Mundial de Snipe Jr 2019: Cariocas dominam na estreia

02/10/2019 17:39

O Campeonato Mundial de Snipe Júnior 2019 começou nesta quarta-feira (2), em Ilhabela (SP), com três regatas disputadas.

A competição com atletas até 22 anos tem o domínio provisório da dupla brasileira Gustavo Abdulklech e Leonardo Motta, que representa o Iate Clube do Rio de Janeiro.

Os cariocas venceram todas as provas do dia, que foram realizadas na Ponta da Canas, com ventos de leste e intensidade de 15 a 18 nós.

Nas três regatas, os velejadores ganharam com ampla vantagem para os demais.

Gustavo Abdulklech e Leonardo Motta têm apenas 3 pontos perdidos na tabela.

Na sequência aparecem as duplas Rafael Rizzato | Gerald Wicks (BRA) e Matheus Oliveira | Rafael Silva (BRA), com 8 e 12 pontos perdidos, respectivamente.

”Ganhamos três, mas são nove! Espero que a gente consiga manter o alto nível nas próximas regatas. Tem que ter o pé no chão, pois o campeonato só acaba quando termina”, disse o proeiro Leonardo Motta.

Gustavo Abdulklech e Leonardo Motta receberam da organização do Mundial de Snipe Júnior 2019 o prêmio Best of the Day (melhor do dia).

A competição para os juvenis de Snipe conta com 15 duplas de cinco países: Argentina, Brasil, Japão, Portugal e Uruguai.

”Não tem segredo para as vitórias. As condições foram favoráveis pra gente e conseguimos velejar bem! Um dos fatores que ajudou foi que estamos com um peso bom para a dupla. Além disso treinamos muito para o Mundial”, contou Gustavo Abdulklech.

A comissão deve fazer mais duas provas nesta quinta-feira (3) em Ilhabela (SP). O Mundial Júnior terá ao todo nove regatas.

”Foi um dia especial de regatas, com a cara de Ilhabela, a Capital da Vela! Sol, ventos com rajadas de até 20 nós e muitas provas. Certamente os estrangeiros que velejaram pela primeira vez aqui jamais vão esquecer desse dia”, comemorou Beto de Jesus, secretário municipal de esportes.

A dupla campeã mundial júnior vai levar pra casa o Troféu Vieri Lasinio Di Castelvero nas provas de 2 a 5 de outubro. A Escola de Vela Lars Grael é sedia a competição.

Os gaúchos Tiago Brito e Antonio Rosa são os atuais detentores da taça.

Os dois estão inscritos para o Mundial, mas apenas para a versão sênior, que começa na semana que vem, também em Ilhabela (SP).

O evento terá mais de 80 duplas de 12 países e sua abertura oficial será no sábado (5).

O bicampeão olímpico Torben Grael é o único da lista no País que venceu as duas versões: o júnior e o sênior.

O velejador subiu no lugar mais alto do pódio em 1978, no campeonato júnior Mission Bay (Estados Unidos), ao lado de Eduardo Mascarenhas.

O Brasil, que sedia pela quinta vez a competição, tem ao todo oito títulos mundiais júnior desde 1973 quando a organização da classe começou a promover a competição para os mais novos.