Coronavírus não impede viagem de boxeador Esquiva Falcão à cidade chinesa

23/01/2020 14:56

O brasileiro Esquiva Falcão e toda sua comissão técnica confirmam a viagem para Haikou, na China, nesta quinta-feira (23).

O medalhista olímpico embarca para o país asiático via Los Angeles, nos Estados Unidos, com escala em Xangai.

A equipe do atleta foi orientada a adotar todos os procedimentos de segurança para evitar contagio com o coronavírus, que fez vítimas nas últimas semanas.

O boxeador capixaba, invicto na carreira profissional, enfrenta chinês Ainiwaer Yilixiati no domingo (2) pelo título mundial silver do WBC (World Boxing Council) e também eliminatória para o título mundial da categoria dos médios.

A luta será no resort Mission Hills Haikou.

”Sabemos que é um caso de saúde pública mundial e que os casos estão se espalhando. Mas estamos bem seguros com as garantias dos organizadores da luta sobre a situação”.

”Nós mantivemos a programação e prometo tomar todas as medidas de segurança, desde a saída dos EUA e toda a estadia em Haikou”, contou Esquiva Falcão.

”Peço a Deus que ajude as autoridades sanitárias a encontrar uma solução imediata para o vírus e que os chineses e toda a população mundial fique mais tranquila”.

A Top Rank, empresa que promove os combate de Esquiva Falcão, confirmou a realização da noite de lutas, que incluem outros agenciados pela organização.

Esquiva Falcão vs Ainiwaer Yilixiati será o co-main event em Haikou.

”Não mudamos nossa rotina. Não adianta se apavorar, a equipe inteira norte-americana (Top Rank) vai embarcar hoje, ninguém mudou a rotina”, reforçou o manager Sergio Batarelli.

”O máximo que a gente vai fazer, eu e o Esquiva pelo menos, é comprar aquelas máscaras para usar no avião por conta do ar condicionado, que é o maior perigo”.

”Conversamos com o médico e foi o que ele aconselhou. Não tem o que fazer, o risco corre”.

Sergio Batarelli espera que Esquiva consiga mais uma vitória por nocaute e se credencie para lutar pelo título mundial principal.

O capixaba tem 25 vitórias em 25 lutas na carreira, sendo 17 por nocaute.

”O Esquiva vai ganhar essa luta para o Brasil, que vale o título internacional Silver do Conselho Mundial de Boxe (o antigo título mundial JR)”.

”É como uma eliminatória. O fundador da Top Rank prometeu para mim e para ele pessoalmente que, se ele ganhar essa luta, a próxima vai ser pelo título”.

O combate de Esquiva Falcão versus Ainiwaer Yilixiati será realizado na véspera do Superbowl, evento esportivo de maior audiência no mundo, e que também será transmitido pela ESPN.

 

Autor: Flávio Perez

Flávio Perez é jornalista esportivo e gestor de esportes.

Compartilhe: