Sims ganha ePrix na Arábia Saudita. Brasileiro Di Grassi fica em segundo

23/11/2019 17:12
Alexander Sims (GBR) BMW I Andretti Motorsports, BMW iFE.20

Piloto da BMW i Andretti Motorsport, Alexander Sims conquistou sua primeira vitória na ABB FIA Fórmula E Championship.

Largando na pole position, o britânico venceu de ponta a ponta o segundo SAUDIA Diriyah E-Prix.

O piloto de 31 anos fez história na Fórmula E no início do dia, tornando-se o primeiro piloto a garantir a terceira pole position consecutiva, e realizou uma corrida tranquila na liderança, enquanto os demais pilotos do grid travaram disputas ferozes pelo circuito de rua árabe.

“Foi uma corrida dos sonhos. Tomamos as decisões certas no momento certo, tudo correu bem hoje. Quando cruzei a linha de chegada, foi uma ótima sensação”.

”Tivemos muitas lições a aprender durante toda a última temporada e com a corrida de ontem, e ainda teremos muito a aprender no futuro. Toda a equipe ficou ao meu lado e me apoiou. Foi ótimo!”, declarou Sims.

Leia a matéria completa — https://onboardsports.net/sims-vence-de-ponta-a-ponta/

O companheiro de Sims na BMW i Andretti Motorsport, Max Guenther, cruzou a linha de chegada na segunda colocação, mas foi punido com o acréscimo de 24 segundos no seu tempo final após o término da prova, por ter ultrapassado Lucas di Grassi e Stoffel Vandoorne durante o safety car.

Não foi desta vez que a equipe alemã conquistou sua primeira dobradinha na categoria de carros elétricos.

Com a punição de Guenther, o brasileiro Lucas Di Grassi, da Audi Sport ABT Schaeffler, terminou em segundo, enquanto o belga Stoffel Vandoorne, da Mercedes-Benz EQ, ficou com a terceira colocação.

Este é o segundo pódio da Mercedes-Benz EQ, nas suas duas primeiras provas como equipe de fábrica na Fórmula E, um grande resultado, diante do olhar de Toto Wolff, diretor esportivo da montadora alemã.

Depois de vencer o primeiro E-Prix da temporada, Sam Bird, da Envision Virgin Racing, foi forçado a abandonar a segunda prova em Diriyah após uma disputa com Mitch Evans, na qual levou a pior e foi parar no muro.

O incidente forçou o piloto da Panasonic Jaguar Racing a ir paa os boxes, comprometendo a prova do britânico.

Outro incidente que alterou os planos de pilotos que lutavam pela primeiras posições foi entre Sébastien Buemi (Nissan e.DAMS) e Antonio Félix da Costa (DS Techeetah), quando disputavam a segunda colocação.

O português acertou a traseira do carro do piloto suíço que rodou, e perdeu várias posições, voltando a pista de maneira perigosa.

Da Costa foi punido e também foi parar no fundo do grid, mas no fim, terminou em 10º.

O atual campeão Jean-Eric Vergne teve outro dia terrível: forçado a trocar de bateria antes do inicio da corrida, largou em 24º lugar e ainda cumpriu um Stop&Go na primeira volta.

O francês terminou apenas na 11º colocação, mas com a punição sofrida por Guenther e outros pilotos, ficou oficialmente em 8º.

FIM DE SEMANA DISTINTO PARA OS BRASILEIROS

Após uma primeira corrida onde ficou fora do Top-10, Lucas di Grassi conseguiu se recuperar no segundo E-Prix deste fim de semana da Fórmula E em Ad Diriyah.

O piloto da Audi Sport ABT Schaeffler foi um dos seis pilotos que disputaram a Super Pole, fechando o treino classificatório com o terceiro melhor tempo.

Durante a prova, Di Grassi participou de diversos embates pelas primeiras posições, e nos minutos finais chegou a ocupar a segunda colocação, mas ao passar pela zona de ativação do MODO ATAQUE, acabou sendo ultrapassado por Max Guenther e Stoffel Vandoorne.

O brasileiro conseguiu ultrapassar o belga da Mercedes-Benz EQ, mas não conseguiu superar o alemão da BMW i Andretti Motorsport.

Porém, nem foi necessário: com a punição de Guenther após o término da prova, Di Grassi foi promovido ao segundo lugar.

“Foi uma boa corrida para nós. Primeiro pódio da temporada e a volta mais rápida. Foi um bom dia depois das dificuldades que tivemos ontem. Estou muito feliz, parabéns a todos da equipe, que trabalharam duro durante a noite. Obrigado pela torcida, pelos votos no Fan Boost e pelo apoio a Audi Sport”, declarou Di Grassi após a prova.

Quanto a Felipe Massa, foi um fim de semana inteiro fora do Top-10.

Novamente o brasileiro da ROKiT Venturi Racing não foi bem no treino classificatório e teve que largar na 16ª posição.

Massa foi conquistando algumas posições na primeira metade da prova, e chegou até a ocupar a sétima posição por conta dos incidentes com os pilotos do primeiro pelotão.

Mas também acabou sofrendo duas punições durante o E-Prix: a primeira, por ter queimado a largada, e a segunda por conta do excesso de velocidade quando passou pelos boxes para cumprir justamente a primeira punição.

No final, Massa terminou a prova na 18ª posição, deixando a Arábia Saudita sem marcar pontos.

 

Autor: Flávio Perez

Flávio Perez é jornalista esportivo e gestor de esportes.

Compartilhe: