodoro do YCI, Alex Costa.

 

11th Hour Racing Team redefine estratégia após mudança da data da Ocean Race

26/07/2020 18:56

Após os bloqueios de 2020 em todo o mundo e o anúncio do adiamento da próxima edição da The Ocean Race, os líderes da 11th Hour Racing Team resolveram mudar estratégia.

A equipe dos norte-americanos Charlie Enright e Mark Towill estava preparada pra correr a volta ao mundo 2021-22.

Mas o evento foi adiado em um ano em função da COVID-19.

O 11th Hour Racing Teamr voltou às águas na semana passada em Lorient, França.

A ideia é fazer uma viagem transatlântica no início de agosto para Newport, nos EUA.

É lá em Rhode Island a terra natal do 11th Hour.

”Assistimos às questões do COVID-19 se desenrolarem em todas as partes do mundo, e esperamos que os líderes e as sociedades continuem a tomar as medidas certas para minimizar a propagação do vírus e suas trágicas conseqüências”, disse o CEO da equipe, Mark Towill à Sailing Scuttlebutt.

“Naturalmente, pausamos todas as nossas atividades pessoais desde fevereiro e estamos sendo meticulosos ao seguir os protocolos locais e internacionais de saúde e segurança quando voltamos a velejar.”

O recente anúncio de que o início da The Ocean Race será adiado para 2022 obrigou Towill e Enright a dar uma repaginada nos planos da equipe até o final deste ano.

O barco retornou à água no dia 16 de julho, depois de uma nova instalação na Multiplast, que levou mais de sete meses, em vez de três, como resultado da pandemia.

Charles  Enright também voltou à água com sua primeira vela de 2020 no IMOCA 60 no início desta semana.

Em Newport, a equipe está planejando um evento social distante, em meados de setembro, convidando os fãs locais a ver o barco e os atletas.

Em 16 de setembro, os membros da 11th Hour Racing Team participarão do virtual Newport Ocean Race Summit.

“É ótimo finalmente ter alguma clareza sobre a navegação no futuro próximo”, disse Charles Enright.

“A transferência do barco para Rhode Island nos permitirá mais oportunidades de velejar juntos a curto prazo, conectar-se com os fãs da vela na comunidade local e, ao mesmo tempo, enfatizar a saúde e a segurança”.

Mais detalhes da equipe em Detalhes da equipe: https://11thhourracingteam.org/

Foto: Martin Viezzer | 11th Hour Racing

Velejadores de Itajaí e região se inscrevem na Semana de Vela de Ilhabela Virtual

24/07/2020 16:23

As regatas serão de 27 a 30 de julho.E será usado o simulador Virtual Regatta na 47ª edição da Semana Internacional de Vela de Ilhabela.

 

As inscrições foram em tempo recorde: terminam em menos de 17 minutos na tarde desta sexta-feira (24).

A organização abriu o processo às 12h pelo site oficial da competição e as 76 vagas foram preenchidas em tempo recorde.

Carolina Copello foi uma das mais rápidas. A ex-aluna da Univali e velejadora estará nas disputas com os barcos virtuais das classes Offshore e J-70.

”Quando soube que ia ocorrer a semana de vela de Ilhabela online comecei a treinar. Sempre participo do evento velejando ou fotografando”.

”A regata virtual veio para matar um pouco da nossa saudade mesmo que seja de longe”, disse a gaúcha Carolina Copello.

Leia mais no release oficial abaixo. Inclusive a história de Lucas Malinverni de Melo, que foi voluntário em Itajaí nas edições passadas da The Ocean Race.

Inscrições para Semana Internacional de Vela de Ilhabela terminam em 17 minutos

Na terça-feira (28), as regatas serão disputadas nas raias de Sydney e Marselha do Virtual Regatta.

Na quarta, dia 29, as baterias ocorrem nas raias de Newport, Porto Cervo e Maiorca.

As duas regatas semifinais serão disputadas em Auckland e a final no Rio de Janeiro.

O sistema de pontuação será linear na fase de classificação com descarte após cinco provas. Nas semifinais e finais os pontos são zerados para dar igualdade de condição.

”Já estávamos com o barco preparado para correr a Semana de Vela normal, porém com os acontecimentos da pandemia e o cancelamento eu e meu pai queríamos fazer parte de alguma forma, então quando vimos a regata virtual já ficamos na espera para nos inscrevermos”, contou o paulista Frederico Mazzali Stauch, que disputou as últimas edições a bordo do Triton (Skipper 21) e do Libertas.

MIT Talks

A Semana Internacional de Vela de Ilhabela conta com a parceria “histórica” da MITSUBISHI que também apoia o MIT Talks.

Serão quatro painéis online na segunda-feira (27). O primeiro será o tema Mar sem Filtro com Marina Bandeira Klink (fotógrafa e navegadora) e Carlo Borlenghi (fotógrafo) às 19h20.

O assunto seguinte será patrimônio natural x turismo sustentável com Bianca Colepicolo (secretária de turismo de Ilhabela) e Julio Cardoso (diretor de meio ambiente do Yacht Club de Ilhabela), às 20h05.

Na sequência será a vez do painel ‘A Voz dos Oceanos’ com a Família Schurmann.

O último MIT Talks será com o campeão mundial de vela e atleta olímpico Jorge Zarif com os craques na vela virtual Samuel Solano e Allan Godoy.

Após o MIT Talks será realizada as regatas warm up com objetivo de ensinar os inscritos as regras do simulador. A prova não valerá pontos para o campeonato.

Helly Hansen assina com a The Ocean Race e fornecerá o material esportivo

23/07/2020 13:37

A marca Helly Hansen será a fornecedora oficial de material esportivo da The Ocean Race 2022-23.

Prologue on-board MAPFRE. 10 October, 2017

A empresa norueguesa é líder mundial em roupas especiais da modalidade vela e conta com mais de 140 anos de experiência no segmento.

A marca é uma das mais utilizadas pelos atletas profissionais e equipes, incluindo o Ericsson do brasileiro Torben Grael, vencedor da na edição 2008-09, e o time espanhol MAPFRE, vice-campeão da edição 2017-18.

A empresa em conjunto com a The Ocean Race está comprometida em desenvolver ações em prol do meio ambiente, uma das principais bandeira do evento internacional, que terá Itajaí (SC) como uma das cidades-sede na próxima edição.

“Desde 1973, a The Ocean Race exige o melhor de todos os participantes”, disse Richard Brisius, presidente da regata.

”Como navegadores, não apenas gostamos de promover os mais altos níveis de competição no oceano, mas também estamos trabalhando para promover e implementar soluções para restaurar a saúde do oceano”.  ”

A empresa Helly Hansen tem o compromisso em trabalhar em estreita colaboração com os profissionais para desenvolver equipamentos confiáveis, independentemente das condições que enfrentam.

“Nenhuma outra regata no mundo é tão desafiadora e rigorosa quanto a The Ocean Race, atraindo os principais profissionais do esporte que são levados ao limite em condições extraordinárias”, disse Paul Stoneham, CEO da Helly Hansen.

Em 1981, a regata teve seu primeiro time totalmente norueguês, vestindo Helly Hansen.

Nas décadas seguintes, a The Ocean Race continuou a impulsionar a inovação no esporte, enquanto Helly Hansen seguiu fornecendo tecnologias e projetos de ponta, orientados para o desempenho, incluindo a equipe vencedora da Ericsson na edição 2008-09.

O comandante deste time foi o bicampeão olímpico Torben Grael.

Os novos barcos de alto desempenho usados nas edições subseqüentes elevaram o nível, exigindo roupas que pudessem suportar o aumento de velocidade e pressão.

A Helly Hansen entregou a jaqueta impermeável com HELLY TECH® , com tecido respirável e máscaras de maior proteção.

Na edição 2014-15, a marca equipou o time feminino SCA, apresentando designs inovadores e específicos de gênero que ainda são usados nas coleções existentes.

Hoje, a coleção offshore de Helly Hansen Ægir é o resultado direto de ter trabalhado em estreita colaboração com as equipes da The Ocean Race ao longo dos anos.

Refinado pela última vez com a equipe da MAPFRE na regata de 2017-18, a linha Ægir é o resultado de cinco gerações de melhorias de design, usando o feedback dos velejadores para criar e desenvolver equipamentos em que possam confiar para resistir até aos ambientes mais adversos.

Para se manter atualizado sobre a parceria entre Helly Hansen e The Ocean Race, visite www.hellyhansen.com e www.theoceanrace.com