Itajaí confirmada como sede do VelaShow 2020

25/04/2019 12:47

Os organizadores do VelaShow confirmaram a realização da feira exclusiva dedicada à modalidade em 2020 em Itajaí (SC), município que recebeu por três vezes a Volvo Ocean Race e por duas vezes a Transat Jacques Vabre.

O evento, que incluiu regatas, workshops, palestras e expositores do setor, fez sua primeira edição na cidade entre os dias 19 a 21 de abril.

Para o ano que vem, o objetivo é a realização de mais provas para as classes de oceano e monotipos, incluindo as classes Laser, Hobie Cat 14 e 16, Optimist, Shellback e Ibis Rubra.

Além disso, o VelaShow vai consultar as flotilhas do Centro-Sul e Sudeste para a uma regata de oceano inédita entre Ilhabela (SP) até Itajaí (SC).

”O objetivo é atrair os barcos do litoral de São Paulo e promover uma regata forte tecnicamente junto aos barcos do Sul. As provas em Ilhabela, como o Circuito de Vela Oceânica e a Semana Internacional de Vela de Ilhabela reúnem grandes equipes e tripulações de alto nível”, disse Edilberto Almeida, diretor comercial do VelaShow. ”Vamos convidar também equipes do Rio de Janeiro, Espírito Santo e do Nordeste”.

O VelaShow promoveu o Velejaço, trazendo diversos barcos de São Francisco do Sul e Florianópolis, ambos de Santa Catarina. A Marina Itajaí, anexa ao local da feira, ficou com 100% de suas vagas ocupadas, ou seja, as 200!

Em 2019, o VelaShow teve mais de 60 barcos competindo em dois dias de prova. Na sexta-feira (19), o evento promoveu, no Saco da Fazenda, provas de Optimist (classe de introdução à vela) e de Shellback | Ibis Rubra (barcos de madeira construídos na cidade).

No sábado (20), teve a regata VelaShow, com 40 barcos de oceano na disputa. Veleiros de 19 a 42 pés participaram da regata marcada pelo vento fraco. O vencedor foi o Mandinga A equipe de Marcos Andrade ainda foi a Fita-Azul (primeiro barco a chegar sem contar o rating) e ganhou na categoria de 19 a 23 pés.

”O VelaShow está sacramentado no calendário de Itajaí! Tanto na parte da exposição quanto no esporte. Já está definido pela Federação Náutica Catarinense a regata para o mês de abril, seja Páscoa ou não”, contou Marcelo Gusmão, atleta olímpico e presidente da Federação Náutica Catarinense.

”Nosso foco será nas classes de cruzeiro e oceano, sem contar as categorias de monotipos, que correm no Saco da Fazenda e Cabeçudas”.

O Mandinga fez o percurso em 1h38. Em segundo lugar na Regata VelaShow ficou o Nest (1h53)e em terceiro o Alebrijo (1h57).

As regatas tiveram supervisão da Federação Náutica Catarinense, da ANI – Associação Náutica de Itajaí e da CBVela – ConfederaÇão Brasileira de Vela.

”Vamos nos reunir e ver o que podemos fazer para melhorar o evento no ano que vem! A expectativa é grande, pois sabemos que tem muita coisa para impulsionar a vela no País. Estamos entrando num novo momento”, disse Paulo Cardoso, organizador do VelaShow.

Fotos: Marlon Delai

 

Autor: Flávio Perez

Flávio Perez é jornalista esportivo e gestor de esportes.

Compartilhe: